Nota da Plataforma Dhesca sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco

Enviado por / FonteDa Plataforma Dhesca Brasil

A Plataforma Dhesca Brasil manifesta indignação e pesar pelos assassinatos da vereadora do Rio de Janeiro e defensora dos direitos humanos, Marielle Franco e do companheiro Anderson Pedro Gomes, motorista também vitimado nesta quarta-feira (14) às 21h30 na região central da cidade.

Somando forças a outras organizações e movimentos sociais, exigimos que os órgãos competentes promovam rigorosa investigação para apuração das circunstâncias que envolveram os inadmissíveis fatos noticiados.

Preocupa-nos o acirramento da violência e brutalidade dos crimes cometidos contra defensores e defensoras de direitos humanos da sociedade civil nesse momento de quebra do Estado democrático e consequente violação de direitos fundamentais.

Com trajetória única e fundamental na defesa de direitos, Marielle, mulher negra, era um dos ícones da luta na defesa dos direitos de mulheres negras, com significativa atuação contra o genocídio da juventude negra de comunidades empobrecidas do Rio de Janeiro, com destaque para Favela da Maré, local em que nasceu. Mulher de luta construiu um mandato popular e coletivo com agendas estruturantes para a garantia de direitos humanos. Foi nomeada Relatora da Comissão de Acompanhamento da Intervenção Federal no Rio de Janeiro em fevereiro de 2018.

Marielle Presente!

+ sobre o tema

Lélia Gonzalez

Filha de um ferroviário negro e de uma empregada...

Carol Dartora é eleita a primeira deputada federal negra do Paraná: ‘Resposta histórica’

A vereadora de Curitiba Carol Dartora (PT) foi eleita deputada federal...

Susan Rice – Desafios e oportunidades para as mulheres afrodescendentes – 16-04 Rio de Janeiro

Superintendente Marcelo Dias apresentará políticas desenvolvidas pelo Estado em...

Leci Brandão tem vida e obra celebrada em musical com direção de Luiz Antonio Pilar e texto de Leonardo Bruno

Nome incontornável da música brasileira, compositora e intérprete de...

para lembrar

Amazonas de Daomé: As mulheres mais temidas do mundo

Bravas guerreiras da África Ocidental repeliram com sucesso invasores...

Mais um Passo

Na III Reunião do Comitê Preparatório da Conferência Mundial...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=