Nota de pesar da ONU Brasil pelo falecimento de Théa Côrte, articuladora da Caravana Siga Bem

É com consternação que a ONU Brasil recebeu a notícia do falecimento de Théa Côrte, sócia diretora do Grupo Cobram, empresa organizadora da Caravana Siga Bem, ocorrido nesta segunda-feira (19), em Brasília.

Do Onu Muheres

Théa foi a principal articuladora da parceria da Caravana Siga Bem e das Nações Unidas, para a divulgação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para caminhoneiras, caminhoneiros e comunidade estradeira do Brasil, mobilizando mais de cem cidades no período de nove meses. A mobilização se iniciou há cerca de um mês.

Desde 2003, a Caravana apoia a divulgação da Lei Maria da Penha, do Disque 180 e da rede de serviços locais de atenção às mulheres em situação de violência, e mobiliza escolas e setores sociais para o fim da exploração sexual infanto-juvenil, em atenção do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Disque 100, nas estradas do Brasil.

Em 2015, a parceria com as Nações Unidas se iniciou por meio do apoio à iniciativa O Valente Não é Violento, da campanha do Secretário-Geral da ONU “Una-se pelo fim da violência contra as mulheres”, com palestras sobre masculinidades e ações de conscientização sobre igualdade de gênero para homens, entre elas o Dia Laranja e os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Em março de 2016, a Cobram somou-se à rede de empresas parcerias da ONU Mulheres e do Pacto Global, com a adesão aos Princípios de Empoderamento das Mulheres. Todas as ações foram construídas com entusiasmo e trabalho incansável de Théa Côrte em favor do empoderamento das mulheres.

A familiares, amigas e amigos, parceiras e parceiros de Théa Côrte, a ONU presta a sua solidariedade neste momento de pesar ao passo em que reconhece a sua obstinada trajetória em favor dos direitos humanos no Brasil.

+ sobre o tema

Gisele, eu tenho um cérebro!

Algum tempo atrás eu escrevi um artigo intitulado "E...

Relatório aponta desigualdades de gênero no acesso à educação

No marco da Campanha Educação Não Sexista e Anti...

Nós precisamos do feminismo

O machismo é assustador. Causa medo, pânico, oprime, violenta,...

Secretarias se unem para atuar em atenção à saúde da mulher

A Secretaria Estadual da Mulher (SecMulher) e a Secretaria...

para lembrar

spot_imgspot_img

O atraso do atraso

A semana apenas começava, quando a boa-nova vinda do outro lado do Atlântico se espalhou. A França, em votação maiúscula no Parlamento (780 votos em...

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...
-+=