Nova Política de Drogas com Nathália Oliveira

“Justificando Entrevista” começa neste 2017 com o debate mais importante na política criminal atual: o encarceramento em massa de negros e negras e a dita “guerra às drogas”.

Do Justificando 

Para falar sobre o tema, o programa recebeu Nathália Oliveira, socióloga e coordenadora da Iniciativa Negra por Uma Nova Política sobre Drogas (INNPD). Nathália tem sido muito representativa no debate sobre uma mudança na política de drogas atual, justamente por priorizar alguns pontos necessários dado o processo histórico de racismo.

Na entrevista, Nathália aborda como é necessária uma visão racial na questão para além da pobreza, bem como analisa a narrativa geral da mídia que retrata um corpo negro ou preso como desfecho bom para um caso envolvendo drogas.

Além disso, fala sobre como a descriminalização do porte de drogas para consumo será insuficiente para se mostrar uma efetiva mudança no quadro atual.

+ sobre o tema

É impossível promover direitos humanos sem proteger as mulheres

Medo e trauma de experiências de violência muitas vezes...

Negros são mais condenados por tráfico e com menos drogas em São Paulo

Levantamento inédito analisou 4 mil sentenças de tráfico em...

Encontro nacional debate estratégias para fortalecer organizações da sociedade civil

A Constituição brasileira de 1988 só tem a abrangência...

para lembrar

Dado racial em documento trabalhista é passo no combate a desigualdades

Em 20 de abril de 2023, o governo federal sancionou...

Alcoolismo Anônimo

por Isabella Melo Lima via Guest Post para o Portal Geledés Há aqueles que...

CARE

por Sueli Carneiro Cuidado, carinho, é o que a palavra...
spot_imgspot_img

Ministério lança edital para fortalecer casas de acolhimento LGBTQIA+

Edital lançado dia 18 de março pretende fortalecer as casas de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ da sociedade civil. O processo seletivo, que segue até...

Mais que no pé: um tiro na cara

O recurso extraordinário 635.659, em análise desde 2015 pelo Supremo Tribunal Federal, versa sobre a inconstitucionalidade da criminalização do porte de drogas. A maioria do STF caminha para...

PM matou 94% a mais na Baixada Santista; ‘Tô nem aí’, diz Tarcísio

"Sinceramente, nós temos muita tranquilidade com o que está sendo feito. E aí o pessoal pode ir na ONU, pode ir na Liga da...
-+=