O depoimento dessa mãe é mais do que um debate: é uma aula essencial sobre feminismo

Ser mãe é daquelas coisas difíceis de explicar, gente: sempre tem alguém prontinho para atirar uma pedra. Não amamentou? Nooossa, que irresponsável! Amamenta em público? Despudorada… E por aí vai! Agora imagina o fuzuê quando essa mãe feminista decidiu comprar um fogãozinho rosa para sua filha.

Fonte: Hypeness

Rogéria Rizette Linares escreveu um depoimento no Facebook sobre como uma amiga teria reagido ao fato de ela comprar o fogãozinho para a filha, uma menina de três anos. “Você deu um fogão e panelas pra sua filha? Deve ter doído no seu feminismo.“, teria dito a amiga.

Diante disso, Rogéria sentiu que precisava esclarecer algumas coisas sobre o que significa feminismo. E o depoimento dela é simplesmente inspirador. “Sou feminista e dei um fogãozinho rosa pra minha filha. Porque quero que ela brinque com suas panelinhas, com suas filhas de brinquedo, suas maquiagens coloridas, que se imagine sendo uma princesa coberta de vestidos esvoaçantes e cheios de brilhos. SE FOR O QUE ELA GOSTA E DESEJA.“, escreveu.

Em outro trecho do desabafo, Rogéria lembra que o mais importante é que o fogãozinho não seja a única escolha da filha – tanto em relação a brinquedos, quanto quando ela crescer. “Quero que ela peça por um fogãozinho em um dia e um foguete espacial no outro. Que um dia fale que vai casar e ter filhos e no outro que vai ser Veterinária e cuidar de todos os gatinhos da rua – sim, é o que ela diz, e talvez seja tudo isso, ou nada disso, tanto faz. Enfim, que ela tenha escolhas. É disso que se trata o Feminismo. Do direito de mulheres escolherem o que querem, sem restrições e julgamentos.“, definiu.

Leia o depoimento completo abaixo:

+ sobre o tema

Primeira mulher a receber transplante de útero está grávida

Gravidez apresenta riscos, mas estado de saúde da mãe...

Antes da chegada dos cristãos europeus, nativos norte-americanos reconheciam 5 gêneros

Com a conversão forçada ao cristianismo, foi imposto também...

Sobre o funk carioca e a cultura do estupro

Boa parte do funk é, sim, expressão do horror...

para lembrar

Denúncias contra homofobia na internet crescem 106% nos primeiros seis meses de 2021

As denúncias contra homofobia na internet registraram alta de...

Novo prédio da ONU em Brasília homenageia ativista Lélia Gonzalez

 Ícone do movimento negro e de mulheres negras, homenagem...

Competir faz parte da vida da mulher negra, diz campeã nacional de poesia

'Negra, gorda e bissexual', feminista Luz Ribeiro é primeira...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=