O filósofo Cortella fala sobre racismo na Justiça

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania promove palestra do filosofo Mário Sérgio Cortella denominada “Racismo? E eu com Isso” para policiais civis e militares. O encontro acontece (27/05), por meio de videoconferência na Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap), e contará com a presença da secretária da Justiça, Eloisa Arruda, na abertura do evento.

O filosofo Cortella é mestre e doutor em Educação e professor titular do Departamento de Teologia e Ciência da Religião da Pontíficia Universidade Católica. É autor das obras: “A Escola e o Conhecimento”, “No Labirinto da Moral”, “O que a Vida me Ensinou- Viver em Paz e Morrer em Paz “ e “ Não Nascemos Prontos”.

Segundo Elisa Lucas, coordenadora de Políticas para a População Negra e Indígena, o objetivo do encontro é sensibilizar servidores da segurança pública sobre as abordagens da população negra. ”O preconceito existe desde o tempo a abolição da escravidão quando foi criada a lei da vadiagem e os negros, sem trabalho, eram agredidos e presos. Ainda hoje essas situações acontecem. Não podemos mais tolerar isso”, diz Elisa.

A palestra será retransmitida para profissionais de segurança de todo o Estado de São Paulo.

De julho de 2010 até abril de 2013, a Secretaria da Justiça recebeu 223 denúncias de discriminação racial. Desse total, foram instaurados 81 processos, com base na lei 14.187, que pune administrativamente a prática de discriminação por raça e cor.

Serviço:

Videoconferência – “Racismo? e eu com isso”

Onde: Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap)

Quando: 27 de maio

Local: Rua Alves Guimarães, 429 – Cerqueira César

Horário: 11hs.

 

Enviado por: Marta Barros 
Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania

+ sobre o tema

Miss é eliminada por ser mãe. Em que ano estamos?

Elas precisam ser lindas, altas e magras. Além disso,...

MinC seleciona projetos de hip-hop inscritos no Prêmio Cultura Viva

A Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase...

Jornalista é vítima de injúria racial dentro de supermercado da Baixada Fluminense

O colunista Daniel Nascimento, do jornal O Dia, foi...

para lembrar

Justiça decreta prisão de suspeito de envolvimento no caso Marielle

Justiça decreta prisão de suspeito de envolvimento no caso...

Grafites de Marielle e Maria da Penha são alvos de ataques de vândalos no Rio

Dois grafites da vereadora Marielle Franco (PSOL) e um...

Justiça absolve policiais acusados de tortura e morte de Amarildo

A 8ª Câmara Criminal da Justiça do Rio de Janeiro absolveu ontem (13)...
spot_imgspot_img

Um guia para entender o Holocausto e por que ele é lembrado em 27 de janeiro

O Holocausto foi um período da história na época da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando milhões de judeus foram assassinados por serem quem eram. Os assassinatos foram...

Caso Marielle: mandante da morte de vereadora teria foro privilegiado; entenda

O acordo de delação premiada do ex-policial militar Ronnie Lessa, acusado de ser o autor dos disparos contra a vereadora Marielle Franco (PSOL), não ocorreu do dia...

Pacto em torno do Império da Lei

Uma policial militar assiste, absolutamente passiva, a um homem armado (depois identificado como investigador) perseguir e ameaçar um jovem negro na saída de uma...
-+=