O racismo e o novo Capitão do Mato

Acompanhado de meu cunhado e sua namorada, fui conferir o primeiro dos quatro dias de festas do réveillon de Salvador. Na programação estava uma banda que raramente toca em minha cidade, ainda mais de graça para o povão. Me refiro ao grupo musical Paralamas do Sucesso.

Logo na chegada, enquanto estava na fila aguardando a revista das pessoas que adentravam ao cercado, notei que os Policiais Militares faziam uma triagem e realizavam as revistas apenas em algumas pessoas. Ao me aproximar um pouco mais, notei que as revistas eram “aleatórias” e que dentre os que “aleatoriamente” eram selecionados para a revista,100% eram negros.

Quando da nossa vez, o policial liberou a passagem da namorada do meu cunhado por ser mulher, e a dele, provavelmente por ser branco. Em mim fez uma revista quase que minuciosa. Me olhava com uma cara de mau, como quem perguntasse “o que você veio fazer aqui?”. Minha alegria logo virou tristeza e depois de revistado, fui liberado e fiquei por um tempo meio calado e pensando naquela cena ridícula pela qual acabará de passar.

O detalhe da história é que os policiais que praticavam aqueles atos RACISTAS eram todos negros. Pareciam, ou eram de fato, os novos Capitães do Mato. Agiam com o mesmo comportamento dos Capitães de outrora, e assim, se achavam diferentes dos que eles reprimiam e revistavam.

Sobre o show, foi tudo dentro do previsto. Poucas brigas, mas muitos furtos. Ju Moraes, provou ter uma boa presença de palco, mas pouca voz. Já Herbert Vianna, comandou o Paralamas do Sucesso em mais uma grande apresentação.

 

 

Fonte: Blog do Rogério Neiva

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Der Spiegel: PM carioca é pior que as gangues

  “Pior do que gangues”. Esta é a...

Secretário de Haddad diz que disparo contra jovem no Jaçanã foi intencional

Rogério Sottili conversou com parentes e amigos do rapaz...

Em Alagoas todo dia se mata um jovem Zumbi!

por Arísia Barros   Em Alagoas o genocídio de jovens negros...
spot_imgspot_img

Negros são maioria entre presos por tráfico de drogas em rondas policiais, diz Ipea

Nota do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que negros são mais alvos de prisões por tráfico de drogas em caso flagrantes feitos...

Um guia para entender o Holocausto e por que ele é lembrado em 27 de janeiro

O Holocausto foi um período da história na época da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), quando milhões de judeus foram assassinados por serem quem eram. Os assassinatos foram...

Caso Marielle: mandante da morte de vereadora teria foro privilegiado; entenda

O acordo de delação premiada do ex-policial militar Ronnie Lessa, acusado de ser o autor dos disparos contra a vereadora Marielle Franco (PSOL), não ocorreu do dia...
-+=