Guest Post »

Onana, do Ajax, sobre racismo: “Acham que goleiro negro não é confiável”

A campanha que levou o Ajax às semifinais da Liga dos Campeões da Europa2018/2019 tem a contribuição decisiva, entre outros destaques, de André Onana. Aos 23 anos, o goleiro camaronês está no clube holandês desde 2015, e pode chegar à final europeia amanhã caso sua equipe passe pelo Tottenham. No jogo de ida, o time inglês perdeu em casa por 1 a 0.

no Esporte UOL

Imagem: Dylan Martinez/Reuters

Ainda assim, Onana se vê desafiado no futebol de alto nível. Não apenas por seu desempenho, mas também pela cor de sua pele.

“Eu não vejo diferença entre goleiros brancos e negros”, disse, em entrevista ao site da BBC. “São iguais. Cometem erros. Eu cometo erros, todo mundo comete erros. (Mas) goleiros negros precisam se preparar bem, porque não é fácil para nós”, completou.

Caso o Ajax chegue à final da Liga dos Campeões da Europa, Onana será o primeiro goleiro negro da decisão continental desde 2007, quando Dida foi campeão com o Milan. Desde então, Edwin van der Sar (Manchester United), Petr Cech (Chelsea), Victor Valdés (Barcelona), Hans-Jörg Butt (Bayern de Munique), Júlio César (Inter de Milão), Manuel Neuer (Bayern de Munique), Roman Weidenfeller (Borussia Dortmund), Iker Casillas (Real Madrid), Thibaut Courtois (Atlético de Madri), Gianluigi Buffon (Juventus), Marc-André ter Stegen (Barcelona), Keylor Navas (Real Madrid), Jan Oblak (Atlético de Madri) e Loris Karius (Liverpool) foram às finais.

“Nós não temos muitos goleiros negros no mais alto nível, e as pessoas já se convenceram de que goleiros negros não são confiáveis, ou de que cometem muitos erros”, disse Onana, que disputou todos os minutos dos jogos do Ajax na atual edição da Champions. “É algo que tem que mudar. Não é fácil para nós chegar neste nível, especialmente quando você é negro. Mas para mim, isso não importa: branco ou negro, no fim das contas, sou um goleiro.”

Van der Sar, campeão da Liga dos Campeões de 1995 com o Ajax e hoje diretor-executivo do próprio clube, é um dos responsáveis pelo bom desempenho de Onana, segundo o próprio jogador. “Nós conversamos mais quando cometo erros, porque, quando você vence, mesmo se comete erros, ninguém falará sobre aquilo”, disse. “Ninguém quer perder, mas às vezes você tem que perder para aprender. Quando você joga em alto nível, a chave é manter a calma”, acrescentou.

Com a presença nas semifinais da Liga dos Campeões, a meta agora é ir à final. E olha que o próprio Onana reconhece que o time está surpreso com a campanha até aqui.

“Não esperávamos estar nas semifinais, e agora estamos aqui. Vamos lutar para irmos à final e vencermos”, disse. “Jogamos contra grandes rivais. Bayern de Munique (fase de grupos) não foi fácil. Jogamos contra Benfica (fase de grupos), Real Madrid (oitavas de final) e Juventus (quartas). Seria ótimo para este jovem time, mas é algo muito, muito difícil. Espero que consigamos.”

Related posts