quinta-feira, outubro 15, 2020

    Tag: racismo no futebol

    Daniel Alves, Glenda Koslowski e Grafite no debate sobre ativismo de jogadores de futebol — (Foto: Reprodução/Imagem retirada do site ge)

    Daniel Alves cobra união contra racismo, e Grafite diz que política do futebol atrapalha ativismo

    Convidados de um dos painéis desta quarta-feira do World Football Summit (WFS), evento organizado pelo ex-jogador Ronaldo, o lateral-direito Daniel Alves, do São Paulo, e o ex-atacante Grafite, comentarista do SporTV , debateram sobre ativismo de jogadores no futebol atualmente. Sob a mediação da apresentadora Glenda Koslowski em transmissão de vídeo, deram suas opiniões sobre como os atletas podem se posicionar contra racismo e outros preconceitos para ajudar na conscientização do meio. O lateral cobrou dos organizadores do futebol brasileiro uma posição mais firme com quem comete atos de racismo. - Sinto falta de uma união das federações no Brasil. "Precisam deixar de ser egoístas, pensando nelas e nos benefícios que o esporte pode trazer, e começar a pensar naqueles que eles estão representando" - Deveria se fazer valer todo o poder que o esporte tem - afirmou. Grafite destacou a dificuldade que os jogadores têm para organizarem ações coletivas ...

    Leia mais
    Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, presidente da Ponte Preta, usa camisa manifestando intenção de ter 'democracia racial' dentro do clube Foto: Valéria Gonçalvez / Estadão Conteúdo

    Nova diretoria da Ponte Preta busca ‘democracia racial’ no clube

    Time de Campinas é o único presidido por um negro entre os times das Séries A e B do Brasileirão e luta por mais inclusão Por Gonçalo Júnior, do Estadão Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho, presidente da Ponte Preta, usa camisa manifestando intenção de ter 'democracia racial' dentro do clube Foto: Valéria Gonçalvez / Estadão Conteúdo Sebastião Arcanjo, presidente da Ponte Preta, chegou ao estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, com uma camiseta cinza de tecido leve por causa do calorão e uma estampa chamativa. Dois punhos erguidos, um branco e um negro, o símbolo da Ponte Preta e a frase: primeira democracia racial do futebol brasileiro. O lema quer unir o presente e o passado. Tiãozinho, como é conhecido, é o único negro entre os 40 presidentes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro. Paralelamente, o clube pede à Fifa que seja reconhecida como primeiro clube ...

    Leia mais
    Roger Machado e Marcão se cumprimentam no Maracanã.THIAGO RIBEIRO (AGIF)

    Cotas raciais, um caminho para melhorar o futebol

    Regras que incentivem contratação de técnicos negros podem tornar o esporte mais inclusivo e, ao mesmo tempo, conferir racionalidade às escolhas no comando dos times Por BREILLER PIRES, Do El País Roger Machado e Marcão se cumprimentam no Maracanã.THIAGO RIBEIRO (AGIF) O tema é complexo, mas, em algum momento, precisa ser discutido por clubes e federações de futebol. Na última edição da Série A do Campeonato Brasileiro, apenas três técnicos negros comandaram equipes, sendo que dois deles (Marcão e Dyego Coelho) trabalharam como interinos. Somente Roger Machado, do Bahia, continua no comando este ano. Coelho deu lugar a Tiago Nunes no Corinthians. Apesar do melhor aproveitamento entre os três treinadores do Fluminense na temporada, Marcão não foi cogitado para permanecer e retornou à condição de auxiliar, substituído por Odair Hellmann. Há um claro privilégio a brancos em posições de liderança, reflexo de um país onde só ...

    Leia mais
    Jordan Torunarigha (camisa 25) avisa companheiros de time dos cânticos racistas — Foto: Reuters

    Schalke 04 é multado em R$ 236 mil após cânticos racistas contra jogador do Hertha

    Jordan Torunarigha escutou gritos de macaco vindo de parte da arquibancada durante jogo na semana passada pela Copa da Alemanha Do Globo Esporte Globo Esporte  Jordan Torunarigha (camisa 25) avisa companheiros de time dos cânticos racistas — Foto: Reuters O Schalke 04 foi multado em 50 mil euros (cerca de R$ 236 mil) por cânticos racistas port parte de seus torcedores fizeram durante a vitória sobre o Hertha Berlin, na semana passada, pela Copa da Alemanha. A punição foi determinada nesta terça-feira pela Federação Alemã de Futebol (DFB). A entidade diz no comunicado que o Schalke poderia usar até 16 mil euros de fundos próprios para projetos de combate ao racismo e à discriminação, com esse valor sendo deduzido da multa. O DFB alertou o Schalke de sanções mais duras em caso de novo incidente racista. Esta não é a primeira vez que o Schalke está no ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Atacante do Athletic Bilbao é alvo de ofensas racistas durante jogo do Espanhol

    Torcedores do Espanyol imitaram macacos para Iñaki Williams enquanto este se encaminhava para o banco de reservas após ser substituído; clube promete investigação Do Estadão  Geledés O atacante Iñaki Williams, do Athletic Bilbao, foi alvo de ofensas racistas durante a partida entre sua equipe e o Espanyol no estádio Cornellá-El-Prat, casa do adversário, neste sábado, 25. Enquanto Williams se dirigia para o banco de reservas após ser substituído por Raúl Garcia, os fãs do time catalão fizeram barulhos de macaco para ele. O jogo terminou empatado em 1 a 1. Williams reagiu ofendendo os que lhe insultavam de 'filhos da p***' e, ao se sentar no banco, comentou o ocorrido com companheiros de time, incluindo o capitão do Athletic, Muniain. O juiz da partida, Sánchez Martínez, foi avisado da situação, mas não a registrou na súmula. Ainda assim, o incidente deve ser investigado por LaLiga, entidade ...

    Leia mais
    Quando estava no Flu, Yony foi alvo de um dos 59 casos de injúria de 2019 Foto: Alexandre Cassiano

    Racismo no futebol cresce; clubes engatinham na orientação a jogadores

    Casos de injúria nos estádios do país bateram recorde em 2019 Por Rafael Oliveira, do O Globo Quando estava no Flu, Yony foi alvo de um dos 59 casos de injúria de 2019 (Foto: Alexandre Cassiano) A discussão nas redes sociais cresceu. Times, técnicos e jogadores passaram a se posicionar. Mas o racismo ainda é tabu. Ao mesmo tempo que aprenderam a importância de conscientizar suas torcidas, são poucos os clubes que realizaram alguma ação voltada aos próprios jogadores – justamente os principais alvos de injúria no esporte. Em geral, o tema só é abordado depois que um atleta é atacado. Só aí, muitos deles tomam ciência de seus direitos, como o de denunciar as ofensas à arbitragem e de fazer registro na delegacia local. Dos portões para fora, houve um avanço no posicionamento do futebol brasileiro contra manifestações racistas. Os números mostram que o embate ...

    Leia mais
    Brighton e Chelsea empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira (Foto: Getty Images)

    Torcedores são presos por racismo e homofobia em Brighton x Chelsea

    Os três detidos durante empate em 1 a 1, no dia 1º de janeiro, aguardam julgamento; Paul Barber, executivo do time da casa, declara repugnância aos atos: 'Estamos cansados' No Lance! Brighton e Chelsea empataram em 1 a 1, nesta quarta-feira (Foto: Getty Images) Três torcedores foram presos por ofensas racistas e homofóbicas durante o empate em 1 a 1 entre Brighton e Chelsea, no dia 1º de janeiro, na Amex Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Inglês. As detenções foram anunciadas em comunicado do clube do litoral sul britânico, mandante da partida. O Brighton informou que dois homens foram expulsos do estádio por conta de insultos racistas a jogadores do Chelsea, e outro visitante por supostas ofensas homofóbicas em direção a torcedores locais . “Todos os três foram detidos pela polícia fora do estádio e aguardam julgamento”, informou o comunicado. - Mais uma vez nossa ...

    Leia mais
    Alexandre Vidal/Flamengo/Divulgação

    Thuler e Lincoln: quando o racista é seu amigo

    Durante uma live no instagram entre os jogadores do Flamengo, Vinícius Souza e Lincoln, o também jogador do Flamengo, Matheus Thuler chamou o Lincoln de “macaco”.  Vinicíus Souza e Matheus Thuler estão passando férias no Rio Grande do Norte, ao perceber que a conversa ocorria entre Vinícius Souza e Lincoln, Matheus Thuler o chama de macaco, logo após é repreendido por Vinícius Souza, que diz “que é isso cara”, na sequência do vídeo Matheus Thuler fala com Lincoln “eaí preto”.  A live que durou apenas 23 segundos acabou sendo encerrada em seguida pelo jogador Vinícius Souza. por Henrique Oliveira no Rever Online Alexandre Vidal/Flamengo/Divulgação Em função das críticas na rede social, Matheus Thuler fez postagens em seus perfis no instagram e twiiter, pedindo desculpas, no entanto, não pediu desculpas diretamente a Lincoln, mas sim a quem o estava criticando e “se sentiu ofendido.“ “Te amo, irmão! ...

    Leia mais
    Reprodução/Twitter

    Jogadores se unem contra o racismo na Inglaterra

    Após o episódio racista que ocorreu na partida entre Chelsea e Tottenham no domingo (22), no qual o jogador 'azul' Antonio Rudiger teve que suportar parte da arquibancada fazendo barulhos imitando um macaco toda vez que tocava a bola, jogadores da Premier League deram um passo à frente para que o governo britânico interfira totalmente neste problema e investigue o racismo existente no futebol inglês. Por  Lucho Mera, do Sky Boo k365 Reprodução/Twitter PFA want government action after alleged racist abuse of Rudiger https://t.co/logvnuuVyi pic.twitter.com/pMKLa98QeR — Sports News Today (@SportsNewsToda4) December 23, 2019 TEMPO DÍFICIL PARA RUDIGER O zagueiro do Chelsea, o alemão Antonio Rudiger, foi alvo de cantos racistas em várias ocasiões pelos torcedores do Tottenham Hotspur, na partida de Londres disputada no domingo (22) e que terminou com a vitória do time de Frank Lampard. O árbitro parou a partida no segundo tempo e ...

    Leia mais
    SERIE A Image caption O diretor-executivo da Série A, Luigi de Siervo, e o artista Simone Fugazzotto, autor dos cartazes, apresentaram a campanha em entrevista coletiva na segunda-feira

    A polêmica decisão do campeonato italiano de futebol de combater racismo com imagens de macacos

    A Série A do campeonato italiano usou imagens de macacos em uma campanha contra o racismo, menos de três semanas depois de os clubes terem se comprometido a combater o "grave problema" que permeia o futebol no país. No BBC Os cartazes da campanha "Não ao racismo" — que serão exibidos na sede da Liga Italiana, em Milão — retratam três macacos com rostos pintados. "Mais uma vez o futebol italiano deixa o mundo sem palavras. É difícil imaginar no que a Série A estava pensando, quem eles consultaram?", afirmou a organização Fare Network, que luta contra a discriminação no futebol europeu. "Em um país em que as autoridades fracassam em lidar com o racismo semana após semana, a Série A lançou uma campanha que parece uma piada de mau gosto." "Essas criações são uma afronta; vão ser contraproducentes e continuam a desumanizar os afrodescendentes." "Chegou a hora dos clubes ...

    Leia mais

    Bahia honra sangue negro e assume ponta contra elitização do futebol

    O desenvolvimento do futebol está associado com os movimentos da classe trabalhadora no Reino Unido. O Manchester United, maior campeão inglês de todos os tempos, foi fundado por um ferroviário. Cidades industriais como Birmingham e Newcastle também tinham forte identificação com o esporte. Por Kauê Vieira, do Hypenees A relação entre a classe trabalhadora e o futebol teve um ponto de inflexão em uma desgraça que marcou para sempre a forma com que os britânicos acompanhavam seus clubes do coração. O desastre de Hillsborough, que matou 96 pessoas durante uma partida do Liverpool, foi o álibi perfeito para a elitização do esporte – movimento comandado com mão de ferro por Margareth Thatcher durante o início da década de 1990. Thatcher é acusada de iniciar gentrificação do futebol inglês (Foto: PA Archive/Reprodução) Para se ter ideia dos efeitos da gentrificação, entre 1990 e 2008 os preços dos ...

    Leia mais
    O meia brasileiro Fred, do Manchester United, que foi alvo de manifestações racistas durante o jogo contra o Manchester City, neste sábado, 7 (Phil Noble/Reuters)

    Homem que fez gestos racistas para Fred é preso em Manchester

    Anthony Burke, de 41 anos, que imitou um macaco para ofender o volante brasileiro, deve ser banido pelo Manchester City para sempre Por Gazeta Press, na Veja O meia brasileiro Fred, do Manchester United, que foi alvo de manifestações racistas durante o jogo contra o Manchester City, neste sábado, 7 (Foto: Phil Noble/Reuters) A polícia de Manchester anunciou neste domingo que Anthony Burke, torcedor do Manchester City que fez gestos racistas ao meia brasileiro Fred, do Manchester United, foi preso. Durante o dérbi de Manchester, vencido pelo United por 2 a 1, vídeos que circularam pela internet mostraram Burke imitando um macaco para Fred. Chris Hill, superintendente da divisão que executou a prisão, avisou que casos como esse não serão tolerados. “Gostaria de agradecer ao público pelo apoio. Qualquer tipo de racismo não tem lugar no futebol ou em nossa sociedade e espero que essa prisão ...

    Leia mais
    Casos de racismo bateu recorde no Brasil — Foto: Arte GloboEsporte.com

    No mês da consciência negra, relatório mostra recorde de ofensas racistas no futebol brasileiro

    Parcial do levantamento anual mostra 53 casos envolvendo clubes brasileiros; em 2018, o estudo apontou 44 ocorrências Por Elton de Castro, do Globo Esporte Casos de racismo bateu recorde no Brasil — Foto: Arte GloboEsporte.com No mês da consciência negra, o futebol brasileiro deu mais uma demonstração de que o racismo está longe de ser um problema superado. Isso porque o Observatório da Discriminação Racial no Futebol divulgou uma parcial do relatório que mensura a incidência de casos racistas no futebol brasileiro e o número aponta para um recorde em 2019, em relação aos levantamentos dos cinco anos anteriores: são 53 casos envolvendo clubes do futebol nacional, sendo 47 em campeonatos nacionais e seis em torneios organizados pela Conmebol. Em 2018, ano que detinha a pior marca até então, ocorreram 44 casos. Casos de discriminação racial em 2019 — Foto: Reprodução Observatório ...

    Leia mais
    Glyn Kirk/AFP

    Willian cobra entidades após racismo na Ucrânia: “Federação não se pronunciou”

    Atacante do Chelsea diz que também foi vítima de ofensas quando jogava no Shakhtar. De volta à Seleção após a Copa América, ele pede equilíbrio ao time de Tite contra a Argentina Por Bruno Cassucci, do GE Primeiro jogador a conceder entrevista coletiva na última rodada de amistosos da seleção brasileira em 2019, o atacante Willian lamentou o episódio de racismo sofrido por Taison, no Shakhtar, da Ucrânia, no último domingo. Ex-jogador da equipe ucraniana, Willian cobrou respostas de entidades e federações para punir e coibir casos como esse. Para o atacante, que atuou pelo Shakhtar, os jogadores têm limite em reações e a responsabilidade deve ser dividida com dirigentes. Thiago Silva, Casemiro, Willian, Arthur e Richarlison no treino da seleção brasileira em Abu Dhabi   (Foto: Pedro Martins/MoWa Press) – É mais um episódio triste que acontece no futebol. Nós, jogadores, o que está ao nosso ...

    Leia mais
    Imagem: Geledés

    Racismo no Mineirão: ‘Olha a sua cor’, diz torcedor do Atlético em discussão com segurança

    Clássico contra o Cruzeiro terminou com confusão generalizada no estádio No Superesportes Imagem: Geledés Durante discussão com um segurança que trabalhava no Mineirão no clássico entre Atlético e Cruzeiro na tarde deste domingo, um torcedor alvinegro, não identificado, praticou injúria racial. "Olha a sua cor", diz, no segundo 56 de um vídeo publicado pelo jornalista Lucas Von Dollinger no Twitter Muita confusão entre torcedores e seguranças no clássico @Cruzeiro x @Atletico “. pic.twitter.com/mY8768zHcE — Lucas Von Dollinger (@LucasDVon) 10 de novembro de 2019 Não bastasse a injúria racial de que foi vítima, o segurança ainda levou uma cusparada no rosto do mesmo torcedor, como mostra o vídeo divulgado pelo jornalista Fael Lima no Instagram.   Ver essa foto no Instagram   Além de ser vítima de racismo, o segurança Fábio Coutinho recebeu uma cusparada na cara durante a discussão. Uma publicação compartilhada por Fael Lima (@faelslim) ...

    Leia mais
    Credit: Getty - Contributor

    Por que razão o racismo ainda é uma questão europeia?

    Nas últimas semanas, Lilian Thuram, futebolista campeão do mundo pela França em 1998, voltou ao centro das notícias e debates na Europa quando se pronunciou em defesa de um jogador negro vítima de racismo de torcedores. Thuram teve a coragem de dizer que os brancos pensam ser superiores e acreditam nisso, pois o racismo é uma construção de séculos e muito difícil de ser mudada (1). O fato de a frase virar alvo de polêmica revela a necessidade de se discutir o racismo na Europa como um legado da história imperial ultramarina de diversos países europeus, mas também a necessidade de ir além desta discussão. Como afirma Ângela Davis, “não basta não ser racista, há que ser antirracista” (2). Por FERNANDA VILAR, do Buala  Lilian Thuram | Foto Conselho da Europa Fundador da Associação pela Educação contra o racismo (3), Thuram foi acusado de racismo anti-branco, ...

    Leia mais
    Roger Machado /Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

    Combate ao racismo: Assembleia vai conceder Mérito Farroupilha ao técnico Roger Machado

    Por unanimidade, os parlamentares que integram a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa aprovaram, nesta terça-feira (22), a proposição do deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) em conceder a Medalha do Mérito Farroupilha ao técnico de futebol do Bahia, Roger Machado Marques. O Mérito Farroupilha é a mais alta honraria concedida pelo Parlamento gaúcho, e cada parlamentar pode concedê-la apenas uma vez a cada legislatura. No caso de Roger, a homenagem, conforme Valdeci, visa valorizar e reconhecer o profissional, gaúcho de Porto Alegre, que tem trazido a público o tema do racismo e da discriminação. Do Sul 21 Roger Machado (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG) “Com essa homenagem, a Casa Legislativa tem a oportunidade de reafirmar sua posição inequívoca de combate a todas as formas de preconceito, intolerância e em defesa de uma cultura de paz”, avalia Valdeci, que também atua como coordenador da Frente Parlamentar contra o Racismo. Ao ...

    Leia mais
    Torcedores búlgaros fazem saudações nazistas durante o jogo contra a Inglaterra, em Sófia - Nikolay Doychinov/AFP

    Atos racistas de torcedores põem futebol europeu contra a parede

    Ineficiência de entidades para combater discriminação gera críticas de políticos Por Bruno Rodrigues, da Folha de São Paulo Rugidos de macacos, saudações nazistas e blusas com o logo da Uefa e a inscrição "no respect" (sem respeito, em inglês), como forma de ironizar a campanha da entidade europeia por um ambiente mais amigável no futebol, compuseram as cenas mais comentadas da última rodada das eliminatórias para a Eurocopa-2020. Esses elementos fizeram parte do repertório de torcedores búlgaros na goleada por 6 a 0 sofrida para a Inglaterra, na segunda (14), em Sófia. O cenário, porém, não pode ser chamado pela Uefa de imprevisível. Para o confronto com os ingleses, o Estádio Nacional Vasil Levski já havia sido parcialmente fechado (5.000 lugares) por determinação da entidade após manifestações prévias de racismo por parte da torcida local. Jogadores ingleses também haviam dito, dias antes do duelo, que consideravam abandonar o jogo caso ...

    Leia mais
    Capas de jornais britânicos Foto: Reprodução

    Imprensa britânica exalta goleada sobre racismo. Veja capas

    Nesta segunda-feira, torcedores da Bulgária entoaram cantos racistas Por Gustavo Loio,  do O Globo  Capas de jornais britânicos Foto: retirada do site O Globo Nesta segunda-feira, a nota triste da rodada das eliminatórias para a Eurocopa-2020 aconteceu em Sofia, capital da Bulgária. Parte da torcida local fez gestos nazistas e entoou cantos racistas na goleada por 6 a 0 imposta pela Inglaterra . E grande parte da imprensa esportiva britânica exaltou a goleada sobre o racismo. O "Sun Sport", por exemplo, destacou: "Para Inglaterra dizemos respeito". O "Daily Express Sport" ressaltou: "Perdedores", com foto dos torcedores que entoaram cantos racistas. "Inglaterra 6 x 0 Racismo" foi outro destaque. Abaixo, veja as capas: Um dia iluminado da imprensa inglesa. Cada capa melhor que a outra! pic.twitter.com/bLaFrLCe6X — FutPapers (@futpapers) October 14, 2019 O jogo chegou a ser interrompido duas vezes. Os primeiros cantos racistas aconteceram em torno ...

    Leia mais
    Mauro Silva, vice-presidente da Federação Paulista de Futebol.ALEXANDRE BATTIBUGLI

    A barreira à ascensão dos dirigentes negros no alto escalão do futebol

    Dominado por presidentes e executivos brancos, cúpula da bola reproduz racismo que dificulta trajetória. Entre os 20 clubes que disputam a Série A, apenas Goiás e Grêmio mantêm diretorias de futebol chefiadas por negros Por Breiller Pires, do El País Mauro Silva, vice-presidente da Federação Paulista de Futebol. (Foto: ALEXANDRE BATTIBUGLI) Mauro Silva perdeu o pai aos 12 anos. A mãe, Luzia, não deixou de incentivá-lo a perseguir o sonho de se tornar jogador, desde que cumprisse uma outra obrigação: “Só vai jogar bola se estudar”. Em Campinas, enquanto treinava nas categorias de base do Guarani, o volante cursou processamento de dados no colégio técnico e concluiu a faculdade de informática antes de conquistar o tetracampeonato mundial com a seleção brasileira. Ele observa que a formação, complementada por especializações em finanças e gestão no futebol após encerrar a carreira nos gramados, foi fundamental para que se ...

    Leia mais
    Página 1 de 6 1 2 6

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist