ONU premiará ações que promovem igualdade de gênero na tecnologia

A ONU abriu inscrições para o prêmio anual Igualdade de Gênero e Integração em Tecnologia (GEM-Tech), condecoração global que reconhece ações de mulheres e homens que promovem a igualdade de gênero na área de Tecnologia de Informação.

O objetivo é reconhecer iniciativas que ajudam a reduzir ou fechar a brecha digital entre países, possibilitando um acesso igualitário à tecnologia.

A premiação deste ano terá três categorias: Mulheres no Setor de Tecnologia e Governança de Tecnologia Sensíveis ao Gênero, Política e Acesso e Aplicação de Tecnologia para o Empoderamento das Mulheres.

Os três vencedores finais receberão o prêmio em uma cerimônia realizada em Nova York. Eles serão selecionados por um comitê especialista da União Internacional de Telecomunicações (UIT), ONU Mulheres e dos vencedores do GEM-Tech 2014.

Os vencedores receberão o prêmio pelo secretário-geral da União Internacional de Telecomunicações (UIT), Houlin Zhao, e pela diretora executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuk.

Os interessados podem se inscrever até 31 de julho clicando aqui.

Informações no final da pagina em Inglês

+ sobre o tema

para lembrar

Por que as eleições legislativas nos EUA têm mais candidatas mulheres do que nunca

As eleições para o Legislativo dos Estados Unidos, realizadas...

Djamila Ribeiro é nomeada secretária-adjunta de Direitos Humanos

“Em tempos políticos tão conturbados, integrar a Secretaria Municipal...

Taxistas participam de curso sobre direitos da comunidade LGBT no Pará

Entidades que defendem os direitos humanos promovem o curso...

Na Rio+20, governo brasileiro e ONU Mulheres firmam cooperação Sul-Sul em igualdade de gênero

Serão investidos três milhões de dólares, doados pelo governo...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=