Orgulho de ser negra é tema de exposição no mês da mulher em São José

A exposição fotográfica “Cansei”, da artista joseense Larissa Isis, pode ser visitada até o dia 1º de maio no Espaço Arte do Centro da Juventude (Rua Aurora Pinto da Cunha, 131 – Jardim América). A visitação é aberta todos os dias das 8h às 21h.

Do Portal R3

Larissa Isis, especializada em retratar pessoas negras e a cultura afro-brasileira, apresenta um olhar sobre a realidade da discriminação racial sofrida por mulheres negras no Brasil. “Essa exposição fala do orgulho da mulher negra e de sua afirmação na sociedade brasileira. Sou negra, linda e sou capaz. Quando isso se resolve dentro de nós, não interessa o que os outros digam ou pensem, o que vale é o que nós somos”, explica a fotógrafa.

Inspirada pela famosa frase do ativista Martin Luther King: “Eu tenho um sonho. O sonho de ver meus filhos julgados por seu caráter, não pela cor da sua pele”, Larissa fez o ensaio fotográfico da mostra, resultando em 25 imagens, que montadas sobre painéis artísticos e explicativos, traduzem a beleza e a força do povo, que é uma das raízes do brasileiro.

Larissa fotografou 26 mulheres negras que em imagens, relatos e depoimentos mostraram o enfrentamento diário ao preconceito, ao racismo e à discriminação racial.

A mostra faz parte da programação especial em comemoração à mulher, realizada pela Prefeitura de São José dos Campos. Além dessa exposição, o Março Mês da Mulher conta com cerca de 30 atividades gratuitas e realizadas em mais de 20 lugares diferentes em todas as regiões da cidade, voltadas para as mulheres de São José dos Campos.

A programação completa do Mês da Mulher está na página da Secretaria de Promoção da Cidadania no site da Prefeitura de São José dos Campos ou pela Central 156 (ligação gratuita). Mais informações sobre a programação mensal do Centro da Juventude podem ser obtidas pelo telefone 3932-8631.

+ sobre o tema

para lembrar

Caneladas do Vitão: Uma vez Anielle, sempre Marielle 2

Brasil, meu nego, deixa eu te contar, a história...

Dizem que `num´pega, mas um dia ainda vão aprender que pega

Domingo passado, folheando revistas velhas, bati o olho numa...

Primeira vereadora negra eleita em Joinville é vítima de injúria racial e ameaças

A vereadora Ana Lúcia Martins (PT) é a primeira...
spot_imgspot_img

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...

Uma mulher negra pode desistir?

Quando recebi o convite para escrever esta coluna em alusão ao Dia Internacional da Mulher, me veio à mente a série de reportagens "Eu Desisto",...
-+=