‘Ovário artificial’ pode ajudar mulheres a engravidar após quimioterapia

Técnica foi testada com sucesso em camundongos, mas precisa de testes clínico

Do O Globo

Mulheres com câncer no ovário podem ter a fertilidade comprometida – WIKIMEDIA

Mulheres que passam por tratamentos envolvendo quimioterapia e radioterapia têm risco elevado de terem a fertilidade afetada. Para resolver esta questão, pesquisadores do Rigshospitalet, em Copenhague, na Dinamarca, estão desenvolvendo um “ovário artificial”, construído com tecidos e ovos humanos, que pode ser implantado em sobreviventes do câncer. A técnica, ainda em estágio inicial, também pode beneficiar mulheres com outras condições, como esclerose múltipla e beta talassemia, que também exigem tratamentos que afetam a fertilidade.

Hoje, mulheres diagnosticadas com câncer que desejem ser mães podem congelar tecidos do ovário antes dos tratamentos. Após a cura, os tecidos são reimplantados e elas podem recuperar a fertilidade naturalmente. Mas, em alguns casos, como tumores no ovário e leucemia, as células cancerosas podem afetar o próprio tecido do ovário. Nessas situações, existe o risco que o reimplante faça com que o tumor reapareça, fazendo com que a técnica não seja indicada.

No Rigshospitalet, uma equipe liderada por Susanne Pors acredita que os “ovários artificiais” podem ser uma opção mais segura. Em apresentação nesta segunda-feira, durante o encontro anual da Sociedade Europeia para Reprodução Humana e Embriologia, em Barcelona, os pesquisadores apresentaram uma técnica que consiste em “criar” um novo ovário.

Com agentes químicos, os cientistas retiraram todas as células de um tecido de ovário doado, incluindo células cancerígenas. No tecido nu, formado basicamente por colágeno, foram implantados folículos humanos, pequenos sacos que armazenam os óvulos até a maturação. Em laboratório, os pesquisadores implantaram um desses “ovários artificiais” com 20 folículos num camundongo e, após três semanas, vasos sanguíneos já estavam irrigando o ovário dentro do animal.

— Esta é a primeira prova de que podemos realmente sustentar estes óvulos. É um passo importante numa longa estrada — afirmou Susanne, ao “Guardian”.

TESTES EM HUMANOS PODEM ACONTECER EM 3 ANOS

Entre especialistas, o experimento foi recebido com esperança, mas com a ressalva de que testes clínicos ainda precisam ser realizados para comprovar a eficácia da nova técnica. A expectativa é que os primeiros testes com humanos aconteçam dentro de três a cinco anos.

— A capacidade de criar um “novo ovário”, removendo qualquer tecido que possa reintroduzir o câncer, permite o reimplante de um ovário seguro, com potencial para restaurar com sucesso a fertilidade — analisou Adam Balen, do Hospital Seacroft, em Leeds, na Inglaterra, não envolvido nas pesquisas. — Ainda é uma prova de conceito, com tecidos humanos transplantados em camundongos para demonstrar que o enxerto pode funcionar, mas precisa passar por testes clínicos.

À BBC, Stuart Lavery, ginecologista no Hospital Hammersmith, destacou que a técnica pode ter vantagens em relação aos atuais tratamentos de fertilização in vitro, por permitir que as mulheres engravidem “naturalmente”. Gillian Lockwood, diretor do Midlands Fertility, destaca que o implante dos folículos permite que as mulheres reiniciem seus períodos menstruais, evitando terapias de reposição hormonal.

+ sobre o tema

Novembro Azul: o Fim do Preconceito em nome da Saúde da Próstata

Se em Outubro costuma-se realizar a ação social de...

OEA condena Brasil por morte de sem-terra

Fonte: Folha de São Paulo Por Dimitri do Vale...

Violência contra a juventude negra é tema de reportagem e vídeos-série

Inscrições seguem até o dia 15 de dezembro no...

Elas geram riqueza mas não são devidamente reconhecidas e remuneradas

Estudo discute importância do trabalho doméstico da mulher na...

para lembrar

Obesidade infantil: OPAS recomenda incentivo à amamentação e impostos sobre junk-food

No início deste mês, o 53º Conselho Diretor da...

Juventude do PSDB reage a Coronel Telhada em Comissão de Direitos Humanos

No sábado (9), setores tucanos divulgaram nota em que...

Paraíba registra mais de seis mil casos de Aids em 11 anos

Há 30 anos, o dia 1º de dezembro foi...

PT assumirá comando da Comissão de Direitos Humanos no lugar de Feliciano

Possibilidade de o colegiado passar para as mãos de...
spot_imgspot_img

Governo define nova data para o ‘Enem dos concursos’; CNU será em 18 de agosto

O Ministério da Gestão divulgou, nesta quinta-feira (23), a nova data para o Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), que ficou conhecido como "Enem dos concursos"....

Anemia falciforme: 1º paciente no mundo inicia terapia genética contra a doença

Na quarta-feira, Kendric Cromer, um menino de 12 anos de um subúrbio de Washington, tornou-se a primeira pessoa no mundo com doença falciforme a...

‘Geração ansiosa’: transtornos mentais em crianças que vivem grudadas no celular aumentam no mundo todo

Veja o vídeo da matéria Crianças e adolescentes do mundo todo estão em perigo. É o que diz o livro “A geração ansiosa”, do psicólogo...
-+=