Para escapar da violência na Líbia, migrantes africanos procuram abrigo em país vizinho

Brasília – Mais de 1,2 mil migrantes africanos em busca de refúgio estão deixando o Sul da Líbia com destino a país vizinho Chade, para escapar da violência, de acordo com a Organização Internacional de Migração (IOM, na sigla em inglês).

Os migrantes, de 11 nacionalidades e vindos de países como a Nigéria, a Somália, o Sudão, a Etiópia e Burkina Faso, fazem parte de um grupo de milhares que chegaram a um centro da IOM na cidade de Sebha. Eles foram levados em um comboio de 15 caminhões que partiu ontem (2) da Líbia.

Segundo a IOM, centenas de migrantes permanecem em Sebha e aguardam ajuda para deixar o país.

Edição: Juliana Andrade

 

 

Fonte: Minuto Noticias

+ sobre o tema

Africanos estão entre as maiores vítimas do tráfico humano na Europa

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime,...

Socialistas franceses obtêm vitória no primeiro turno das eleições parlamentares

Hollande precisa ter maioria parlamentar para levar por...

Milhares de indianos pobres marcham por justiça social

Milhares de indianos entre os mais pobres do...

para lembrar

spot_imgspot_img

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto território sem história, aquela com H maiúsculo. Ninguém menos do que Hegel afirmou, ainda no...

Artista afro-cubana recria arte Renascentista com negros como figuras principais

Consideremos as famosas pinturas “A Criação de Adão” de Michelangelo, “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli ou “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Quando...

Com verba cortada, universidades federais não pagarão neste mês bolsas e auxílio que sustenta alunos pobres

Diferentes universidades federais têm anunciado nos últimos dias que, após os cortes realizados pelo governo federal na última sexta-feira, não terão dinheiro para pagar...
-+=