Paulo Freire tem estátua na Suécia ao lado de Neruda e Angela Davis

Quem não nasceu ontem por aqui sabe que o Brasil ama odiar seus mais importantes filhos da pátria. São diversos os exemplos de grandes brasileiros reconhecidos e celebrados em todo o mundo – menos por aqui. E nenhum outro nome é tão celebrado no mundo e, ao mesmo tempo, tão perseguido em seu próprio país como o educador Paulo Freire.

Por Vitor Paiva, do Hypeness

Imagem retirada do site Hypeness

Além de ser reconhecido por lei como o Patrono da EducaçãoBrasileira e de ser o terceiro teórico mais citado em trabalhos acadêmicos no mundo, Paulo Freire é o brasileiro mais homenageado e laureado em todos os tempos, com mais de 35 títulos de Doutor Honoris Causa de universidades em todo o planeta. Por acreditar que as populações mais pobres e oprimidas poderiam e deveriam recuperar sua humanidade através da educação, em seu próprio país ele vem cada vez mais sendo retratado como um mero doutrinador.

Um exemplo de tal reconhecimento internacional é a simbólica estátua de Paulo Freire em uma praça em Estocolmo, na Suécia. A estátua o localiza junto de outros seis nomes, reconhecidos como alguns dos mais importantes pensadores do século 20.

Estão ao lado de Freire na homenagem a feminista e sexóloga sueca Elise Ottesen-Jensen, a escritora sueca Sara Lidman, a intelectual e ativista pelos direitos negros norte-americana Angela Davis, o cientista e ecologista sueco Georg Borgström, o poeta chileno Pablo Neruda e o ditador chinês Mao Tsé-Tung.

A presença de Mao na estatua é evidentemente controversa e deslocada, e já houve intensos debates pela retirada do ditador da homenagem. A justificativa é o fato de seu “Livro Vermelho” ser, na prática, um dos mais influentes e vendidos trabalhos de teoria política do século.

Ainda assim, e especialmente diante da forte tradição democrática e progressista de um país como a Suécia, o significado da estátua é saber da importância do trabalho de Paulo Freire, que com sua “Pedagogia do Oprimido”, transformou e fundamentou um processo de transformação social em diversos lugares do mundo, como um dos mais importantes educadores da história.

Triste é pensar que, talvez pelo Brasil jamais ter se importado com a educação como se importava Paulo, é que hoje por aqui seu trabalho é cada vez mais perseguido – enquanto seguimos lançando a educação do país ao desespero.

Leia também:

Paulo Freire deve ser “expurgado” da educação brasileira?

Humanismo e esperança em Paulo Freire

+ sobre o tema

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram...

Convenção da extrema direita espanhola é alerta para o Brasil

"Manter o ideal racial de um continente branco de...

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05)...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

para lembrar

De onde fala Boris Casoy?

Seria ingenuidade não considerar um aspecto central neste contexto:...

Sem o Nobel, Malala é Recebida Pelo Casal Obama

    Steve Holland, WASHINGTON (Reuters) - A ativista adolescente paquistanesa Malala Yousafzai...

“Amigo do Obama” constrói pontes entre negócios e social na Bahia

Fundador da Vale do Dendê, aceleradora de negócios de...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do Estado emerge da catástrofe. A pandemia de Covid-19 deveria ter sido suficiente para demonstrar que...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um alerta sobre o impacto econômico e social das mudanças climáticas que atinge todo o mundo....

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, termina em 31 de maio. Até as 17 horas do dia 30 de...
-+=