Pergunte a um masculinista

No mundo atual, são poucas as pessoas que desconhecem o termo “feminista”. Há muita confusão com o termo, já que muitos pensam que feminismo é ódio aos homens, e a verdade não podia estar mais longe disso. Outros pensam que o feminismo tem a ver com a luta por igualdade de direitos. Mas a luta vai um pouco além do que simplesmente ter igualdade. Igualdade é ter todo mundo sendo tratado da mesma maneira. É dar uma caixa de madeira do mesmo tamanho para três pessoas de estaturas diferentes para que possam olhar acima do muro. Os mais altos vão ver super bem, os medianos vão continuar com dificuldade de ver, e os baixinhos vão continuar não vendo nada. O feminismo quer equidade. Quer caixas de tamanhos diferentes para que os mais baixinhos e os medianos e o altinhos possam ver super bem por cima do muro.

por  no Brasil Post

Mas você sabe o que é um masculinista? A grosso modo, é um cara que quer igualdade de deveres entre homens em mulheres, de acordo com o que eles divulgam para a mídia. Entretanto, eles são na verdade grupos de ódio contra as mulheres. Na agenda deles estão questões como, por exemplo, o serviço militar obrigatório para todos, homens e mulheres; o pagamento de pensão obrigatório para todos, homens e mulheres; o pagamento de valores iguais para homens e mulheres na entrada da boate. Vamos imaginar apenas por um segundo que estas questões sejam relevantes para a humanidade (calma, feministas, diálogo é tudo). Em vez de sairmos dizendo agressões gratuitas, vamos antes fazer algumas perguntas a masculinistas pra ver o que a gente podia estar considerando.

Questão 1: serviço militar obrigatório. Os masculinistas querem que as mulheres também sejam obrigadas a prestar serviço militar. Pergunta aos masculinistas: em vez de exigir que as mulheres também façam serviço militar só porque vocês têm que fazer… não era melhor protestar para que vocês homens também não sejam obrigados a fazer? Afinal, conheço muitos homens que são realmente de paz. Imagino porque isso incomoda vocês. Então… pela abolição do serviço militar obrigatório?

Questão 2: pagamento de pensão alimentícia. Os masculinistas querem que as mulheres também paguem pensão aos pais. Pergunta aos masculinistas: em quais circunstâncias? Em todas, como é agora para os homens ou somente se a mãe trabalhar, o pai não e a criança ficar com o pai? Porque em todas não dá. A mulher não tem os mesmos direitos que os homens. Nos dias de hoje, os homens ainda conseguem vagas de emprego em preterimento de uma mulher. Conseguem salários maiores. Conseguem promoções. Exigir que a mulher pague pensão quando ela não tem emprego e sabidamente tem menos chances de conseguir um que a sustente e dê para pagar pensão num mundo onde o seu trabalho é desvalorizado é absurdo.

Questão 3: pagamento do mesmo valor na entrada do clube/boate/discoteca para homens e mulheres. Pergunta aos masculinistas: vocês têm noção que a entrada franca para mulheres ou com preço menor tem como objetivo facilitar a entrada das mulheres nesses locais por: a) as mulheres, principalmente as mais jovens, ganham menos, são tuteladas, muitas só recebem mesada, muitas nem isso porque são controladas pelos pais, então tem menos pra gastar mesmo e b) as mulheres são o grande atrativo desses locais para os homens, se o clube for pouco frequentado por mulheres os homens vão deixar de frequentar. Em vez de exigir valor igual na entrada, não é melhor pensar no que isso representa para as mulheres? Essa entrada facilitada para as mulheres nesses locais não é por pura bondade dos proprietários ou gerentes. É para as mulheres servirem de entretenimento para os homens. Pensem em como vocês se sentiririam se suas irmãs, sobrinhas, filhas, fossem tratadas apenas como objetos sexuais.

Pergunte aos masculinistas se há pontos na agenda deles que sejam para o benefício deles mas que não prejudiquem mais ainda as mulheres. Quem sabe né? Porque do jeito que está agora… não rola. A gente sabe que nos grupos que a mídia não tem acesso, vocês pregam o estupro para corrigir o “defeito” das lésbicas. A gente sabe que vocês estão exigindo reparação dos produtores do remake de Mad Max única e exclusivamente porque há uma protagonista feminina no filme… e aparentemente ela tem mais falas do que o protagonista Max. Pergunte a um masculinista se as feministas também deveriam estar exigindo deveres iguais dos homens, como limpar e arrumar casa sozinhos 365 dias por ano, cuidar de filhos integralmente, estar sempre em forma, saradões (senão a mulher tem todo o direito de te largar por um modelo mais bonito e isso será visto com bons olhos pela sociedade), estar sempre arrumado, com cara de descansado, ter a opção de exigir de qualquer celebridade masculina para se despir para as revistas de moda com a frequência que se pede às celebridades femininas, e fazer todas as suas tarefas mesmo estando gripado.

Sugestão de video de Alessandra CazemiroMaioria Oprimida Legendado

+ sobre o tema

Hotel obriga mãe a tapar-se com um pano para amamentar bebé

"Comecei a alimentar, discretamente, a minha filha quando o...

Católicas Pelo Direito de Decidir lançará campanha em defesa do aborto legal

Católicas Pelo Direito de Decidir A organização feminista Católicas Pelo Direito de...

O cinema brasileiro é masculino e branco

Agência Nacional de Cinema lança pesquisa que revela o...

para lembrar

O problema de pedir para as mulheres dizerem ‘eu também’

Os homens é que deveriam ser pressionados a acabar...

Justiça do Pará garante que mulheres trans sejam protegidas pela Lei Maria da Penha

“Nosso objetivo foi levar aos desembargadores que vivemos em...

Trabalhadoras domésticas denunciam crime sexual em meio à pandemia

Mãe de uma menina de 1 ano, Nielly Vasconcelos,...

Movimento Negro destaca necessidade de combater o racismo para além dos campos de futebol

Ideia foi defendida em reunião de representantes do segmento...
spot_imgspot_img

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...

Em reunião com a ministra das Mulheres, movimentos denunciam casos de estupros e violência em abrigos para atingidos pelas enchentes no RS

Movimentos feministas participaram de uma reunião emergencial com a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, no final da tarde desta terça-feira (7), de forma online....

Documentário sobre Ruth de Souza reverencia todas as mulheres pretas

Num dia 8 feito hoje, Ruth de Souza estreava no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O ano era 1945. Num dia 12, feito...
-+=