Poesia: Ela gritou Mu-lamb-boooo!

Eita pombagira que risca
seu ponto no chão
Joga o corpo da menina
de joelho num surrão.

Grita ao vento seu nome
Como se quisesse dizer
Que mulher tem que se fazer ver.

Ela gritou Mu-lam-booo!
E veio
Fez pedido
Dizem que ela passou, não é?

Depois de uns outros tempos
Ela passou de festejo
Novamente.
E aí, revirou meu corpo
Meus sentido
Todos os meus ciclos.

Mulambo chegou
trouxe o feitiço
trouxe a ginga
a gira
Mulambo é mulher magia.

Ela gritou Mu-lam-boo!
Para todas as moças não esquecerem
que somos e temos força.
Axé
Feminino ancestral
Ela gritou Mu-lam-boo
Porque é preciso se fazer ver
Se fazer não esquecer.

Ela gritou Mu-lam-boo
E continua gritando como quem
Cuspiu fogo
Amor
Encanto
Caminho.
Saravá Pombagira


** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE. 

+ sobre o tema

Branqueamento, indígenas e o tráfico de escravos

Em sua tese de livre docência, John Monteiro afirmou...

Léo Lins, Fabio Porchat e o antirracismo de conveniência.

A repercussão de setores da grande mídia acerca da...

Memórias e Reexistências em Vozes Negras do Recôncavo Baiano

“Eu conheci dois escravos. Eu conheci minha madrinha Tereza,...

para lembrar

Feminismo pra quem? Protagonizado por quem?

Quais vozes são de fato ouvidas? Quantos problemas de...

Devir quilomba e a feminização do conceito de quilombo no Brasil

Faz tempo que a imagem dos quilombos tem sido...

Exposição: Imagens da Ancestralidade em tramas da pele

O Museu Afro-Brasileiro da Universidade Federal da Bahia dando continuidade...

Tudo que move é sagrado…¹

Teresa Cristina é sagrada, é sarcasmo, é poesia, é...

A pandemia, o racismo e o bode na sala¹

amigos e amigas do trabalho, da família e da luta social Vamos nos fortalecer para vencer o mal Fazer deste limão uma limonada, superar esta empreitada, e...

Identidade da mulher negra na escrita de Carolina Maria de Jesus: Proposta de leitura e produção nas aulas de literatura do 3º ano do...

“A vida é igual um livro. Só depois de ter lido é que sabemos o que encerra. E nós quando estamos no fim da...

Tudo que move é sagrado…¹

Teresa Cristina é sagrada, é sarcasmo, é poesia, é utopia, é rebeldia, é ventania, é alegria, é anti pandemia, é, é, é, é... É...
-+=