domingo, setembro 19, 2021
InícioQuestões de GêneroMulher NegraPoetisa e defensora dos direitos humanos, Maya Angelou morre aos 86 anos...

Poetisa e defensora dos direitos humanos, Maya Angelou morre aos 86 anos de idade

A escritora e líder do movimento pelo direitos civis, Maya Angelou, morreu na manhã de hoje nos Estados Unidos. Ela estaria lutando contra problemas de saúde e cancelou recentemente uma aparência programada em um evento especial a ser realizado em sua homenagem.

Angelou é considerada a principal escritora da comunidade afroamericana e ainda jovem tornou-se a primeira mulher negra a ser roterista e diretora em Hollywood. Nos anos 60 ela foi amiga de Martin Luther King Jr. e Malcolm X e serviu no SCLC com Dr. King, trabalhando durante anos para o movimento de direitos civis. Também nos anos 60, ela trabalhou e viajou pela África, como jornalista e professora, ajudando vários movimentos de independência africanos. Ela tinha 86 anos e nasceu em St. Louis, Missouri.

ESCRITORA MAYA ANGELOU FOI HOMENAGEADA COM A MEDALHA PRESIDENDIAL DA LIBERDADE PELO PRESIDENTE BARACK OBAMA (FOTO: GETTY IMAGES)
ESCRITORA MAYA ANGELOU FOI HOMENAGEADA COM A MEDALHA PRESIDENDIAL DA LIBERDADE PELO PRESIDENTE BARACK OBAMA (FOTO: GETTY IMAGES)

A poetisa e defensora dos direitos humanos Maya Angelou foi encontrada morta na manhã desta quarta-feira (28) em sua casa no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. Um zelador teria sido o primeiro a vê-la sem vida na residência em que morava, informou o site “New York Daily News”

Aos 86 anos de idade, Angelou sofria com problemas de saúde, que não foram divulgados, e chegou a cancelar uma aparição em um evento em sua homenagem na sexta-feira (30).

Angelou se tornou um ícone da literatura após publicar mais de 30 livros durante sua carreira. Uma de suas obras mais conhecidas é “I Know Why The Caged Bird Sings”, que relata detalhes de sua vida desde a infância até a adolescência.

Ela foi indicada ao prêmio Pulitzer, o maior do gênero, e recebeu mais de 50 diplomas honorários. Em 2011, o presidente Barack Obama lhe entregou a Medalha da Liberdade, uma das maiores honras civis do país.

RELATED ARTICLES