PoRos Da aLMa noS OmBros Da NoiTe

Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
Vi os pingos cair na lua
O oceano derreteu, a montanha caminhou, o vento congelou, o ar secou, o fogo desapareceu.
Estou do avesso
A.V.E.S.S.O
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
O som enxergou, a voz viu, o olhar ouviu, a pele sentiu:
O afeto, o abraço & o corpo…
Desapareceram 1 à 1, 2 à 2, 3 à 3…
Estou suspensa na nuvem
Amanhã foi ontem mais uma vez hoje
Os poros da minha alma choraram
A terra derreteu, o âmago soluçou & nas entranhas da terra se equacionou, o último susssuro.
Vírgula, Reticências
Etcetera e tal
Ponto Final.
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
Estou do avesso
A.V.E.S.S.O
O último susssuro, o afeto, o abraço, o corpo
Desapareceram 1 à 1, 2 à 2, 3 à 3
Estou pairada no ar
O espírito levita, evita voltar
O sangue ferve bolhas
Finitude
Chuva seca
Viver é protocolar
Um amor urgente
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
Vi os pingos cair na lua
O oceano derreteu, a montanha seco, o vento congelou, o ar caminhou.
O fogo desapareceu
Estou do avesso
A.V.E.S.S.O
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
O som viu, a voz respirou, o olhar escutou:
O afeto, o abraço, o corpo
Desapareceram 1 à 1, 2 à 2, 3 à 3
Hoje é Amanhã + 1 X  ontem
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
A terra derreteu, o âmago soluçou & nas entranhas da terra se equacionou:  O último susssuro
Vírgula, Reticências
Etcetera e tal
Ponto.
Final.
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
Estou do avesso
A.V.E.S.S.O
O último susssuro
O afeto, o abraço, o corpo…
Desapareceram 1 à 1, 2 à 2, 3 à 3
Ninguém falou nada?
Ninguém sabe nada?
Ninguém viu?
Estou pairada no ar
Assim mesmo suspensa
O espírito levita
Evita voltar
O sangue bolhas ferve
Finitude
Seca Chuva
Viver é protocolar
Urgente Amar!
O grito
A garganta libera a vida.
A vida o que é?
A vida quanto vale?
A vida de quem?
A vida: – qual seu CEP?
A vida pra quem?
A vida de quem?
A vida pra que?
….,’!?£€:;& ou +×÷- ou R$
OU @$!#:=÷+÷=%/\
Lágrimas são dores derretidas…
Pra caber mais vida
Pra caber mais amor
Pra que tanta D.O.R?
Os poros da minha alma choraram
Respingaram sangue.
S.O.L.I.D.Ã.O
Céu cinza, Sol ausente, Estrela sem brilho, Flores coloridas murchas…
Tenho um *oceano, vazio*, dentro de mim a procura de *afluentes secos*
Vi os pingos cair na lua
Etcetera & tal
Ponto final.
Estou à procura de vidas!
PQ o peso da vida,
Nos ombros da noite
Parece não ter FIM.
Nos ombros da noite.
Nos braços do céu.
A intrépida vida.
Faleceu…
No colo do luar.
No ninar dos mares.
A intrépida vida
Emudeceu…
No balançar das estrelas.
No abraçar do sol.
A intrépida vida
Se aqueceu no gelo…
E por apenas + 1 dia
Apenas + 1 dia
+ 1 dia
1 dia
Dia
Queria voltar pra casa
Pra casa
C
A
S
A
São corpos em cima de corpos…
Muitos corpos empilhados
Muitos corpos jogados
Muitos corpos largados
Corpos despachados, levados e quase todos sepultados:
Sem ritual.
Sem ritual
Atirados no valão
E + 1 irmão
Que enterra com as mãos…
E não pode chorar no caixão
Não tem ritual
Não tem ritual
E a pressa da morte
Tem + morte na fila
A espera de + corpos
Estou do avesso.
A.V.E.S.S.O
Raptaram, de novo, meu passado.
Condenaram meu futuro
Aniquilaram meu presente.
Dor crônica
Dor aguda
D.O.R é D.O.R
D.
O.
R.
Pulso Pulsante
A vida é Visceral.
Fim do começo do Fim do Começo do Fim
Eu amanhã morri novamente ontem e hj estou fora do meu corpo…
Decretei assim:
Vou ali me suicidar e depois eu volto…
Apenas + 1 Dia
Queria voltar pra C.A.S.A
PQ os ricos endinheirados
Riem dos resultados
Negativados
Da COVID 19
E seus empregados
Morrem alienados
Como gados!
Apenas + 1 D.I.A
Queria voltar pra C.A.S.A
1
D
I
A
Minha cAsA.
C
A
S
A
Pra entender a pandemia
Há de se ter empatia
PQ ela já existia com nome de F.O.M.E
Sulfato de hidroxicloroquina
OU
Fosfato de cloroquina
Não é refeição!
Coloca feijão
Na mesa do irmão!
E não venda caixão
A prestação…
Sulfato de hidroxicloroquina
OU
Fosfato de cloroquina
Não é refeição!
F.O.M.E
+ cultura e educação!
E
D
U
C. A. S. A
A
Ç
Ã
O
*Eloá Kátia Coelho*
Mestranda e Graduanda em Saúde Coletiva UFRGS
Cientista Social PUC/RS
Especialista em Direitos Humanos UNIFESP
Especialista em Educação UNIFESP
Especialista em Saúde Pública USP
Comitê Científico Contra Coronavírus *(C4)*
Comitê Popular em Defesa do Povo Contra o Coronavírus

+ sobre o tema

Tire seu racismo do caminho, que eu quero passar com minha cor

por Augusto Martini No último post que fiz, coloquei...

Indígenas denunciam violência e racismo na ONU

Em Genebra, governo brasileiro tenta ignorar acusações Por Felipe Milanez, da...

Ativista do Alemão critica falas de seu Jorge

Leonardo Souza, 28, integrante do coletivo Ocupa Alemão, escreveu...

Motivação de assassinato em escola sueca é racismo, confirma polícia

Jovem de 21 anos matou duas pessoas com uma...

para lembrar

spot_imgspot_img

Debate racial ficou sensível, mas menos sofisticado, diz autor de ‘Ficção Americana’

De repente, pessoas brancas começam a ser degoladas brutalmente com arame farpado. O principal suspeito é um homem negro que sempre está na cena...

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...
-+=