Preconceito e racismo: cadeia e multa para marginais

A Justiça fluminense deu um passo adiante na punição aos cinco jovens que agrediram a empregada doméstica Sirlei Dias de Carvalho Pinto, em 2007, na Barra da Tijuca. Eles disseram que a confundiram com uma prostituta e, por isso, lhe aplicaram uma surra, que limitou sua capacidade de trabalho (ela não tem força na mão direita). Ao julgar na quarta-feira 21 recurso dos réus, já condenados criminalmente, a Terceira Câmara Cível manteve R$ 100 mil de indenização por dano moral por agressor – e inovou na causa com o princípio da “obrigação solidária”.
Como a sentença destaca que são “devedores da integralidade das indenizações”, tese baseada na questão dos direitos humanos, segundo o relator Fernando Foch, Sirlei poderá exigir R$ 500 mil de todos, de alguns ou de cada qual dos condenados.(ISTOÉ – Ricardo Boechat)
Escrito por Magno Martins
Fonte: Blog Flores PE News

+ sobre o tema

O retorno do goleiro Bruno, entre a ressocialização e o cinismo

Atleta condenado pelo assassinato de Eliza Samudio é novamente...

Conectas cobra apuração rígida de mortes provocadas por ação da PM

Operação em Paraisópolis evidencia descaso da segurança pública com...

Pandemia amplia canais para denunciar violência doméstica e buscar ajuda

Entre as consequências mais graves do isolamento social, medida...

para lembrar

‘Ser ator negro é difícil’ diz Taiguara sobre a TV brasileira

Taiguara Nazareth, 35, ator que atuou na minissérie...

Ataques a religiões de matriz africana fazem parte da nova dinâmica no Rio

“TODO O MAL tem que ser desfeito, em nome de...

É tudo “brincadeira” / It is all a “joke”

É tudo "brincadeira" / It is all a "joke"...
spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...
-+=