Prefeitura penhora bens do Quilombo do Sacopã. Mais um efeito colateral da Olímpíadas contra negros e pobres da Cidade Maravilhosa

Querem asfixiar o Quilombo do Sacopã enquanto o Rio Festeja as Olimpíadas.

Por Marcos Romão, do Mamapress

Não há coincidências. Quando os tubarões da especulação imobiliária atuam simultaneamente para aniquilar o primeiro Quilombo Urbano da Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro.

Quando pensávamos que já estava tudo bem, recebemos na Mamapress e da Rede Rádio Mamaterra, um pedido de socorro urgente do Quilombo do Sacopã, através de seu líder, Luiz Sacopã, de 73 anos, que nos informou da gravidade da situação.

Semana passada o carro e os bens do septuagenário líder do Quilombo, Luiz Sacopã, foi penhorado por supostas dívidas caducadas de 30 anos atrás, pela secretaria de fazenda do município, o mesmo município que em 2012 reconheceu o Quilombo do Sacopã, como patrimônio cultural e físico a ser preservado e protegido pela própria prefeitura de Eduardo Paes.

Envolvido com as Olimpíadas o prefeito não pode receber as lideranças do Quilombo para resolver esta questão. Seu secretário prometeu ajudar.

Luis Sacopã teve que se internar e já não dorme há dias, pois o oficial de justiça já adentrou o espaço do Quilombo, dando um prazo de 30 dias para pagar o que eles não devem e nem teriam condições de pagar, pois vivem na linha da pobreza.

E mais, ao mesmo tempo a Polícia Militar montou um posto móvel com soldados na porteira do Quilombo.

Perguntados o que lá faziam, informaram que lá estavam para proteger o desembargador, que é a mesma pessoa que construiu e mora em um prédio de luxo de 12 andares que invadiu parte do Quilombo do Sacopã, e é representado por uma imobiliária fantasma que já tentou várias vezes através dos órgãos da justiça, despejar as famílias quilombolas do terreno de 7 alqueires em área privilegiada e supervalorizada da zona sul do Rio de Janeiro.

Sábado, 20 de agosto, a partir da 11 horas da manhã,  a Rede Rádio Mamaterra, o Sos Racismo Brasil e diversos grupos de direitos humanos, irão ao Quilombo do Sacopã prestarem sua solidariedade, à mais estas vítimas dosefeitos colaterais provocados pelas Olimpíadas 2016 do Rio de Janeiro.
Luiz Sacopã prometeu que vai botar mais água no feijão para não faltar comida para quem chegar.

+ sobre o tema

Hamilton Cardoso

Hamilton Cardoso (1953-1999) Sensibilidade, inteligência e solidariedade na luta contra...

Bailarino brasileiro dança em Paris ao som de Coltrane

A coreógrafa belga Anne Teresa de Keersmaeker, da companhia...

Educação matemática no samba que faz escola

Que as escolas de samba nos presenteiam todo ano...

Museu da Harley Davidson comemora mês da História Negra com exposição especial

por Fabiana Alves Em comemoração ao Mês da História Negra...

para lembrar

Gloria Maria explica corpão com “levantamento de filhas”

 A idade Gloria Maria não revela nem sob tortura....

‘Como descobri que meus antepassados participaram do tráfico de negros escravizados’

"Às vezes é melhor não mexer no passado." Por Jaime...

Lula: Desenvolvimento da África integra solução da crise mundial

O desenvolvimento do continente africano, com mais infraestrutura,...

Angela Maria

Abelim Maria da Cunha, Angela Maria,  nascida no dia 13 de...
spot_imgspot_img

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cinema de Cannes  2024 e um dos mais renomados e influentes da...

iAMO lança seu programa de residência artística audiovisual durante Festival de Cannes

O Instituto Audiovisual Mulheres de Odun (iAMO), presidido pela cineasta Viviane Ferreira, anuncia na sexta-feira, 17 de maio, o lançamento do seu Programa de...
-+=