Procurador-geral de Justiça anuncia troca da equipe que investigava caso Marielle

Enviado por / FonteDo Revista Fórum

Letícia Emily, promotora de Justiça recentemente escolhida para apurar o assassinato da ex-vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) decidiu trocar a equipe de promotores que estava à frente da investigação do homicídio. O anúncio, segundo Nicolás Satriano, do G1, foi divulgado nesta terça-feira (21) pelo procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, depois de reunião com outras autoridades ligadas ao caso.

“A partir de agora, a promotora de justiça Letícia Emiliy assume o caso e fez a opção de que trabalhassem com ela as estruturas do Gaeco, que é o Grupo de Combate ao Crime Organizado, e CSI, que é na Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público estadual”, destacou Gussem.

Questionado sobre as razões para a troca da equipe, Gussem disse que foi uma opção da própria promotora e que ela tem “independência funcional” para realizar a mudança.

O único a se pronunciar sobre o encontro foi o procurador-geral. Ele reforçou que existem fortes indícios de participação de grupos milicianos no homicídio Marielle (o motorista Andersom Gomes também foi morto na ação), e afirmou que a principal linha de investigação é de que se trata de um assassinato com motivação política. “Há um forte indício nesse sentido e parece que as investigações caminham num forte sentido de participação de milicianos”, completou o procurador-geral.

+ sobre o tema

Evento Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras leva autora Conceição Evaristo à Flipelô

Escritora, poetisa, romancista e ensaísta, Conceição Evaristo, 70 anos,...

Distribuição de absorventes beneficiará 24 milhões de mulheres

O governo federal divulgou, nesta segunda-feira (19), os critérios...

para lembrar

Parabéns a elas! Grandes mulheres da África de língua portuguesa

Angolanas, cabo-verdianas, guineenses, moçambicanas, são-tomenses. Africanas. Mulheres acima de...

Feminicídios no DF cresceram 45% neste ano em relação a 2022

Faltando quatro meses para acabar o ano, o número de...
spot_imgspot_img

Julho das Pretas: ‘Temos ainda como horizonte sermos livres das amarras históricas’, diz ativista

No dia 25 de julho será celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. E em alusão a data, o Julho das Pretas é realizado...

Meninas negras de até 13 anos são maiores vítimas de estupro no Brasil; crime cresceu 91,5% em 13 anos

O número de estupros no Brasil cresceu e atingiu mais um recorde. Em 2023, foram 83.988 casos registrados, um aumento de 6,5% em relação ao ano anterior....

Eugênio Bucci, Marilena Chaui e Sueli Carneiro são finalistas do Prêmio Jabuti Acadêmico; confira a lista completa

A Câmara Brasileira do Livro (CBL) anunciou, nesta quinta-feira (18), os finalistas do Prêmio Jabuti Acadêmico, que contempla obras científicas em 29 categorias, como Artes,...
-+=