sábado, fevereiro 4, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileiros e suas lutasProjeto do Estado resgata autoestima de comunidade quilombola

Projeto do Estado resgata autoestima de comunidade quilombola

O projeto beneficia a comunidade de Brejão dos Negros


O projeto ‘Resgate da Identidade do Povo do Brejão dos Negros – Perspectiva do Ser Quilombola’, desenvolvido pelo Governo de Sergipe através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides), encerrou a primeira etapa da capacitação no último sábado, dia 12, com um Festival Cultural. A comunidade realizou exposição do artesanato com direito a apresentação de grupos folclóricos e comidas típicas da região, além de assistir a um vídeo-documentário sobre os anos de luta e conquistas do povo de Brejão dos Negros.

De acordo com a diretora do Departamento de Renda e Cidadania (DRC), Heleonora Cerqueira, o encerramento do projeto vai acontecer na primeira quinzena de março, na Seides, quando será lançada uma cartilha que conta toda a história povo de Brejão dos Negros. “Todos que participaram do projeto vão estar presentes no lançamento da cartilha. É mais um material sobre a história dos quilombos em Sergipe. A cartilha deverá ser distribuída nas escolas da rede estadual”, ressaltou.

Para Antônio Oliveira, coordenador Estadual de Serviço Quilombola do Incra, a capacitação para as famílias quilombolas é mais uma oportunidade de conhecer a política do Programa Brasil Quilombola. “Através desses cursos eles têm a oportunidade de se auto-afirmar como remanescentes de quilombo”, observou.

Orgulhoso de ter conseguido o reconhecimento de quilombola, o agricultor Manoel Messias gostaria que todos os filhos naturais de Brejão dos Negros pudessem aproveitar o momento. “Acho essa iniciativa muito importante. Desde o início dessa política que a gente vem lutando. É uma coisa que a gente vem batalhando há mais de 20 anos, desde antes de o governador Marcelo Déda foi prefeito de Aracaju”, lembrou.

O padre Isaias, ex-pároco de Brejão dos Negros e um dos lutadores para que a comunidade resgatasse sua autoestima, acredita que toda capacitação é bem vinda para que o povo descubra seus direitos e conquiste seu espaço na sociedade. “Essa capacitação empodera as pessoas com conhecimento sobre seus diretos e organização do grupo. Toda capacitação que chega é importante para o fortalecimento da comunidade”, avaliou.

Projeto

O projeto foi financiado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), por meio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A iniciativa integra uma política de ação afirmativa em benefício da comunidade tradicional de Brejão dos Negros, povoado de Brejo Grande, na região do Baixo São Francisco, com o objetivo de despertar noções de pertencimento e identidade entre seus habitantes.

Conquistas

A comunidade de Brejão dos Negros foi certificada pela Fundação Cultural Palmares como remanescente de quilombo em julho de 2006. Com isso, o Governo Federal e Estadual em parceria com Ministério Público, vêm formulando e implementando políticas para a promoção da igualdade racial através de ações afirmativas para negros no país, voltadas principalmente no setor da educação.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a população declarada negra já supera o número de 80 milhões de brasileiros e, por isso, se faz necessário um conjunto de ações para combater a desigualdade e promover a igualdade racial com a inclusão do negro na cultura, educação, saúde, habitação e emprego. Oficialmente, o governo brasileiro tem 743 comunidades remanescentes de quilombos mapeadas, o que corresponde a cerca de 30 milhões de hectares ocupados e uma população estimada em dois milhões de pessoas.

 

Fonte: Agencia.se

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench