sábado, janeiro 15, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoRafa Rafuagi lança seu primeiro Livro dia 10 de dezembro Teoria Prática,...

Rafa Rafuagi lança seu primeiro Livro dia 10 de dezembro Teoria Prática, a história das juventudes na engenharia social

O potente jovem ativista social e mc da cultura Hip Hop Rafa Rafuagi vai lançar seu primeiro Livro, intitulado “Teoria Prática, a história das juventudes na engenharia social” no próximo dia 10 de dezembro, dia internacional dos Direitos Humanos, com Prefácio do maior sociólogo de língua portuguesa vivo, Boaventura de Sousa Santos, Posfácio do potente rapper Emicida, Comentários de Raull Santiago do Coletivo Papo Reto do RJ, Max Maciel do Ruas do DF, Alex Barcellos da Agência Solano Trindade de SP e Junior Torres da Cufa RS, ambos amigos de longa data de Rafa Rafuagi. “Este livro provoca a reflexão acerca da necessidade de uma Plano de Década para as periferias e favelas sul americanas, através do protagonismo juvenil continental. Buscamos fazer desta obra educacional um Best Seller das periferias brasileiras, criando pontos de leitura e literatura nas comunidades brasileiras, com distribuição gratuita do livro em projetos sociais”, destaca Rafa Rafuagi. Produzido pela editora Criação Humana, com apoio do Funproarte de Esteio-RS, a obra ainda contará como Rafa Rafuagi articulou redes em mais de 300 cidades espalhadas pelo mundo, com projetos em 10 países, e conquistou em seu portfólio parceiros do primeiro ao terceiro setor, como Organização Internacional do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, ONU Mulheres e Unesco, dentre outros.

blank

Rafa Rafuagi – biografia 2021 

Rafael Diogo dos Santos, vulgo Rafa Rafuagi, jovem negro de 33 anos de idade, nascido no dia 13 de setembro de 1988 em Porto Alegre/RS. Morador de Esteio/RS, completa em 2021 dezenove anos de atuação artística e social em âmbito nacional e internacional. É MC (mestre de cerimônias) do grupo de rap Rafuagi, premiado nome da Cultura Hip Hop do Brasil, reconhecido internacionalmente em países do continente americano e europeu, através dos Festivais Hip Hop Al Parque na Colômbia e Paris Hip Hop na França, onde é parceiro desde 2014, atualmente uma das principais referências da Cultura Hip Hop nacional em atividade, registrando mais de 1.000 shows em 300 cidades. Com 265 prêmios na carreira, destacam-se o Prêmio Hutúz 2006/2009, da Cufa; Prêmio Estadual de Direitos Humanos 2013 na categoria Garantia dos Direitos da Juventude, promovido pela Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos do Estado do Rio Grande do Sul/Brasil; Medalha Zumbi dos Palmares 2017, promovido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul e Prêmio Destaque Bom Exemplo na Educação 2021 do Grupo Sinos. 

Membro do Comitê Gaúcho Impulsor do HeForShe (Eles Por Elas) da ONU Mulheres, atuou como Consultor de Articulação Social e Mobilização Comunitária do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Programa de Oportunidades e Direitos (POD). É fundador e atual coordenador de Autogestão e Sustentabilidade da Associação da Cultura Hip Hop de Esteio, gestora do projeto da Casa da Cultura Hip Hop de Esteio, equipamento que se configura como a maior casa independente da América Latina e primeira do Estado do Rio Grande do Sul, atendendo 4000 jovens anualmente. É também fundador do projeto Museu da Cultura Hip Hop RS, o primeiro da América Latina, a ser inaugurado em Porto Alegre no dia 14 de maio de 2022. É fundador e educador popular da Universidade Popular dos Movimentos Sociais (UPMS) Vozes da Periferia. Criador do projeto Partiu Aula nas escolas gaúchas, ganhou selo de parceiro da Organização Internacional do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Sul. Atuou como educador social de comunicação comunitária no projeto Guardiões da Água do Semae, da Prefeitura Municipal de São Leopoldo/RS. 

Formado no curso de Epistemologias do Sul pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra/Portugal em 2018, desde 2012 é técnico em Publicidade e Propaganda pelo Colégio Cristo Redentor em Canoas/RS e, atualmente, é acadêmico de Direito na Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul. É idealizador do projeto de lei que institui a Semana Hip Hop em sete municípios do estado do Rio Grande do Sul (Esteio, Canoas, Pelotas, Cidreira, São Leopoldo, Novo Hamburgo e Montenegro) como eventos oficiais no período de 2011, 2012 e 2013.

Foi o delegado mais jovem e único representante da Cultura Hip Hop na delegação gaúcha presente na III Conferência Nacional de Cultura, realizada em 2013 na cidade de Brasília/DF. Também foi delegado gaúcho na Conferência Nacional da Igualdade Racial realizada em 2017 na mesma cidade. Elaborou e desenvolveu os projetos Observatório Comunitário de Editais e Incubadora Social, na Casa da Juventude nos bairros Guajuviras e Mathias Velho, ambos no Território de Paz do Pronasci em Canoas/RS, atendendo mais de 800 jovens da região metropolitana de Porto Alegre. 

É militante do movimento negro nacional, por meio das ações do grupo Rafuagi e do grupo Unir Raças, do qual sua mãe, Maria Odete Diogo dos Santos, é fundadora e está como presidenta. Entre parcerias musicais, destacam-se nomes como Emicida, Rashid, Daniel Drexler, MV Bill, RAPadura Xique Chico, Rappin Hood, Lica Tito, Nitro Di, SNJ, Vitin Onze:20, a atriz Denise Fraga e o sociólogo Boaventura de Sousa Santos, entre muitos outros, já tendo dividido palco com Wu Tang Clan, Mos Def, Gavlynn, Afu-Ra, DJ Premier, Caetano Veloso, Jorge Drexler, dentre outros. 

Rafa Rafuagi nas redes sociais: 

Facebook: /RafaRafuagiOficial 

Twitter: @rafuagi.brasil 

Instagram: @rafuagi 

Youtube: RafuagiRap 

Spotify: Rafuagi

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE.

RELATED ARTICLES