Registros de casos de racismo aumentam 50% entre 2022 e 2023 no estado de SP

Enviado por / FonteG1

Neste ano, entre janeiro e fevereiro, já foram registradas 1.037 ocorrências.

Números obtidos via Lei de Acesso à Informação pela TV Globo, mostram que o número de ocorrências registradas por racismo e injúria racial tiveram alta de 51% entre 2022 e 2023 no estado de São Paulo.

  • Em 2022 foram 4.473 casos
  • em 2023 subiu para 6.797, com aumento de 51%

Neste ano, entre janeiro e fevereiro, já foram registradas 1.037 ocorrências.

Na capital houve um aumento de 40% entre 2022, quando foram registrados 1.535 casos e 2023, com 2.160 casos. Entre janeiro e fevereiro deste ano, já foram registradas 417 ocorrências.

Ocorrências de racismo no estado de SP. — Foto: Reprodução/ TV Globo

Para o advogado José Luiz de Oliveira Junior, as pessoas estão tendo mais coragem para denunciar casos.

“As pessoas estão acreditando que é possível você alterar uma realidade, por isso elas denunciam mais. É totalmente plausível você observar que existe essa situação e você gera uma revolta nas pessoas e também uma discussão”, afirma.

Locais de maior ocorrência

Ainda de acordo com o levantamento, os locais onde ocorreram o maior número de ocorrências em 2023 foram em ruas e avenidas do estado, com 3.110 casos.

  • Em escolas e faculdades foram 479 casos
  • 305 casos na internet
  • 66 casos em shoppings
  • 41 em ambientes de trabalho

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) disse que intensificou as ações de combate à violência e intolerância e que, atualmente, todos os distritos policiais do estado estão aptos a acolher as vítimas, registrar e investigar delitos desta natureza.

Racismo é crime e as penas são prisão de dois a cinco anos e pagamento de multa.

+ sobre o tema

Skinhead que agrediu negros na zona sul já foi condenado por ataque a gays

Skinhead que foi preso na madrugada deste domingo (3)...

Mortes de negros na periferia resultam de escolhas históricas de governo

Pesquisa aponta alto número de jovens negros assassinados como...

para lembrar

África: lugar das primeiras descobertas, invenções e instituições humanas

Introdução A África mantém-se como um continente desconhecido para a...

Pôster chinês do novo Star Wars é acusado de racismo

A versão chinesa do cartaz de “Star Wars: O...

Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista

O lançamento do Índice Folha de Equilíbrio Racial (Ifer) me...

Holanda dá pouca atenção ao passado escravista

  Pela primeira vez, governo holandês não compareceu...
spot_imgspot_img

O papel de uma líder branca na luta antirracista nas organizações 

Há algum tempo, tenho trazido o termo “antirracista” para o meu vocabulário e também para o meu dia a dia: fora e dentro do...

Mortes pela polícia têm pouca transparência, diz representante da ONU

A falta de transparência e investigação nas mortes causadas pela polícia no Brasil foi criticada pelo representante regional para o Escritório do Alto Comissariado...

Presos por racismo

A dúvida emergiu da condenação, pela Justiça espanhola, de três torcedores do Valencia por insultos racistas contra Vini Jr., craque do Real Madrid e da seleção brasileira. O trio...
-+=