Saúde da mulher negra recebe atenção especial no Outubro Rosa

Toda sexta-feira deste mês será de ações para as mulheres negras na cidade

Por: Camila Costa

As políticas nacionais e estaduais de atenção à saúde da população negra estão inseridas na programação do Outubro Rosa em Rio Grande. Aproveitando a oportunidade de divulgar e esclarecer informações importantes, toda sexta-feira deste mês será voltada à parcela de mulheres com mais mortalidade no país. Na semana que vem o câncer de mama será o assunto do dia.

Apesar da presença ainda tímida do público, na tarde desta sexta-feira (3) aconteceu a primeira das ações programadas para promover a saúde da mulher negra durante este mês. Na Geribanda, localizada no interior da praça Tamandaré, o assunto do dia na roda de conversa eram principalmente as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). A coordenadora do programa Saúde da População Negra em Rio Grande, Luana Giacomini, acredita que, por ser um dos primeiros dias de atividades do Outubro Rosa, o público ainda não está inteirado do que está sendo promovido. Apesar de o mês ser dedicado ao câncer de mama, ela e a enfermeira do programa Saúde da Mulher destacam que a visibilidade que o Outubro Rosa ganhou nos últimos anos é uma chance ideal para divulgar outros problemas importantes com os quais as mulheres devem ter atenção.

c88176deabf6c3481bd6c71c16d3070bApesar da presença ainda tímida do público, na tarde desta sexta-feira (3) aconteceu a primeira das ações programadas para promover a saúde da mulher negra durante este mês (Foto: Marcus Maciel – DP)

Luana salientou que atualmente o país não possui dados muito concretos a respeito da saúde da população negra, mas que a política nacional vem ajudando a mudar esse quadro. “Queremos tratar todos iguais, mas foi percebido que isso não é efetivo na saúde”, explicou. Segundo ela, as mulheres negras precisam estar atentas a diabetes e hipertensão, já que a segunda é uma das doenças que mais atingem essa parcela da população. Luana e Vanessa reforçam que, apesar de ser voltado à mulher negra, o espaço das sextas-feiras está aberto a todas as mulheres.

Na próxima semana o assunto na roda de conversa da Geribanda será o câncer de mama, debatendo sobre a prevenção, os exames e tratamentos da doença que motivou a criação do Outubro Rosa. A atividade inicia a partir das 14h.

Fonte: Diário Popular

+ sobre o tema

Sobre a meRdicina brasileira: Que Venham os Médicos Estrangeiros by @lcdumontt

  Como é que um médico, que nos atende em...

Um tema tratado com tanto desrespeito e de forma covarde: O aborto

Descriminalização do aborto *Por Samantha Buglione   Descriminalizar o aborto não significa...

Covid-19: os riscos de não tomar a segunda dose da vacina

Num café da manhã com jornalistas realizado na última...

Começa nesta segunda teste que detecta dengue em 20 minutos em SP

Dispositivos do teste são parecidos com os que detectam...

para lembrar

Fenaj quer “mais responsabilidade” social na mídia

Em nota oficial, a Federação Nacional dos Jornalistas...

No trilho do trem, morreu na contramão atrapalhando o tráfego

Um vendedor é atropelado e morto por um trem...

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos

A Caixa Econômica Federal publicou nesta quinta-feira (22), no...

Maioridade penal só vai atingir a população pobre

A deputada estadual Ana Lúcia (PT) anunciou na manhã...
spot_imgspot_img

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...
-+=