quarta-feira, outubro 27, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaSenegal inaugura Museu das Civilizações Negras, com 14.000m².

Senegal inaugura Museu das Civilizações Negras, com 14.000m².

Inaugurado o ” Museu das Civilizações Negras” em Dacar, Senegal, o “Musée des Civilisations Noires”. O edifício está equipado com uma área funcional de mais de 14.000 m². É sem dúvida o maior museu na África Ocidental.

Viena – Enviado por Christiane Kassama

Tradução Marcos Romão, no Mamapress

Composto por salas de exposições, salas de conferências, escritórios administrativos, um centro multiuso, auditório, etc., é o Museu dedicado ao desenvolvimento das civilizações negras na África, começando com Núbia, o antigo Egito, Etiópia etc …

Criado com o apoio da China, o museu é um sonho dos anos 60.

De 1 a 24 de abril de 1966 , Dacar, a capital senegalesa, foi “ocupada por 2.000 artistas de países africanos, da diáspora africana e hóspedes de todo o mundo Africano.

Eles participaram do primeiro Festival Mundial das Artes Negras – nègres Festival des Arts.
Durante o festival, valores e realizações culturais dos negros e sua diáspora foram apresentados sob o lema “negritude”.

Exatamente 50 anos depois, a abertura deste museu é uma mensagem clara de Senegal para o mundo inteiro, como formulou o Ministro da Cultura e Comunicações, Mbagnick Ndiaye, em seu discurso de abertura no sábado, 23 de janeiro.

“O museu foi concebido como uma “Casa de renascimento e reconhecimento reparador das Civilizações Pretas da África e da sua Diáspora”.

Em Dakar, Cheikh Anta Diop, fundador da historiografia e modernidade Africano, realizou um trabalho pioneiro sobre a renovação da historiografia da África.
Cheikh Anta Diop é considerado um dos mais famosos egiptólogos do continente Africano. Aliás, a maior universidade de Senegal em Dakar leva o seu nome.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES