segunda-feira, setembro 20, 2021
InícioQuestões de GêneroMulher NegraSian Proctor é a primeira mulher negra a pilotar uma nave espacial

Sian Proctor é a primeira mulher negra a pilotar uma nave espacial

A professora de geociência é parte da missão Inspiration 4, da SpaceX, que retorna neste sábado (18) após três dias orbitando a terra

“Três astronautas negras chegaram ao espaço, e saber que serei a quarta significa que terei a oportunidade não apenas de realizar meu sonho, mas também de inspirar a próxima geração de mulheres e meninas negras. Realmente levá-las a pensar em alcançar as estrelas e o que isso significa”, disse Sian Proctor, em coletiva de imprensa um dia antes de viajar para o espaço a bordo da missão Inspiration 4, da SapceX, a primeira a levar uma tripulação composta apenas por civis para a órbita da Terra. Ao decolar, no dia 15 de setembro, além de fazer parte de um momento histórico para o turismo espacial, Sian Proctor se tornou a quarta mulher negra ao ir para o espaço e a primeira a pilotar uma nave espacial.

Sian Proctor possui doutorado em educação científica, é professora, artista e comunicadora científica. Chegou a ser finalista no programa de candidatos a astronautas da NASA em 2009 e é considerada uma “astronauta analógica”, ou seja, uma pessoa que realiza atividades em condições espaciais simuladas. Ela completou quatro missões analógicas, incluindo a missão totalmente feminina Sensoria Mars 2020, no Habitat de Simulação e Analogia de Exploração Espacial do Havaí (HI-SEAS). Também faz parte do currículo de Sian uma missão de quatro meses para apoio à ida a Marte, financiada pela NASA em HI-SEAS. Nela, a cientista fez parte da investigação de estratégias alimentares para voos espaciais de longa duração.

Natural da ilha de Guam, um território norte-americano na Oceania, ela dá aulas na faculdade pública South Mountain Community College, em Phoenix, no estado do Arizona.

blank
Sian Proctor, piloto da missão Inspiration4 (Foto: Inspiration4 / John Kraus)

A primeira mulher negra a voar para o espaço foi Mae Jemison, que voou no ônibus espacial Endeavour, com a missão STS-47, em 1992. Em seguida, Stephanie Wilson e Joan Higginbotham também voaram em missões de ônibus espaciais da NASA. Há ainda três outras mulheres negras que são astronautas da NASA, mas nunca voaram para o espaço: Yvonne Cagle, Jessica Watkins e Jeanette Epps, que foi selecionada pela NASA em 2009, na mesma rodada de seleção de astronautas que Proctor participou.

Segundo o site Space.com, Epps faz hoje parte da missão Starliner-1, da Boeing. Com lançamento previsto para 2022, essa será a primeira missão operacional da nave que levará uma tripulação de quatro pessoas à Estação Espacial Internacional. Cagle, por sua vez, trabalha na gestão da NASA atualmente e Watkins foi recentemente selecionada como parte da 22ª aula de astronautas da NASA.

Além de ser a primeira mulher negra a pilotar uma nave espacial, Proctor também será a mulher negra mais velha a ir para o espaço, voando aos 51 anos. Uma conquista que ela espera ser também uma inspiração para outras mulheres. “Acho que pode ser inspirador ver que aqueles sonhos que você teve quando criança ainda podem acontecer, porque muitas vezes pensamos que já perdemos nosso auge em nossos 20 e 30 anos. Mas não é verdade”, comentou.

Enquanto compartilha seu entusiasmo por fazer parte desta missão, Sian traz em suas falas mensagens importantes. Lembra que como uma mulher negra teve que lidar com pressões adicionais em sua jornada e ressalta que com seu projeto, batizado de  “Space2inspire,”  espera inspirar a criação do que chama de espaço JEDI, que significa um espaço: justo, equitativo, diverso e inclusivo.

Em julho de 2021, as missões que levaram os bilionários Richard Branson e Jeff Bezos para fora da Terra deram início ao chamado “turismo espacial”. No dia 15 de setemebro deste mesmo ano, o lançamento do SpaceX Crew Dragon ficou marcado como o primeiro voo orbital da história com tripulação composta somente por pessoas comuns. Após três dias de viagem, a nave deve retornar à Terra hoje, 18, às 20h06. 

O voo faz parte da missão Inspiration4, que introduz o magnata Elon Musk e a fabricante de foguetes SpaceX na disputa do turismo espacial. A viagem foi fretada pelo dono da empresa Shift4 Payment, Jared Isaacman, de 38 anos.

RELATED ARTICLES