“Situação é de desespero”, diz Regina Manssur sobre nova Lei das Domésticas

Com cinco empregados fixos em casa, a advogada participante do programa “Mulheres ricas” da TV Bandeirantes afirma que a legislação trabalhista brasileira “é paternalista”

A socialite Regina Manssur está preocupadíssima com a aprovação da Lei das Domésticas pelo Congresso , na última terça-feira (26).

Com cinco empregados fixos em casa, a advogada participante do programa “Mulheres ricas” da TV Bandeirantes  afirma que a legislação trabalhista brasileira “é paternalista”.

Segundo ela, o excesso de direitos pode pesar no orçamento dos patrões e resultar em demissões.

“Nem todo patrão é ruim e nem todo empregado é vítima”, defende Regina, que sugere o uso de livro-ponto para controlar os horários desses profissionais e até câmera para as donas de casa se resguardarem de processos trabalhistas.

“Eu não admito funcionário com filho pequeno. Infelizmente. Porque é uma carga que não vou poder ter. Da mesma forma em que no meu escritório não admito moças que vão ficar grávidas”, argumenta.

+ sobre o tema

Janete Pietá

Janete Rocha Pietá nasceu no Rio de Janeiro em...

Crianças criam suas próprias bonecas da Rey, personagem de “Star Wars: O Despertar da Força”

Assim como aconteceu com a Viúva Negra e Gamora, super-heroínas de “Os...

O racismo e as mulheres negras

Num contexto em que as reações antirracistas sacodem a...

Lélia Gonzalez é referência na luta contra a discriminação da mulher negra

Viva Maria começa hoje (21) as comemorações do Dia...

para lembrar

A máquina de fazer ativistas não respeita subjetividades

É comum nos movimentos sociais a ideia de coletividade...

Ato das trepadeiras contra mais um femicídio na MPB

Não é um problema do RAP, não é um...

Pelo menos sete casos de violência contra mulher são registrados este domingo

Quantidade de ocorrências espantou a PMDF, que lembrou sobre...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=