Suecos se unem contra racismo em classificação para as oitavas

Suécia comemorou muito a vitória por 3 a 0 e a consequente classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo. Além da torcida pela vitória, grande parte da população se uniu para defender Jimmy Durmaz e mostrar que não é um país racista.

Do ESPN

Foto: Jimmy Durmaz e Sebastian Larsson – AFP

Durmaz cometeu uma falta diante da Alemanha nos acréscimos do jogo válido pela segunda rodada, e na cobrança Toni Kroos mandou no ângulo, garantindo a vitória alemã. O jogador acabou culpado pela derrota e recebeu xingamentos por conta do seu sobrenome, de origem turca.

Nesta quarta-feira, a ministra dos Esportes da Suécia, Annika Strandhall, postou uma foto com a camisa da seleção e o nome de Durmaz as costas, gesto repetido por outros torcedores.

Além disso, milhares postaram a hashtag #wearesweden (nós somos Suécia), rejeitando qualquer tipo de racismo no país.

Durmaz, após a partida, disse que ficaria focado apenas no futebol, não falando sobre questões externas. Antes, o jogador revelou toda sua tristeza com as ameaças.

“Eu sou um jogador de futebol de alto nível, ser criticado é algo que temos que viver com isso, mas ser chamado de ‘imigrante de merda’ e ‘homem-bomba’, e receber ameaças de morte contra mim e meus filhos é completamente inaceitável. Eu sou sueco, com orgulho de vestir nossa camisa ou nossa bandeira. Eu gostaria de agradecer às pessoas boas, maravilhosas, que espalham alegria. Isso nos abraça. Nós ficaremos unidos, somos todos suecos”, disse o jogador.

O racismo na Suécia já havia sido levantado por Ibrahimovic, que disse que parte do país o persegue por seu sobrenome não ser originalmente sueco.

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

‘Família negra e feliz’ provocou reações fortes, diz diretor do Boticário

Alexandre Bouza afirma que comercial não queria discutir questão...

Roberto Carlos desconhecia o racismo na Rússia?

Roberto Carlos desconhecia o racismo na Rússia? Quando...

Filho de André Marinho, ex-Br’oz, é vítima de racismo

Cantor fez vídeo com desabafo do menino e recebeu...

Triste com atos racistas na Europa, Betão cria campanha na Ucrânia

Por Felippe Costa Mais maduro pela chegada do pequeno...
spot_imgspot_img

Governo diz que vai cobrar Uefa sobre racismo contra Vini Jr; Lula afirma que ofensas são ‘manifestações de barbárie’

O governo brasileiro informou nesta quinta-feira (14) que vai acionar a Uefa, organizadora do torneios europeus, sobre os atos racistas praticados por torcedores do Atlético de Madrid...

Seleção brasileira recebe prêmio Fair Play da Fifa por luta contra o racismo após ataques a Vinicius Jr.

O prêmio fair play no Fifa The Best vai para o Brasil. A seleção brasileira masculina profissional recebeu a honraria por conta de sua campanha contra...

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...
-+=