Suicídio de jovem negro teria sido motivado por racismo; dois são presos

Jovem negro de 15 anos publicou mensagem de despedida no Facebook antes de cometer suicídio. Erick Maina sofria com ofensas racistas

no Pragmatismo Político

Dois adolescentes foram presos em Liverpool, na Inglaterra, por serem suspeitos da autoria de pixações racistas em uma escola, neste fim de semana. O episódio acontece no momento em que a comunidade ligada ao colégio lamenta o suicídio de um aluno negro, que foi encontrado morto no último sábado. As informações são da BBC e do Daily Mail.

Segundo a publicação, o corpo de Erick Maina, 15 anos, foi encontrado em sua casa horas depois de ele ter publicado “Bye” (em português, “Tchau”) em seu Facebook. O adolescente estudava no colégio Maricourt Catholic High School. Durante o fim de semana, funcionários e alunos da escola realizaram uma vigília em sua homenagem.

No entanto, no início da manhã desta segunda-feira, pixações racistas foram encontradas na escola e em um parque próximo ao local. Um adolescente de 17 anos e outro de 18, que não tiveram as identidades reveladas, foram detidos por serem suspeitos do crime. Erick era negro e as ofensas seriam direcionadas a ele.

Os atos de vandalismo estão sendo investigados. A morte de Erik não passa por investigações, pois – segundo a polícia local – o suicídio já foi comprovado.

+ sobre o tema

Show de Ludmilla no Coachella tem anúncio de Beyoncé e beijo em Brunna Gonçalves; veja como foi

Os fãs de Ludmilla já estavam em polvorosa nas redes sociais...

Geledés faz em Santiago evento paralelo para discutir enfrentamento ao racismo nos ODS

Geledés - Instituto da Mulher Negra realiza, de forma...

Ela me largou

Dia de feira. Feita a pesquisa simbólica de preços,...

As mulheres que se rebelam contra venda de meninas para casamentos no México

Inicialmente, Claudia* não havia pedido dinheiro em troca da...

para lembrar

Consul do Haiti :Todo lugar que tem africano lá tá f…

A diplomacia do preconceito, da intolerância e do racismo   E...

Racismo de John Mayer

John Mayer usou o Twitter para se desculpar...

‘Prefiro que a loira me atenda’, diz cliente a atendente negra em restaurante

Após ser atendida pela funcionária branca e de cabelos...
spot_imgspot_img

Geledés – Instituto da Mulher Negra abre novas turmas do Curso de Multimídia online e para todo Brasil 

O projeto de comunicação do Geledés – Instituto da Mulher Negra está abrindo novas turmas de formação em multimídia em parceria com o Zoom...

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Pacto em torno do Império da Lei

Uma policial militar assiste, absolutamente passiva, a um homem armado (depois identificado como investigador) perseguir e ameaçar um jovem negro na saída de uma...
-+=