quarta-feira, janeiro 20, 2021

Tag: negro na tv

Channing Dungey, ex-presidente de entretenimento da ABC, deixou o cargo por causa de fusão - Imagem - TV UOL

Fusão da Disney com a Fox derruba Channing Dungey, maior executiva negra da TV americana

Channing Dungey, ex-presidente de entretenimento da ABC, deixou o cargo por causa de fusão - Imagem - TV UOL No UOLTV A fusão da Disney com a Fox ainda nem foi finalizada, mas já fez sua primeira vítima na TV americana. Channing Dungey, presidente de entretenimento da rede ABC, anunciou que está deixando o seu cargo. Ela fez história no entretenimento ao se tornar a primeira mulher negra a ocupar um cargo de chefia nas quatro maiores emissoras dos EUA. Channing pediu demissão na sexta-feira (16), antes mesmo de completar três anos no cargo _ela assumiu seu posto em fevereiro de 2016. Será substituída por Karey Burke, executiva que ocupava a direção de programação do canal Freeform, braço da ABC na TV paga. Apesar da posição de destaque na rede, Karey terá que responder à executiva Dana Walden, atual presidente da Fox Television Group, que será ...

Leia mais
Apresentadores - IMAGEM: Tela Preta TV

Tela Preta TV . Uma TV para todos, mas pensada por nós

Entretenimento. Poder. Novas narrativas. Na conexão Rio e São Paulo, jovens atores, produtores, diretores e profissionais técnicos do audiovisual, negros, decidem pensar uma televisão que busque atender a todas às demandas de entretenimento. por Licinio Fonseca enviado por Adriana Graciano para o Portal Geledés IMAGEM: Adriano Oliveira Inspirador nos canais de TV de Oprah WinFRey (OWN), Issa Rae (CoCre.TV), Kevin Hart (LOL Networks) e outros, a Tela Preta TV se propõe em promover o protagonismo negro como disparador de tantos outros aspectos importantes, como representatividade, visibilidade, legitimidade, imaginário e afeto. Colocar em pauta outras lutas e vozes abafadas, abarcando questões como feminismo, gênero e desigualdade social. Produzir conteúdos socialmente relevantes, esteticamente interessantes e dramaturgicamente envolventes. Por em cena uma ficha técnica composta em sua maioria por negros, criando esse espaço de protagonismo e incentivando outros artistas a fazerem o mesmo. O dia 20 de Novembro foi o ...

Leia mais
Foto: Henrique Fischer

Claudia di Moura lembra racismo na igreja em sua infância: “Não tem anjo preto no céu

Tal como Zefa, de "Segundo Sol", ela nasceu em Salvador e diz que todo negro tem de justificar a cor da sua pele 24 horas por dia por Felipe Carvalho no Marie Claire Foto: Henrique Fischer Uma das personagens de maior destaque na novela Segundo Sol, Zefa tem chamado a atenção para um problema crônico de nossa sociedade que, muitas vezes, é varrido para debaixo do tapete como se não existisse: o racismo. Claudia di Moura, que dá vida à empregada dos Athayde, conta que o preconceito ainda é muito comum em sua cidade natal, Salvador, mesmo lugar onde se passa a trama das 9. Ela lembra em entrevista à Marie Claire que, desde pequena, sofre com o racismo que está inserido na sociedade como um verdadeiro câncer e diz que os negros têm de justificar sua cor de pele 24 horas por dia, sete dias por semana. ...

Leia mais
Dessa Pires/Divulgação

Maicon Rodrigues reflete sobre racismo e empoderamento: ‘Fomos muito oprimidos sobre as nossas culturas’

Com uma carreira em ascensão, o ator celebra a boa fase e fala da experiência de viver um escravo em 'O Tempo Não Para' por Thaís Meinicke no Gshow Em sua quarta novela em apenas três anos, Maicon Rodrigues pode dizer que sua carreira vai de vento em popa. Aos 23 anos, o ator – que estreou em Malhação - Seu Lugar no Mundo, e passou por Rock Storye Tempo de Amar – celebra seu mais novo trabalho, agora em O Tempo Não Para. Apesar de a trama já ter estreado há um mês, para ele a diversão acaba de começar: Cecílio, seu personagem, foi descongelado e, finalmente, apresentado às maravilhas do século 21. "Não posso entrar numa de que o que estou vivendo não é especial, porque a realidade dos meus amigos atores que não estão no mainstream é muito diferente da minha", diz. "Não é fácil ser artista ...

Leia mais

No ar o Afroflix, plataforma onde a gente negra brasileira se vê

que tu indica? Afroflix, uma plataforma de vídeos onde a gente negra se vê No Afroflix, pode-se encontrar conteúdos audiovisuais com participação de gente negra por Mariana Reis* do Vi o Mundo  Quantos filmes, séries, programas de televisão ou novelas você conhece com participação de negras e negros, seja como atrizes, atores… diretores, então, nem se fala! Por isso, se você, além de ver TV, costuma assistir vídeos também pela Internet – como, por exemplo, via Youtube, ou serviços pagos como o Netflix –, uma dica interessante é conhecer o Afroflix, uma plataforma digital, colaborativa e gratuita criada pela cineasta baiana Yasmin Thayná, diretora de KBELA, O Filme (2015). No Afroflix, pode-se encontrar conteúdos audiovisuais com participação de gente negra, seja no trabalho técnico ou artístico. Isso quer dizer que, para a indicação de materiais, basta que a produção tenha a participação de, pelo menos, uma pessoa negra escrevendo o ...

Leia mais

Aline Dias fala de semelhanças com sua personagem, a batalhadora Joana em Malhação

Aline Dias, que será a protagonista de Malhação - Pro Dia Nascer Feliz, falou sobre as semelhanças com a sua personagem durante a festa de lançamento da trama, realizada nesta terça-feira (26), nos Estúdios Globo. A atriz interpreta a batalhadora Joana. no Revista Quem "Comecei a trabalhar muito jovem, aos 16 anos, como jovem aprendiz. Já fui vendedora de loja, trabalhei em telemarketing... Sempre paguei meus estudos", relembra ela, que aos 19 anos fez parte do elenco de apoio de Malhação. "Tenho muito orgulho de voltar a atuar na novela." A atriz, de 24 anos, que deve ganhar muitos fãs na estreia da trama em 22 de agosto, ainda falou sobre racismo em redes sociais. "Estou preparada para receber críticas e tentar transformá-las em algo bom, mas espero não receber comentários maldosos e de racismo porque todos somos iguais. É triste ver isso acontecendo ainda hoje. Acho que quem sofre preconceito deve ...

Leia mais
FRAZER HARRISON/GETTY IMAGES

Oprah, Michael Jordan: Negros são menos de 1% dos bilionários no mundo

Apenas 12 dos 1.810 bilionários listados pela revista "Forbes" em 2016 são negros. O número representa 0,66% do total de pessoas com patrimônio igual ou maior do que US$ 1 bilhão. Do UOL O negro mais rico do mundo é o empresário nigeriano Aliko Dangote. Ele é também o homem mais rico do continente africano pelo oitavo ano seguido, segundo a "Forbes". Tem negócios de cimento e alimentação. Entre os famosos, está o ex-astro do basquete norte-americano Michael Jordan. Na lista de 12 bilionários negros, há somente três mulheres: a apresentadora de TV norte-americana Oprah Winfrey, a investidora angolana Isabel dos Santos e a nigeriana Folorunsho Alakija. Nigerianos e norte-americanos são maioria entre os bilionários negros, mas há representantes também da África do Sul, Angola, Arábia Saudita e Sudão. Veja quem são os 12 negros mais ricos do mundo: Aliko Dangote Denis Balibouse/Reuters O nigeriano Aliko Dangote, 58, é dono do conglomerado que leva seu ...

Leia mais

Enegrecendo o YouTube: fazendo o que a TV nunca fez

A televisão está perdendo cada vez mais espaço para Internet e para nós negros isso pode ser uma grande oportunidade de reverter a ausência da diversidade em veículos de comunicação que ainda persiste em pleno século XXI. Vivemos num pais negro, e apesar dos desinformados de plantão insistirem, não somos a minoria. A mídia nacional – e tradicional – está concentrada nas mãos (alvas) de pessoas que construíram a imagem do Brasil como o que eles gostariam que fossem, se inspirando em países de maioria branca, por racismo ou complexo de inferioridade ou os dois. Com 65 anos, a TV brasileira ainda não reflete a sua população e seus maiores consumidores. Por Silvia Nascimento no Mundo Negro Globo ironizando as críticas à sua programação excessivamente branca A preguiça intelectual e limitação cultural (daqueles grupo que acha que somos minorias), não vê o enegrecimento da mídia, como bonito. Associa a negritude à pobreza, ...

Leia mais

Discriminado na série “The Knick”, ator diz que Hollywood continua racista

No início do século 20, um negro ser médico era inadmissível para grande parte da sociedade ocidental – e lidar com o preconceito é o principal desafio do Dr. Algernon Edwards na série médica de época "The Knick", cuja segunda temporada estreia nesta sexta-feira (16) no canal pago MAX. Quase um século depois, o racismo permanece um problema, inclusive na indústria do entretenimento. Intérprete do médico, o ator Andre Holland afirmou que se identifica com os problemas de seu personagem e que ainda há discriminação em Hollywood. Por Beatriz Amendola, do UOLq "Meu personagem me lembra de coisas da minha vida que eu sabia, mas talvez houvesse esquecido", disse o ator, que também atuou em "Selma", em conversa com jornalistas na Cidade do México. "Hollywood não é tão diferente da vida no Knick . É um grande jogo político, não ...

Leia mais
Foto: Jorge Bispo

Groundbreaking New Series – ‘Mister Brau’ – Gives Afro-Brazilians Representations to Cheer Despite Flaws

Brazilian television is very white, but most Brazilians aren’t. por Kiratiana Freelon no IndieWire Brazil’s population is more than 50 percent black, but the television news and entertainment shows rarely reflect such diversity. So when a “black” television show debuts, it’s groundbreaking. And when Brazil’s top black female and male actors star in it, it’s a miracle. Two weeks ago Globo television premiered “Mister Brau,” a weekly comedic show starring Lázaro Ramos and Taís Araújo as a successful pop music couple. They are also married in real life. Lázaro Ramos' 15-year career has spanned movies, television and theater. International audiences probably know him from the dark historical drama, "Madame Satã" (2002). In that movie, he played a manic homosexual who made his living through illicit activities in Rio de Janeiro’s bohemian district of Lapa. Ramos also had a small memorable role in “Carandiru," in which he played a prison inmate infected with ...

Leia mais

Papo sério: Representatividade importa

Quem me acompanha no twitter sabe o quanto a questão de igualdade racial é importante na minha vida. Ultimamente, vem sendo o assunto que eu mais exponho minha opinião e a Iris já tinha conversado comigo um tempo atrás, sobre a gente começar a fazer posts para empoderar os leitores do blog sobre algumas questões importantes da sociedade. por Olívia Pilar do Literalmente Falando via Guest Post para o Portal Geledés Então hoje eu resolvi falar um pouco sobre a importância da representatividade, focando principalmente em pessoas negras e produções da televisão brasileira (basicamente você também pode usar esse texto para analisar filmes e livros, porque geralmente é sempre a mesma coisa). E pra isso eu vou contar um pouco sobre eu mesma. Em algum momento da minha vida, eu resolvi que deveria mudar meu cabelo. Eu não lembro quantos anos tinha, ainda era uma criança, mas isso com certeza foi motivado pelo fato de ...

Leia mais
RTV São Paulo (SP) 27/01/2015 - Na foto o ator Aílton Graça em fotos na Vila Mariana em São Paulo. (Foto Michel Filho/Agência O Globo Foto: Michel Filho / Agência O Globo)

Sucesso em ‘Império’, Aílton Graça derruba preconceitos: ‘Sou negro, sobrevivente e vencedor’

RIO - O aniversário de 50 anos foi em 9 de setembro. E, embora a festa não tenha acontecido na ocasião, Aílton Graça não quer que a chegada da nova idade passe em branco de jeito nenhum. — Estou planejando uma comemoração. Acho que é uma data importantíssima. Sou negro, sobrevivente, vencedor. E chegar aos 50 consolidando uma história é motivo de orgulho — reflete o ator, que faz sucesso como Xana Summer, de “Império", em tom bem-humorado. Aílton é assim, um otimista nato. Difícil vê-lo sem um sorriso no rosto ou num momento de baixo astral. Devoto de São Jorge e de Nossa Senhora Aparecida, o ator cita a letra da música “São Jorge”, de Kiko Dinucci, na voz de Juçara Marçal, para exemplificar sua filosofia de vida: “Com um sorriso derrubo uma tropa inteira/mesmo que na dianteira uma sombra venha me seguir”. — Eu tenho excesso de otimismo, ...

Leia mais

O negro na mídia

Em 20 de novembro comemoramos o Dia da Consciência Negra. A escolha da data não foi por acaso. Remete à morte do líder negro Zumbi dos Palmares, ocorrida em 1695. Conforme é do conhecimento de todos, os negros foram arrancados de suas terras na África e escravizados durante mais de três séculos e meio no Brasil. Após a abolição da escravatura, os negros libertos não receberam qualquer tipo de assitência estatal, transformando-se em verdadeiros párias da sociedade brasileira. Segundo o sociólogo Florestan Fernandes, o afrodescendente também foi excluído da nascente “sociedade de classes” no Brasil, pois não exerceu a função de proletariado (destinada ao imigrante europeu) e muito menos ocupou posições de capitalista. Lembrando um clássico samba-enredo da Estação Primeira de Mangueira, apesar de livres do açoite e da senzala, os negros continuam presos na miséria da favela.   Por Francisco Fernandes Ladeira no, Observatório da Imprensa   Sendo assim, ...

Leia mais
ladolado

Lado a Lado – Os negros nas telenovelas

Por Guilherme Fernandes A emancipação feminina e o divórcio em "Escalada" (TV Globo, 1975, de Lauro César Muniz); a naturalização da homossexualidade em "Brilhante" (TV Globo, 1981, de Gilberto Braga); o modismo de "Dancin'Days" (TV Globo, 1978, de Gilberto Braga). Esses exemplos mostram a radicalização de propostas iniciadas com alguns folhetins. Pensando nessa radicalização, gostaria de indicar "Lado a Lado" (TV Globo, 2012, de João Ximenes Braga e Cláudia Lage) como um marco televisivo na discussão da cultura negra e da abolição da escravatura – embora a novela inicie já nos tempos da República, em 1903, para ser mais exato. Os livros "Helena" (1876) de Machado e Assis e "Senhora" (1875) de José de Alencar ganharam diversas versões para a televisão, inclusive no seu período não-diário. Os romances tinham como tempo e espaço o Rio de Janeiro de 1860-1970, na obra de José de Alencar, que chega a citar a ...

Leia mais

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist