terça-feira, janeiro 26, 2021

Tag: Rafael Braga

Vídeo-manifesto pela liberdade de Rafael Braga viraliza nas redes. Assista

Em forma de poema, o vídeo foi gravado pela youtuber Stella Yeshua, do canal “Estaremos lá”, que aborda questões ligadas ao racismo. A postagem, que questiona a prisão do jovem negro recentemente condenado há 11 anos de prisão, ja tem mais de 1200 compartilhamentos Do Revista Fórum Não para de crescer, nas redes e nas ruas, a campanha pela liberdade de Rafael Braga, jovem negro do Rio de Janeiro que foi o único preso das manifestações de junho de 2013. Na época, Braga foi detido portando uma garrafa de desinfetante Pinho Sol, que foi interpretado como material para fabricar explosivos. Ele respondeu ao processo em liberdade com uma tornozeleira eletrônica e, em janeiro de 2016, foi detido novamente depois de ser abordado por um policial enquanto ia comprar pão. Foi atribuído ao jovem, nesta última ocasião, 0,6 grama de maconha, 9,3 gramas de cocaína e um rojão. Desde seu primeiro ...

Leia mais

Caso Rafael Braga: “A Justiça reforça a segregação racial no Brasil”

Condenado a 11 anos por tráfico, ex-catador diz que flagrante foi forjado. Para socióloga, Lei de Drogas é "instrumento de controle das periferias" Por Débora Melo Do Carta Capital Rafael Braga, único brasileiro condenado pelos protestos de junho de 2013 – por portar um frasco de desinfetante Pinho Sol –, recebeu agora uma condenação por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Em sentença publicada no dia 20, o juiz Ricardo Coronha Pinheiro, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, condenou o ex-catador de latas a 11 anos e três meses de prisão e ao pagamento de multa de 1.687 reais. A Braga foi atribuído o porte de 0,6 grama de maconha, 9,3 gramas de cocaína e um rojão. Desde seu primeiro depoimento em uma delegacia no Rio de Janeiro, o ex-catador afirma que tal material não lhe pertencia. Ele conta que, naquele 12 de janeiro de 2016, caminhava em direção à ...

Leia mais

Emblemático, caso Rafael Braga não choca o Brasil

Desde junho de 2013, época em que eclodiram manifestações por todo o Brasil, Rafael Braga Vieira passou a ser inimigo declarado do Estado. Negro, pobre e da periferia, o crime em questão foi ser a carne mais barata do mercado. Recentemente, Rafael surgiu do esquecimento que lhe foi imposto pelo Estado e pela esquerda institucional, a qual, em regra, deixou de debater seu caso. O triste ressurgimento de Rafael Braga foi traduzido na notícia de que ele foi condenado, em 20 de abril, a cumprir 11 anos e três meses de reclusão, acrescidos de pagamento de uma multa de aproximadamente R$ 1.600,00. Por Hysabella Conrado Do Justificando Essa condenação é o ponto atual de uma história que começa em 20 de junho de 2013, início da série de protestos que tomaria aquele ano e o seguinte. Nessa data, Rafael foi abordado por policiais na saída do local onde dormia e foi preso por levar consigo duas ...

Leia mais

9 verdades e 1 mentira para Rafael Braga

Por Juliana Borges Do Revista Fórum 1. Rafael Braga foi preso por portar produtos de limpeza lacrados na época das manifestações de Junho de 2013;   2. Rafael Braga foi o único condenado naquelas manifestações até hoje; 3. Outras pessoas presas à época logo foram soltas para esperar julgamento e responder em liberdade. Brancas; 4. Rafael Braga foi preso novamente, enquanto cumpria regime aberto, com uso de tornozeleira eletrônica, quando ia da casa de sua mãe até a padaria. Policiais alegaram que ele portava 0,6g de maconha e 9g de cocaína. Rafael negou as acusações; 5. Os PMs, segundo Rafael Braga, o abordaram violentamente e disseram que se ele não relatasse traficantes da região iriam “jogar arma e droga na conta” do jovem. Uma testemunha relatou ter visto, de fato, a abordagem violenta. O policial que mais agredia Rafael é branco; 6. Em depoimento, os PMs que registraram a ocorrência foram ...

Leia mais

Condenação de Rafael Braga gera revolta

Rafael Braga, único preso das manifestações de junho em razão do porte de pinho sol, foi condenado pelo juiz Ricardo Coronha Pinheiro a 11 anos e três meses de prisão, além do pagamento de R$ 1.687. Rafael foi supostamente flagrado na posse de 0,6g de maconha, 9,3g de cocaína e um rojão. Ele nega todas as acusações e afirma que o material foi plantado pelos policiais responsáveis pelo flagrante. Já os depoimentos dos policiais foram a única base para condenação. Do Justificando Não só o magistrado condenou exclusivamente com base nas palavras de policiais, como também se recusou a considerar o depoimento da vizinha de Rafael que afirmou ter visto os policiais agredi-lo. Evelyn Barbara, em depoimento prestado à Justiça, afirmou que viu Rafael Braga sendo abordado sozinho e sem objetos na mão. Evelyn afirmou que ele foi agredido e arrastado até um ponto longe de sua visão. Contudo, para ...

Leia mais

Rafael Braga: Quando a justiça mata a justiça!

O Judiciário do Estado do Rio de Janeiro, na pessoa do magistrado Ricardo Coronha Pinheiro, condenou Rafael Braga a 11 anos e três meses de reclusão e ao pagamento de R$ 1.687 (mil seiscentos e oitenta e sete reais) por tráfico de drogas e associação para o tráfico. A sentença foi publicada no dia 20 de Abril de 2017, mas ainda não transitou em julgado (ainda está no prazo para apresentação de recurso contra a sentença condenatória), ou seja, não vamos tratar Rafael como culpado, conforme nos garante a Constituição Federal em seu artigo 5º, inciso LVII (cinquenta e sete), que afirma que “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória“. As circunstâncias e algum senso de “justiça” nos permitirão manter esta postura, ainda que a condenação seja confirmada, conforme se pretende afirmar neste texto. Por Hermínio Porto Do Jornalistas Livres   A leitura da sentença ...

Leia mais

Rafael Braga preso em protesto de 2013 é condenado a 11 anos de prisão por tráfico

Ex-morador de rua Rafael Braga, que ficou notório por ter sido preso com uma garrafa de Pinho Sol durante protesto em julho de 2013, foi condenado a 11 anos e três meses de prisão pela acusação de tráfico de drogas no Rio. A decisão foi publicada na quinta-feira (20) pela 39ª Vara Criminal. no G1 Depois de ter a prisão relaxada e ter direito à prisão domiciliar em dezembro de 2015, Rafael afirmou que queria "vida nova". No entanto, ele foi preso em janeiro de 2016 por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Na época, ele afirmou que as acusações foram forjadas por policiais da UPP Vila Cruzeiro. Ele afirmou em depoimento na 22ª DP (Penha) que havia sofrido tentativas de abuso por parte dos agentes, inclusive sexualmente. Braga foi preso sub suspeita de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Segundo policiais, ele estava com 0,6g de maconha ...

Leia mais

Sarau mobiliza moradores de favela em apoio a Rafael Braga no Rio

Campanha pela liberdade de ex-catador de latas, preso injustamente em 2013, realiza evento em sua homenagem na zona norte do Rio por Luiza Sansão e Yuri Westermann, do Ponte  Crianças correndo, jogando bola, andando de bicicleta e batucando. Jovens jogando capoeira, conversando em rodas, brincando, ouvindo rap, fazendo grafites em um muro. A maioria é negra e mora nas favelas da região. Os barulhos são de risadas, batuques, música. Este era o cenário, no sábado (18/02), do local onde aconteceu o Sarau Pela Liberdade de Rafael Braga, na favela Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, zona norte do Rio de Janeiro. É lá que vive a família de Rafael Braga Vieira, o ex-catador de latas preso sob a acusação de portar material explosivo quando levava dois frascos lacrados de produtos de limpeza em junho de 2013, e novamente preso em janeiro de 2016, acusado de tráfico quando, em regime aberto e usando tornozeleira ...

Leia mais

Advogados de Rafael Braga afirmam que juiz nega direito à ampla defesa do ex-catador

Magistrado Ricardo Coronha afirmou ser “impertinente” pedido de acesso aos registros do rastreador que ex-catador usava ao ser preso e também das câmeras da viatura da PM que o levou por Luiza Sansão, do Ponte As mãos de Rafael Braga. Foto: Luiza Sansão/Ponte Jornalismo O juiz Ricardo Coronha Pinheiro, que julga o atual processo contra Rafael Braga, negou à defesa do ex-catador de latas pedido de diligências que, se atendido, poderia mudar o rumo do caso. Segundo os advogados de Rafael, o magistrado impediu o direito à ampla defesa do acusado. Único condenado preso no contexto das jornadas de junho de 2013, acusado de portar material explosivo quando levava dois frascos plásticos lacrados de produtos de limpeza, Rafael encontrava-se em regime aberto com uso de tornozeleira eletrônica havia pouco mais de um mês quando foi preso novamente, em 12 de janeiro do ano passado. A prisão ocorreu quando ele caminhava da casa de ...

Leia mais
RafaelBragaVieira-Marcosdepaula-Estadao288

Campanha Internacional pela Liberdade de Rafael Braga

A Campanha pela Liberdade de Rafael Braga convoca coletivos, movimentos e organizações populares de todo mundo a se juntarem a nós na Campanha Internacional pela Liberdade de Rafael Braga. Do Libertem Rafael Braga Fazemos uma chamada para que em novembro de 2016 sejam organizadas atividades por todo o Brasil e no exterior com o intuito de divulgar o caso do Rafael e debater temas como racismo, genocídio do povo Negro, encarceramento em massa, seletividade penal, luta anticárcere etc. As atividades podem ser de caráter variado: culturais, atos, mesas, debates, colagens, stencil, propaganda, acadêmicas e outras. Pedimos que os grupos e/ou indivíduos que organizem algo, nos enviem detalhes no FORMULÁRIO para que possamos divulgar e montar um calendário. Além de atividades, também é possível apoiar a Campanha enviando fotos com cartazes em apoio ao Rafael Braga ou notas de solidariedade assinadas por coletivos. Facebook: https://www.facebook.com/events/1595980740696256/ ——//—— Rafael é um jovem Negro, pobre, que ...

Leia mais

“Mandaram eu abrir a mão, botaram pó na minha mão, me forçando a cheirar”, revela Rafael Braga

Em última audiência, o ex-catador de latas Rafael Braga, único preso no contexto das manifestações de junho de 2013, afirma que os PMs tentaram forçá-lo a cheirar cocaína por Luiza Sansão no Ponte Na terceira e última audiência de instrução e julgamento do ex-catador de latas Rafael Braga Vieira, 28 anos, realizada nesta terça-feira (07/06) no TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), o jovem contou, durante o interrogatório, que os policiais militares que o prenderam tentaram forçá-lo a cheirar cocaína dentro da viatura, no trajeto para a delegacia onde a ocorrência foi registrada, em janeiro, além de reafirmar a versão contada na ocasião. Também foram ouvidas mais duas testemunhas de acusação, que estão entre os seis policiais militares da 7ª UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Penha que, na manhã do dia 12 de janeiro último, abordaram violentamente Rafael, na comunidade Vila Cruzeiro, na Penha, zona norte do Rio de Janeiro: os ...

Leia mais
RafaelBragaVieira-Marcosdepaula-Estadao288

Somos todos defensores de Rafael Braga

Jovem, negro, pobre, catador de latinhas e morador da Vila Cruzeiro, Rafael Braga foi o único condenado no contexto das manifestações de 2013 - mesmo sem ter participado delas - por portar uma garrafa de pinho sol e água sanitária. no Liberdade para Rafael Em janeiro deste ano, a caminho da padaria na favela onde morava, foi novamente preso a partir de um flagrante forjado, de acordo com testemunhas, e acusado de associação e tráfico de drogas, mesmo estando sob vigilância. Hoje, Rafael aguarda mais um julgamento, podendo ser condenado por  um crime hediondo com base, apenas, na palavra do policial que o prendeu.   A série de absurdos do caso de Rafael o tornam emblemático por expor a injustiça e a seletividade racista e classista do sistema penal brasileiro. Leia mais: Entenda o caso Rafael Braga Mostrar publicamente que somos contrários às arbitrariedades sofridas por Rafael Braga é evitar que este ciclo de injustiças, violação e privação de direitos ...

Leia mais
Quem é Rafael Braga Vieira, o único preso por crime relacionado a protestos no Brasil. Ele portava Pinho Sol

No caso Rafael Braga depoimento da polícia basta

Único condenado nos protestos de 2013 por portar frasco de Pinho Sol é preso agora por tráfico Rafael Braga Vieira, o único condenado por participar dos protestos que tomaram o Brasil em 2013, está de novo atrás das grades. Na manhã da quarta-feira, ele saiu da casa da sua mãe, no morro da Vila Cruzeiro, na zona norte do Rio, para comprar pão com três reais no bolso da bermuda e uma tornozeleira eletrônica à vista. No caminho foi abordado por policiais da Unidade da Polícia Pacificadora (UPP) que afirmam ter encontrado com Rafael uma sacola de mercado com 0,6 gramas maconha, nove gramas de cocaína e um morteiro, um tipo de foguete usado entre os narcotraficantes para alertar da presença de policiais. As apreensões constam no laudo policial, embora as assessorias da UPP e da Polícia Civil excluam a cocaína da lista. por Maíra Martin no El País Rafael, de 27 anos, negou ...

Leia mais

Rafael Braga é preso com novo flagrante forjado, diz advogado

Segundo advogado e uma testemunha, jovem negro foi preso a caminho da padaria, torturado e ameaçado de estupro. PMs teriam colocado rojão e drogas com ele Por Luiza Sansão na Ponte Injustamente preso desde a grande manifestação de 2013 no Rio de Janeiro, o catador de latas Rafael Braga Vieira, de 27 anos, que, desde 1º de dezembro cumpria sua pena em regime aberto e usando uma tornozeleira eletrônica, foi preso por policiais militares da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da comunidade Vila Cruzeiro, na Penha, zona norte do Rio, onde vive com sua família. Rafael se dirigia a uma padaria, por volta das nove horas da manhã de hoje, quando cinco PMs o abordaram com violência na rua conhecida como “Sem Terra”, próxima à casa de sua mãe. “Os policiais já chegaram xingando, pondo a mão no peito dele, dizendo que ele era bandido, para ele falar logo que era bandido, e ...

Leia mais

Preso injustamente desde 2013, Rafael Braga volta a trabalhar fora da prisão

O catador de latas  retomou o benefício do regime semiaberto denominado “trabalho externo” e falou à Ponte com exclusividade em seu local de trabalho Por Luiza Sansão Do Ponte Preso injustamente desde a grande manifestação de 20 de junho de 2013, por supostamente portar material explosivo (“coquetel molotov”), quando carregava apenas duas garrafas plásticas lacradas de produtos de limpeza, o catador de latas Rafael Braga Vieira retomou hoje (21/09) o benefício do regime semiaberto denominado “trabalho externo” e falou à Ponte com exclusividade em seu local de trabalho. Mais magro e abatido pela tristeza de o recurso extraordinário interposto por sua defesa, representada pelo Instituto de Defensores de Direitos Humanos (DDH), ter sido negado pelo Ministro Luiz Fux, do Superior Tribunal Federal (STF), em 29 de agosto, Rafael hoje pôde sorrir novamente, ao voltar a trabalhar no escritório de advocacia João Tancredo, no Centro do Rio de Janeiro, onde trabalhou por um ...

Leia mais

Rafael Braga e o retrato do racismo institucional do cárcere

Há um ano e meio Rafael Braga está atrás das grades. Com 26 anos, negro, morador de rua, Rafael foi uma das centenas, talvez milhares, de pessoas detidas na época dos grandes protestos de rua de junho de 2013, que curvou governos de PT, PSDB e PMDB, e conseguiu impedir o aumento das tarifas. Por Fernando Pardal do Palavra Operária Contudo, mesmo os que até hoje respondem processos pelo “crime” de se manifestar nas ruas daquelas jornadas de junho, o fazem em liberdade. Menos Rafael: ele é o único que permanece atrás das grades. Qual é o crime pelo qual Rafael é acusado? Porte de “artefato explosivo ou incendiário”. Quais eram esses artefatos? Uma garrafa de desinfetante e uma garrafa de Pinho Sol. Isso mesmo: Rafael andava pela rua levando produtos de limpeza. Na verdade, ele sequer estava participando da manifestação que ocorria quando ele foi preso. Mas eles precisavam de bodes ...

Leia mais

Debate – A seletividade do direito penal: caso Rafael Braga

Rafael Braga Vieira, homem negro, pobre e morador de rua no centro do Rio de Janeiro foi preso no contexto das manifestações em 20 de junho de 2013, por portar duas garrafas plásticas, de água sanitária e desinfetante, e condenado à pena de cinco anos de prisão em regime inicial fechado e ao pagamento de multa. A PM do Rio e o juiz responsável pelo caso consideraram que ele estava portando “artefato explosivo ou incendiário” (crime previsto no artigo 16, III, da Lei 10.826/03). Por Lorena Aguiar no Combate Racismo Ambiental Hoje Rafael é o único preso político das jornadas de luta de junho que segue encarcerado. Ele, que sequer participou dos protestos e não tinha relação com os manifestantes, segue há quase um ano e quatro meses encarcerado. A Campanha Nacional pela Liberdade de Rafael Braga Vieira tem como objetivo divulgar o acontecido com este jovem, expondo a cara racista e classista ...

Leia mais
Página 2 de 2 1 2

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist