Temporada de incerteza para Jadel Gregório ainda sem índece para o Mundial

Com a “corda no pescoço”, Jadel tem última chance de ir ao Mundial

Brasileiro vem fazendo má temporada e ainda não conseguiu índice

Principal triplista brasileiro nos últimos anos, Jadel Gregório passará, neste sábado (6) e domingo (7), por momentos-chave para a definição de sua temporada. Ainda sem índice para o Mundial de atletismo, na Coreia do Sul, o atleta precisa alcançar pelo menos 16,92m durante o Troféu Brasil para carimbar seu passaporte e participar da disputa, programada para entre 28 de agosto e 4 de setembro.

Até agora, o máximo que Jadel conseguiu foi 16,87m, obtidos em junho em São Paulo. Seu principal rival no país, Jefferson Sabino, já conseguiu 16,93m e está garantido no Mundial.

Cotado a medalha nas duas últimas edições da Olimpíada, Jadel vem em declínio desde os Jogos de Pequim: em 2010, por exemplo, fechou pela primeira vez uma temporada em alto nível adulto sem conseguir superar os 17m. Muito pouco para quem em 2007 conseguiu 17,90m, ainda o recorde sul-americano da modalidade.

Neste período, Jadel deixou a Inglaterra, onde ficou por quatro temporadas, e só há dois meses fechou com um clube, a Associação São-Bernardense de Atletismo (ASA). Em sua primeira grande competição em 2011, os Jogos Mundiais Militares, ele sentiu uma lesão na coxa direita e, com apenas 16,04 m, ficou em sexto lugar.

Para o Pan, a situação de Jadel é um pouco menos incômoda: se até o final do mês conseguir o melhor índice brasileiro – atualmente os 16,93m de Sabino -, ele estará automaticamente em Guadalajara. Entretanto, caso não lidere o ranking nacional, Jadel precisará atingir pelo menos 17,02m, o índice estabelecido pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) para quem estiver de segundo para baixo na lista de melhores marcas do país em 2011.

O Troféu Brasil de atletismo começa nesta quarta-feira (3), no Estádio Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera. Lá estarão todos os principais atletas do Brasil na modalidade, como Maurren Maggi, Fabiana Murer, Keila Costa, Jefferson Sabino e Marílson Gomes dos Santos – todos já assegurados no Mundial e no Pan.

O Troféu Brasil também servirá para a definição das equipes de revezamentos dos Jogos Pan-americanos.

A Record transmitirá os Jogos Olímpicos de Londres-2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet. A emissora também detém os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de 2011 (Guadalajara) e 2015 (Toronto), e da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

Fonte: R7

+ sobre o tema

População da APA do Curiaú aprova projeto Tambor no Quilombo

Moradores da Área de Proteção Ambiental (APA) do...

Yaya Touré e outros jogadores negros ameaçam boicotar a Copa de 2018

Copa será na Rússia, país conhecido pelo racismo exagerado...

Orúko – Memórias e Heranças Negras

De 3 a 5 de novembro de 2010,...

I Semana Interdisciplinar dos Estudos Africanos e Afro-Brasileiros da UFMA

A Licenciatura Interdisciplinar em Estudos Africanos e Afro-Brasileiros da...

para lembrar

Angola celebra 56 anos da independência e início da disputa eleitoral

Angola comemorou no último fim de semana o início...

Usain Bolt larga namorada por preparação olímpica

O campeão olímpico e mundial Usain Bolt terminou seu...
spot_imgspot_img

Majestosa, Lauryn Hill entrega show intenso e coroa história da Chic Show

"Não é só um baile black", gritou Criolo durante o terceiro show do festival Chic Show 50 Anos, no sábado (12). O rapper do...

Ex-seguranças da Chic Show, amigas se emocionam em festival: ‘Chorei muito’

A Chic Show, festa/baile black símbolo da resistência cultural negra paulistana, celebra 50 anos em grande estilo com um festival no Alianz Parque neste...

Gilberto Gil afirma que não se aposentará totalmente dos palcos: “continuo querendo eventualmente cantar”

No fim de junho, saiu a notícia de que Gilberto Gil estava planejando sua aposentadoria dos palcos. Segundo o Estadão, como confirmado pela assessoria do...
-+=