Ucraniano, negro e medalhista olímpico: “Há racismo em todo lugar”

Zhan Beleniuk nasceu junto com seu país, mal conheceu o pai, morto na guerra civil de Ruanda, foi criado pela mãe e aprendeu desde cedo a se defender do preconceito

Por Gabriele Lomba* no Globo Esporte

Zhan Beleniuk tem a idade de seu país: 25 anos. Nasceu em 1991, ano da independência da Ucrânia, antes parte da União Soviética. A mãe o criou sozinha, em Kiev. Não tem lembranças do pai, morto na guerra civil de Ruanda – era piloto da força aérea. Zhan é ucraniano, campeão mundial e, agora, medalhista de prata na luta greco-romana até 85kg. E um dos dois únicos negros da delegação na Olimpíada Rio 2016.

Zhan chorou no pódio. Lembrou da mãe, Svetlana. Enxugou o rosto, saiu de lá e foi conversar com os repórteres. Fez esforço para falar em inglês. Contou que ouviu o desabafo de outra lutadora negra, a brasileira Rafaela Silva, ouro no judô.

– Já sofri com insultos também. Há racismo em todos os lugares. Talvez só não haja nos países predominantemente negros.

A história de Zhan se mistura com a da Ucrânia. Foram tempos difíceis no início da década de 90. Até hoje mora com a mãe em um pequeno apartamento. É um típico ucraniano, exceto pela cor da pele. Desde pequeno, aprendeu a se defender de golpes de preconceito. Arrumava briga aqui e ali quando criança.

zhan_beleniuk__ap2

A mãe o botou para praticar luta, o viu ser campeão mundial e, agora, medalhista olímpico. Quer dizer…

– Ela não assiste às minhas lutas porque fica muito nervosa. Os vizinhos avisam quando as lutas terminam.

Na segunda-feira, Zhan começou ganhando, mas perdeu feio para o russo Davit Chakvetadze. Um duelo esportivo e político – Ucrânia e Rússia estão estremecidos desde que os russos invadiram a região da Crimeia, em 2014. A história de Zhan mais uma vez se mistura com a de seu país. Estendeu a mão para o vencedor depois da luta.

– Apesar de eu ter perdido, essa medalha é importante para a Ucrânia – disse.

* Colaboraram Adriano Albuquerque e Raphael Marinho

+ sobre o tema

Eto’o diz que quer encerrar a carreira no Anzhi

O atacante Samuel Eto'o, que recebe o maior salário...

Grávida, Taís Araújo diz que não consegue nem sentir cheiro de peixe

 Taís Araújo quase se livrou dos enjoos da gravidez,...

Hoje na História, 1942, 17 de agosto nascia Nei Lopes

1942 foi um ano estelar para a Música Popular...

para lembrar

111 anos sem Cruz e Sousa

Há 111 anos, em 15 de março de 1898,...

Veja a capa da revista ‘Playboy’ de Juliana Alves

O ensaio que Juliana Alves fez nua há cerca...

LDF Statement on the Passing of Model Social Justice Advocate Lynn Walker Huntley

The NAACP Legal Defense and Educational Fund (LDF) deeply...

A obra de Henrique Alves de Mesquita será revelada pela primeira vez

Henrique Alves de Mesquita (1830-1906) Músico, compositor foi amigo de Chiquinha Gonzaga....
spot_imgspot_img

Iza anuncia que terá uma menina e o nome será Nala

O primeiro bebê de Iza e Yuri Lima já teve o sexo revelado: será uma menina. A cantora contou a novidade aos fãs na noite desta segunda-feira (13),...

Mostra Competitiva Adélia Sampaio recebe inscrições de filmes de mulheres negras até 16 de junho

A 6ª edição da Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio está com inscrições abertas para filmes dirigidos por mulheres negras de todo o...

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...
-+=