Um professor tocou violão para acalmar crianças que se escondiam de um tiroteio no RJ

Momento registrado durante um tiroteio em Paciência, no Rio, emocionou a internet.

Reprodução/ Facebook

Por Luiza Belloni Do Huff post Brasil

O vídeo de um professor tocando violão e cantando para acalmar as crianças dentro da escola, enquanto se escondiam de um tiroteio que acontecia na rua, está emocionando muita gente.

Na última sexta-feira, um tiroteio perto do Ciep Roberto Moreno, na comunidade de Três Pontes, em Paciência, forçou crianças e funcionários a ficarem concentrados no corredor da escola. Foi então que o professor de música Roberto Ferreira entrou em ação e começou a tocar o violão para acalmar as crianças.

O vídeo mostra Roberto e seus alunos cantando e se divertindo. Ele foi publicado no Facebook do Secretário de Educação do Rio, Cesar Benjamin, e replicado na página do Ciep.

“O vídeo mostra como age um professor nosso, que ainda não identifiquei”, escreveu o secretário. “São esse heróis que seguram a rede. São eles que me inspiram e me dão força para prosseguir.”

O professor Roberto Ferreira foi identificado logo depois, com ajuda das redes sociais. Benjamin informou que já contatou o profissional e que irá homenageá-lo.

A atitude do professor emocionou muita gente, inclusive sua filha, Leticia Almeida, que fez um texto homenageando o pai.

“Em meio ao caos de um mundo tão sombrio, meu pai brilha com essa luz que é só dele. Ele tem o dom de ensinar. Ele ama o que faz. É pedagogo e professor de música. Meu pai é uma pessoa admirável. Um profissional respeitável e um professor FASCINANTE. Ele através da música já mudou a vida de muitas crianças e adolescentes”, escreveu. E finalizou:

Assim como muitos professores ele não perde a esperança de mudar o mundo com a Educação. Ele ama ensinar os ‘seus pequeninos’, suas crianças.

Ela também descreveu o refrão da música que ele cantara com as crianças, de sua própria autoria:

“Música, brindes e flores.

Sonho de um mundo melhor.

Força Criança!

Criança esperança.

Fé que levanta o astral.”

+ sobre o tema

Campanha denuncia desigualdade no acesso à internet com as ‘franquias de dados’

 Direito essencial, o acesso à internet no Brasil é...

MEC divulga nesta terça-feira segunda chamada do Prouni

O Ministério da Educação (MEC) divulga nesta terça-feira (27)...

Protocolo negro

Quem é negro costuma cumprir um protocolo ao colocar...

para lembrar

PM de Alckmin voltará a usar balas de borracha

Proibida desde a onda de manifestações de junho,...

Violência policial em São Paulo mostra racismo da polícia militar

A afirmação é do participante do Fórum HipHop,...

Beltrame, não aceitamos mais perder gerações

    Mônica Francisco,  Sinto muito Beltrame, mas termos de perder mais...
spot_imgspot_img

Caso Marielle: mandante da morte de vereadora teria foro privilegiado; entenda

O acordo de delação premiada do ex-policial militar Ronnie Lessa, acusado de ser o autor dos disparos contra a vereadora Marielle Franco (PSOL), não ocorreu do dia...

Progressão escolar amplia desigualdade racial, diz estudo

No começo da escolarização básica, alunos negros e brancos partem de condições desiguais. No final dela, estão ainda mais distantes. É o que indica...

Pacto em torno do Império da Lei

Uma policial militar assiste, absolutamente passiva, a um homem armado (depois identificado como investigador) perseguir e ameaçar um jovem negro na saída de uma...
-+=