quarta-feira, setembro 22, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileiros e suas lutasUnB reúne escritores para debate sobre racismo e 'democracia racial'

UnB reúne escritores para debate sobre racismo e ‘democracia racial’

Evento conta com 11 autores da literatura negra brasileira
Debate será no Campus Darcy Ribeiro; entrada é franca.

no G1

Estudantes da Universidade de Brasília (UnB) vão promover no dia 1º de junho, no auditório do campus Darcy Ribeiro, um evento para debater questões como democracia racial e racismo no Brasil. A 3ª Jornada Literária de Autoria Negra: Percursos Contemporâneos contará com a presença de alunos, professores da UnB e 11 autores brasileiros.

O Grupo de Estudos em Literatura Contemporânea da universidade propõe no evento o diálogo sobre assuntos que envolvem perspectivas, linguagem, gênero, edição de autoria negra. A imagem do negro nos veículos de comunicação também será tema de discussão.

Entre os escritores convidados para o evento estão o paulista Allan da Rosa – vencedor de um prêmio Funarte em Arte Negra, em 2014 – e a brasiliense Meimei Bastos, estudante da Artes Cênicas da Universidade de Brasiília e autora do livro “Mulher quebrada”, que reune poesias sobre mulheres da periferia.

A escritora paulista Esmeralda Ribeiro, jornalista que atua em movimentos de combate ao racismo e na construção de uma literatura negra, participa de debate marcado para 10h30. O tema é “Coletivos e editoras: os Cadernos Negros e a Ogum’s”. Esmeralda disse que não é a primeira vez que vem a Brasília e falou sobre a expectativa para o evento.

“Acho interessante que o espaço acadêmico esteja olhando mais para a cultura afrobrasileira ou negra por escritores negros e negras. Acho que a academia, como professores e alunos, estão intreressados em falar e discutir e conhecer um pouco mais. Vai ser uma troca de conhecimento entre os participantes.”

Serviço
Data: 1º de junho de 2016
Hora: 8h30 às 18h30
Local: Auditório do Instituto de Letras, Campus Darcy Ribeiro – Universidade de Brasília
Entrada franca

Programação
8h30 – Abertura do evento
Apresentação de Cristiane Sobral e Meimei Bastos

9h – Lugares e impasses do literário
Allan da Rosa e Mel Adún, com mediação de Regina Dalcastagnè

10h30 – Coletivos e editoras: os Cadernos Negros e a Ogum’s
Esmeralda Ribeiro e Guellwaar Adún, com mediação de Igor Ximenes Graciano

14h30 – Quando mulheres escrevem
Miriam Alves e Lívia Natália, com mediação de Anderson da Mata

16h – Trajetórias poéticas e políticas
Eliane Marques e Cuti, com mediação de Pedro Mandagará

18h – Encerramento
Apresentação de Ricardo Aleixo

18h30 – Lançamento de livros
“Cadernos negros”, volume 38; “Pré-catálogo da editora Ogum’s”; “Bará: na trilha do vento”, de Miriam Alves, “Pretumel de chama e gozo: antologia da poesia negro-brasileira erótica”, de Cuti (org.), “Impossível como nunca ter tido um rosto”, de Ricardo Aleixo; “Correntezas e outros estudos marinhos”, de Lívia Natália, “E se alguém o pano”, de Eliane Marques, “Desinteiro”, de Guellwaar Adún; “A lua cheia de vento”, de Mel Adún; “Maju: a princesa do tempo e resiliência”, de Aciomar de Oliveira, “Polifonias marginais”, de Lucía Tennina, Mário Medeiros, Érica Peçanha e Ingrid Hapke.

RELATED ARTICLES