BBB 16 reproduz estereótipo considerado racista com ‘boneco-esponja’ de cabelo afro na cozinha do programa

O BBB 16 estreia esta semana na Rede Globo reforçando em sua cenografia estereótipos considerados racistas.

Por Amauri Terto Do Brasil Post,

Na manhã desta quarta-feira (19), os apresentadores André Marques e Cissa Guimarães apresentaram no programa Mais Você detalhes da cozinha da atração, que neste ano apresenta uma mistura “do rústico com o moderno”.

Um detalhe da decoração foi notado pelos espectadores e vem sendo discutido nas redes sociais. Trata-se de um ‘boneco-esponja’ com cabelo black power disposto na pia do local.

“Tá fácil não. Complicado ver e conviver com esses símbolos violentos sendo reforçados pela TV Brasileira. Puxado, viu? Complicado. Cabelo de‪#‎bombril‬ tá bom pra vc?”, escreveu a estudante baiana Midiã Santana ao compartilhar no Facebook imagens do utensílio de limpeza – disponíveis no site GShow.

12509247_1700983270122538_8693448822468472816_n

O utensílio é polêmico desde o seu lançamento, em 2012. Criado pela empresa britânica Paladone, o ‘boneco-esponja’ está disponível no mercado em duas versões: uma representando ‘Diva’ e outra um dançarino de disco dos anos 70 (a versão presente na cozinha do BBB).

Assim que começaram a ser comercializados, os bonecos levantaram um debate no Reino Unido sobre racismo e o tratamento pejorativo dado historicamente ao cabelo crespo.

À época, o ativista da causa negra Weyman Bennett , da entidade Unite Against Fascism, fez a seguinte declaração: “Qual será o próximo passo? Escovas para limpar vasos sanitários? Não é apropriado em pleno século XXI termos imagens como essas. Isso reforça estereótipos negativos”.

A empresa se defendeu informando ter lançado também bonecos-esponjas de um punk e de uma mulher dos anos 60.

Parece que Rede Globo não acompanhou ou não deu a mínima atenção para essa discussão antes de decorar a casa mais espiada do Brasil.

+ sobre o tema

Iniquidades raciais e as mudanças do clima

O verão brasileiro, embora conhecido pelas belíssimas praias, férias...

Conversas sobre o luto: quando uma mãe preta retorna ao mundo das encantadas

O encantamento é uma das principais heranças deixadas por...

E assim vamos nós, lutando pela existência de nossas gerações

Vamos que vamos! Frase muito usada por quem sonha...

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção...

para lembrar

Justiça nega habeas corpus, e PMs suspeitos de matar motoboy em SP permanecerão presos

A Justiça paulista negou habeas corpus para revogar...

A rede sueca H&M é acusada de racismo após anúncio com menino negro

A rede de fast fashion sueca H&M se envolveu...

Cagliari é multado por gritos de torcedores racistas contra Eto’o

ROMA - O Cagliari foi multado nesta terça-feira...

EUA: todos os jogadores de Futebol Americano admitem terem sofrido racismo

Uma pesquisa com os jogadores de Liga Nacional de...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Canta, Luciane

Luciane Dom é uma mulher negra de 34 anos, nascida em Paraíba do Sul (RJ). Formou-se em História na Uerj. É cantora e compositora....

Lázaro Ramos: ‘Mostrar afeto por nossos traços é uma mensagem muito forte’

Caso eu me arriscasse a escrever uma biografia de meu cabelo, assim como a protagonista de Djaimilia Pereira de Almeida no romance "Esse Cabelo",...
-+=