Walter Pinheiro quer aprofundamento de políticas de combate ao racismo

O senador Walter Pinheiro (PT-BA) defendeu nesta quarta-feira (23) a adoção de políticas públicas de combate ao racismo. A população negra, salientou o senador, é a que mais sofre com a pobreza e a miséria, conforme dados do IBGE divulgados por ocasião do Dia Nacional da Consciência Negra, em 20 de novembro.

Reunidos em Salvador na semana passada para o 21º Encontro Íbero-Americano do Ano Internacional dos Afrodescendentes, representantes de 15 países discutiram políticas de apoio às comunidades negras e de combate ao racismo, à xenofobia, à discriminação e à intolerância racial, informou o senador.

– Uma das principais conquistas do encontro foi a criação de um fundo internacional para financiar e reforçar ações complementares das políticas públicas de combate ao racismo e melhorar a qualidade de vida das populações negras em todo este continente e, inclusive, no continente africano. É óbvio que avançamos muito, mas ainda há muito a se fazer – disse.

Walter Pinheiro comemorou a criação pelo governo da Bahia da Secretaria da Igualdade Racial, a instituição do ensino da história africana nas escolas públicas do estado e o reconhecimento de manifestações ligadas à cultura afro-brasileira como patrimônios culturais do estado e do Brasil.

Orçamento

O senador elogiou o trabalho conjunto da bancada da Bahia no Senado que decidiu tratar as emendas individuais a que os senadores têm direito como propostas coletivas.

– A bancada buscou essa coesão ao apresentar as 21 emendas para que tivéssemos a oportunidade de discutir com o governo federal a liberação dos recursos e, principalmente, dotar o estado da Bahia de condições para ampliar a sua capacidade de desenvolvimento e crescimento.

Conforme Walter Pinheiro, a senadora Lídice da Mata (PSB) propôs a destinação de recursos para a promoção do turismo no estado, enquanto o senador João Durval (PDT) procurou atender a infraestrutura rodoviária com recursos para o Anel de Contorno de Feira de Santana, considerada importante entrada para o sertão baiano. Walter Pinheiro disse que ele próprio apresentou emenda para a aquisição de maquinário agrícola para todo o estado.

– Adotamos a postura de atender à cultura, à área da saúde, com a reforma de hospitais, à área de educação, com recursos para as nossas universidades estaduais e federais e institutos federais de ensino tecnológico, e à área de produção – exemplificou.

Fonte: Correio do Brasil

+ sobre o tema

Hoje na história, 1901, a 110 anos nascia Louis Armstrong

Louis Daniel Armstrong (Nova Orleans, 4 de agosto de...

Sem união não haverá evolução

por Luiz Antonio para o Portal Geledés Saudações família afro-brasileira,...

Filho de Marcus Garvey visita Salvador para divulgar o Panafricanismo

O legado de um dos responsáveis pela criação...

para lembrar

Jovens criam loja virtual com produtos do continente africano

Por dentro Da África Rio – Ele vive no Brasil...

Famoso clube para negros dos anos 60, Aristocrata reabre em São Paulo e pode virar filme

O rapper Emicida planeja documentário sobre o local, símbolo...

Rodney King, ícone dos piores distúrbios raciais de Los Angeles

Rodney King foi encontrado morto neste domingo (17/06), no...
spot_imgspot_img

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

14 de maio e a Revolta dos Malês

Quem passa pelo Campo da Pólvora, em Salvador, nem imagina que aquela praça, onde ironicamente hoje se encontra o Fórum Ruy Barbosa, foi palco...
-+=