quinta-feira, dezembro 1, 2022
InícioEm PautaWashington Redskins apaga homenagens a ex-dono racista George Marshall

Washington Redskins apaga homenagens a ex-dono racista George Marshall

O Washington Redskins vem, aparentemente, tentando cada vez mais aderir à luta contra o racismo. Segundo a “NBC”, o clube vai retirar todas as últimas homenagens que restaram ao ex-dono George Preston Marshall. O nome do ex-proprietário da equipe será apagado do “Hall da fama” e do “muro da história” que fica em frente ao vestiário do clube.

George Preston Marshall era reconhecidamente racista. Ele se recusava a contratar jogadores negros para seu time. E isso só aconteceu depois que foi obrigado pelo governo. O Washington Redskins foi o último clube a ter negros em seu elenco, em 1962.

A remoção do nome de Marshall do “hall da fama” e do “muro da história” é um desdobramento das medidas que o clube já vinha fazendo para acabar com as homenagens feitas ao ex-dono. O monumento que homenageava Marshall e que ficava em frente ao estádio R.F.K, na capital dos Estados Unidos, já tinha sido removido. A coluna, que tinha uma placa com o rosto de Preston Marshall, foi pichada com um spray vermelho e os dizeres “mudem o nome”. Isso porque “redskin”, que significa “pele vermelha” em inglês, é um termo preconceituoso que se refere aos índios americanos.

 


Leia também:

Mississipi se prepara para retirar símbolo confederado de sua bandeira

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench