Tag: NFL

    Times da NFL e da MLB removem estátuas de antigos donos racistas — Foto: Twitter/ Kingman Park Kaleidoscope

    Washington Redskins apaga homenagens a ex-dono racista George Marshall

    O Washington Redskins vem, aparentemente, tentando cada vez mais aderir à luta contra o racismo. Segundo a “NBC”, o clube vai retirar todas as últimas homenagens que restaram ao ex-dono George Preston Marshall. O nome do ex-proprietário da equipe será apagado do “Hall da fama” e do “muro da história” que fica em frente ao vestiário do clube. George Preston Marshall era reconhecidamente racista. Ele se recusava a contratar jogadores negros para seu time. E isso só aconteceu depois que foi obrigado pelo governo. O Washington Redskins foi o último clube a ter negros em seu elenco, em 1962. A remoção do nome de Marshall do “hall da fama” e do “muro da história” é um desdobramento das medidas que o clube já vinha fazendo para acabar com as homenagens feitas ao ex-dono. O monumento que homenageava Marshall e que ficava em frente ao estádio R.F.K, na capital dos Estados ...

    Leia mais
    Dono do Jacksonville Jaguars dá os braços aos jogadores durante hino nacional (Foto: Divulgação/ Twitter)

    Em resposta a Trump, jogadores e até dono dos Jaguars cruzam braços e ajoelham durante hino dos EUA

    Em resposta às polêmicas relacionadas ao presidente Donald Trump, os jogadores do Jacksonville Jaguars, incluindo o ídolo Ray Lewis, se ajoelharam durante o hino dos Estados Unidos no início da partida contra o Baltimore Ravens, que acontece no estádio de Wembley, em Londres. Os atletas que continuaram em pé, no entanto, também mostraram união e ficaram de braços dados junto ao dono da franquia, Shad Khan. Ravens and Jaguars players locked arms while others knelt for the national anthem prior to the game in London. https://t.co/bP59FWysNd pic.twitter.com/tzgUpXIuXg — SportsCenter (@SportsCenter) 24 de setembro de 2017 Segundo o jornalista norte-americano Peter King, da Sports Illustrated, Khan é responsável por doar um milhão de dólares (aproximadamente R$ 3 milhões) para o presidente quando foi eleito, no último ano. Segundo o técnico Mike Tomlin, os atletas do Pittsburgh Steelers não participarão do hino neste domingo e permanecerão nos vestiários. Na partida contra o Carolina ...

    Leia mais
    blank

    Após protestar contra racismo, Kaepernick não consegue clube na NFL

    Washington, 5 set (EFE).- O quarterback Colin Kaepernick, que protestou durante a execução do hino americano em uma partida de futebol americano por causa da violência racial nos Estados Unidos, enfrenta uma situação paradoxal: enquanto o Museu de História Afro-Americana recebeu vários de seus itens pessoais, franquias da NFL não o contratam por "antipatriotismo". Michael Zagaris/49ers/Getty Images Por Alfonso Fernández Do Bol "Ele deveria estar ao lado de Muhammad Ali. É o Ali da nossa geração", afirmou o sociólogo Harry Edwards sobre o ex-jogador do San Francisco 49ers, de 29 anos, que não entrou em campo ao longo de toda a temporada passada. O Museu de História Afro-Americana, inaugurado em 2016 pelo então presidente Barack Obama, terá algumas das camisas e capacetes que Kaepernick utilizou ao longo da carreira na próxima mostra sobre o movimento "Black Lives Matter". O jogador protagonizou uma polêmica no início do ano passado, por, ao invés de ouvir de pé o hino dos Estados Unidos, se ajoelhar para protestar contra os ...

    Leia mais
    Foto: NBAE via Getty Images

    O esporte é incapaz de curar o ódio racial

    Chocado com as imagens que correram o mundo de protestos realizados por supremacistas brancos e simpatizantes neonazistas nos Estados Unidos, começo a coluna de hoje. Manifestações em Charlottesville, no estádio da Virgínia, que terminaram com a morte de uma mulher. Desde pequeno, quando se é negro, afrodescendente, ou qualquer definição – algumas delas vulgares e pejorativas que muitos usam para estabelecer a questão racial – entende-se que você não pode ser apenas bom, você precisa ser duas vezes melhor do que é. Para alguns, tudo não passa de vitimização, mas existe uma conta, uma dívida que a escravidão deixou que nem mesmo séculos serão capazes de abater tal débito. Foto: NBAE via Getty Images por Josias Pereira no O Tempo É chocante, em pleno século XXI, vermos cenas de pessoas pelas ruas carregando tochas e gritando cânticos ofensivos a negros e judeus, atacando homossexuais e exaltando a ...

    Leia mais
    blank

    Agressão choca os EUA, faz astro cair em desgraça e perder contratos na NFL

    Ídolo do Baltimore Ravens e um dos jogadores mais destacados da NFL, o running back Ray Rice, de 27 anos, caiu em desgraça nos Estados Unidos em um escândalo que gerou enorme repercussão não apenas dentro da liga como em toda a sociedade americana, gerando inclusive comentários do presidente Barack Obama. A divulgação pelo site TMZ na segunda-feira de um vídeo no qual o jogador desfere dois socos na esposa Janay Palmer fez o talentoso atleta cair em desgraça.  Campeão do Super Bowl em 2013 e eleito três vezes para o Jogo das Estrelas (Pro Bowl), Rice está suspenso definitivamente pela direção da NFL e teve seu contrato finalizado pelo Ravens, franquia que defendia desde 2008, ano no qual foi recrutado no Draft. Nesta temporada, receberia US$ 4 milhões (R$ 9,14 milhões). "O Presidente é pai de duas meninas. E como qualquer Americano, ele acredita que a violência doméstica é ...

    Leia mais
    Sam Michael NFL

    Camisa de 1º gay assumido na NFL é sucesso de vendas nos EUA

    No último sábado, pela primeira vez na história um gay assumido foi escolhido por um dos times da NFL (principal liga de futebol americano dos EUA). Sam Michael foi draftadopelo St. Louis Rams, e a equipe já está colhendo alguns bons frutos pela sua decisão. Isso porque a camisa do garoto já é a segunda mais vendida entre todos os novatos.   Os números são ainda mais impressionantes porque Sam foi escolhido apenas na posição 249. Ou seja, 248 outros jogadores universitários foram antes preferidos em seu lugar. Ele só se garantiu na NFL após sete rodadas do draft. "É algo sem precedentes para um jogador escolhido no Dia 3, e muito menos para uma sétima rodada, 'quebrando' os cinco principais 'novatos'", disse Joanna Hunter, porta-voz da NFL. Pouco depois de selecionar Sam, o St. Louis Rams colocou a camiseta à venda no site oficial da NFL por quase 100 dólares (em torno de ...

    Leia mais
    Michael Sam se torna o primeiro jogador homossexual da NFL

    Michael Sam se torna o primeiro jogador homossexual da NFL

    CRISTINA F. PEREDA O jogador do Missouri foi selecionado na sétima e última rodada do ‘draft’ pelos St. Louis Rams Michael Sam se converteu neste sábado no primeiro jogador homossexual da NFL. O defensive back do Missouri foi selecionado na sétima e última rodada do draft pelo St. Louis Rams, um feito comemorado pelo presidente Obama como “um passo importante no caminho da nação”. Sam já fazia história no último mês de fevereiro, quando declarou sua homossexualidade em uma entrevista ao jornal The New York Times. Aquela conversa, fruto de uma cuidadosa estratégia de relações públicas, deixou em dúvida se a Liga Nacional de Futebol americano estaria preparada para contar com um jogador homossexual em suas filas.   “Obrigado ao St. Louis Rams e a toda a cidade”, escreveu o jogador no Twitter depois de entrar no lugar 249 do draft. “Sabia que iam me selecionar a qualquer momento e, para cada equipe que me ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist