sexta-feira, fevereiro 3, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalWeb-série Palavra Negra exalta poesia afro-brasileira

Web-série Palavra Negra exalta poesia afro-brasileira

“Nem só de poesia vive o poeta, há o fim do mês”, já dizia um dos versos do poema de Solano Trindade. Não muito distante desta abordagem, Carolina Maria de Jesus no anos 1960 também refletia a realidade dura classe trabalhadora, principalmente o trabalhador negro. “Como é sacrificada / A vida do trabalhador: / o salário sobe de escada, / os preços de elevador”. Em tempos de crise política e econômica atualmente no Brasil, tão atemporal são esses versos de grandes poetas da cultura afro-brasileira e que serão resgatados na web-série Palavra Negra, que entrou no ar hoje em seu canal no youtube.

No Alma Preta

Criado pelo Coletivo homônimo Palavra Negra, de Vitória, a web-série irá reunir um conjunto de filme-poesias de autores e escritores afro-brasileiros. As interpretações e declamações ficaram a cargo de nove jovens poetas de periferia da Grande Vitória, que, além de recitarem seus próprios poemas, recitarão poesias de nomes como Carolina Maria de Jesus, Abdias do Nascimento, Solano Trindade entre outros. Poetas negras capixabas de destaque nacional na atualidade também tiveram espaço garantido como as poetas e atrizes Elisa Lucinda e Suely Bispo, que atualmente vive a personagem Doninha na novela Velho Chico da Rede Globo.

Veja o primeiro episódio:

YouTube video

Para além da valorização da literatura afro-brasileira, a web-série irá tratar de assuntos importantes como racismo e a mortalidade da juventude negra. “O jovem negro do Espírito Santo se encontra num estado de extrema vulnerabilidade onde as políticas públicas para essa população não chega. O resultado disso não poderia ser outro a não ser esses altos índices de violência” ressalta Adriano Monteiro, coordenador e membro do coletivo Palavra Negra. De acordo com Atlas da Violência 2016, lançado em março deste ano, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o Espírito Santo registrou, em 2014, 96,2 homicídios de jovens por grupo de 100 mil pessoas jovens. Índices muito superior que a média nacional que naquele ano foi de 61 mortes por 100 mil.

Daiana Rocha, produtora do coletivo, destaca outro aspecto importante do projeto. A sua relevância para o ambiente escolar, isto é, a contribuição da web-série como instrumento pedagógico, tendo em vista, a implementação da Lei 10.639, que visa o ensino da cultura africana e afro-brasileira nas redes de ensino público e privado. “Gostaríamos de ver os autores afro-brasileiros sendo mais trabalhados nas escolas. Infelizmente, não vemos. E a série Palavra Negra pode contribuir para isso”, afirma Daiana.

Para acompanhar a série só acessar clique aqui

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench