Zaika dos Santos canta o protagonismo da mulher negra

Compositora busca em sonoridades negras da Jamaica, África e Brasil evidenciar as comunidades de periferia e a defesa das tradições de matrizes africanas.

Do Cultura

Cantora, compositora, arte-educadora, trançadeira, produtora cultural, graduada em audiovisual e web designer, Zaika dos Santos valoriza em seu trabalho o feminismo negro, o feminismo interseccional, afrofuturismo e afropsicodelia, passando pelo reggae eletrônico e a percussão brasileira. Sua música possui referências que fazem uma ponte entre as sonoridades negras da Jamaica, África e Brasil, evidenciando as comunidades de periferia e a defesa das tradições de matrizes africanas.

Estreou no mundo artístico aos 10 anos, quando se inseriu no universo hip hop mineiro e começou seus estudos sobre música jamaicana. Em 2005, criou o grupo Ideologia Feminina, em Contagem-MG, para fazer frente ao machismo presente na cena hip hop de Minas Gerais. No ano seguinte, venceu o concurso Hip Hop In Concert e foi indicada ao Prêmio Hutuz (2008) na categoria feminina – a mais importante premiação do hip hop na América Latina.

Zaika quebrou conservadorismos de um dos principais núcleos de rap do Brasil, além de marcar presença no Festival de Arte Negra (FAN), Virada Cultural de Belo Horizonte e apresentações pontuais em SP e RJ. Lançou seu primeiro disco independente Desabafo, em 2011.

SERVIÇO

AKOFENA – ZAIKA DOS SANTOS

Data: 17 de julho (segunda-feira)

Horário: 20h30

Local: Sala Juvenal Dias, Palácio das Artes

Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro

Entrada: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Classificação: 12 anos

Informações para o público: (31) 3236-7400

Informações para a imprensa:

Júnia Alvarenga: (31) 3236-7419 l (31) 8408-7084 l [email protected]

Gabriela Rosa: (31) 3236-7378 l (31) 8409-1424 l [email protected]

Vítor Cruz: (31) 3236-7378 l (31) 9317-8845 l [email protected]

+ sobre o tema

Lélia Gonzalez

Filha de um ferroviário negro e de uma empregada...

Carol Dartora é eleita a primeira deputada federal negra do Paraná: ‘Resposta histórica’

A vereadora de Curitiba Carol Dartora (PT) foi eleita deputada federal...

Susan Rice – Desafios e oportunidades para as mulheres afrodescendentes – 16-04 Rio de Janeiro

Superintendente Marcelo Dias apresentará políticas desenvolvidas pelo Estado em...

Leci Brandão tem vida e obra celebrada em musical com direção de Luiz Antonio Pilar e texto de Leonardo Bruno

Nome incontornável da música brasileira, compositora e intérprete de...

para lembrar

Amazonas de Daomé: As mulheres mais temidas do mundo

Bravas guerreiras da África Ocidental repeliram com sucesso invasores...

Mais um Passo

Na III Reunião do Comitê Preparatório da Conferência Mundial...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=