terça-feira, julho 14, 2020

    Tag: Protagonismo

    SONY DSC

    Zaika dos Santos canta o protagonismo da mulher negra

    Compositora busca em sonoridades negras da Jamaica, África e Brasil evidenciar as comunidades de periferia e a defesa das tradições de matrizes africanas. Do Cultura Cantora, compositora, arte-educadora, trançadeira, produtora cultural, graduada em audiovisual e web designer, Zaika dos Santos valoriza em seu trabalho o feminismo negro, o feminismo interseccional, afrofuturismo e afropsicodelia, passando pelo reggae eletrônico e a percussão brasileira. Sua música possui referências que fazem uma ponte entre as sonoridades negras da Jamaica, África e Brasil, evidenciando as comunidades de periferia e a defesa das tradições de matrizes africanas. Estreou no mundo artístico aos 10 anos, quando se inseriu no universo hip hop mineiro e começou seus estudos sobre música jamaicana. Em 2005, criou o grupo Ideologia Feminina, em Contagem-MG, para fazer frente ao machismo presente na cena hip hop de Minas Gerais. No ano seguinte, venceu o concurso Hip Hop In Concert e foi indicada ao Prêmio Hutuz (2008) na categoria feminina – a ...

    Leia mais
    blank

    6 coisas que pessoas aliadas da luta Anti-racista não podem esquecer!

    Pessoas negras passam por isso o tempo todo:Tentamos posicionar o impacto do racismo na vida da população negra, e então somos acusadas de mimimi, raivosas, vitimistas. Três segundos depois do que falamos, uma pessoa branca repete tudo, usando as mesmas palavras e passa a ser a autoridade inquestionável na questão racial, ocupando mesas, publicações e todos os espaços possíveis e imagináveis para falar da vida das pessoas negras. E de repente o que dizemos não tem valor, e o barato passa a ser ter uma pessoa branca falando coisa de preto.Quando escutadas, essas pessoas dirão: Mas eu sou uma aliada da luta, eu sou militante anti-racista…Será mesmo? O que significa de verdade ser uma pessoa não-negra e atuar na luta contra o racismo? Por Viviana Santiago Do Racismo Ambiental Abaixo algumas dicas pra quem ainda não entendeu como é que faz para REALMENTE ser uma pessoa aliada da luta anti-racista: 1– ...

    Leia mais
    blank

    Protagonismo de mulheres afro-brasileiras feministas é pauta dentro das universidades

    Empoderamento, empreendedorismo social, produção cultural e economia criativa. São essas algumas das temáticas que o programa de formação em arte urbana, o AfroGrafiteiras, quer difundir. Ainda hoje, milhares de pessoas sofrem preconceito simplesmente por serem negras e milhares de mulheres sofrem apenas por serem mulheres. Por Ramon de Angeli, do Extra O Afrografiteiras começou em 2015 como um curso de formação feito pela Rede Nami – rede feminista de arte urbana, funcionando como um espaço de ensino gratuito de grafite para mulheres negras, além de espaço de reflexão sobre o que é ser mulher negra na sociedade, abordando todos os atravessamentos sofridos por elas. Para Viviane Laprovita, integrante do movimento e uma das mulheres que ministram oficinas de grafite, o movimento é de extrema importância. Estudante de Artes Visuais na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a jovem teve motivação para fazer parte do coletivo pela necessidade da luta por ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist