25 de Novembro Dia Internacional da Não – Violência contra a Mulher

O 25 de Novembro é o Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher. A data foi escolhida para lembrar as irmãs Mirabal (Pátria, Minerva e Maria Teresa), assassinadas pela ditadura de Leônidas Trujillo na República Dominicana.

 

Em 25 de novembro de 1991, foi iniciada a Campanha Mundial pelos Direitos Humanos das Mulheres, sob a coordenação do Centro de Liderança Global da Mulher,que propôs os 16 Dias de Ativismo contra a Violência contra as Mulheres, que começam no 25 de novembro e encerram-se no dia 10 de dezembro, aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, proclamada em 1948.

 

Em março de 1999, o 25 de novembro foi reconhecido pelas Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher. Assim, a União das Mulheres Piauienses – UMP, estará realizando no dia 29 de novembro de 2009 a partir das 7:00h da manhã um passeio ciclístico, a concentração será na praça da Bandeira  e a chegada será na praça do Poty Velho com um Ato Público em favor da não-violência contra a mulher. Contamos com a divulgação desta data e evento e da sua participação.

 

 

Obs: No dia 25 de novembro de 2009 será realizada a apresentação de um documentário contra a violência doméstica, que será exibido no CSU do Poty velho.

 

Nesta sexta, dia 27/11, às 22 h, no Bar Casa de Barro, faremos o SHOW PELA PAZ, com Cláudia Simone e Lourival Tavares, com participação de Bebel Martins, Dimas Bezerra, Machado Junior e outros.

 

 

Endereço do show: Rua Des. Pires de Castro 2184, Norte – por trás da Sinhá, antigo Bar faculdade.

 

Entrada: R$ 5,00

+ sobre o tema

Elas e Eles

Elas saíram às ruas, queimaram sutiãs, questionaram a ordem...

Viola Davis manda recado de apoio ao Brasil

'Brasil estou com você', escreveu a atriz americana vencedora...

Quem é Jovelina Pérola Negra homenageada do Google Doodle nesta quinta-feira (21)

O Google Doodle homenageia Jovelina Pérola Negra nesta quinta-feira (21), mesma...

Denise Alves Fungaro: vida, desafios e a Química como lugar de representatividade negra

Este texto biográfico é fruto da pesquisa em andamento...

para lembrar

Os refugiados invisíveis das favelas do Rio

Milhares de famílias que vivem em comunidades do Rio...

Laços afetivos são fortalecidos no Presídio Santa Luzia

Reeducandas participam de ação humanizada alusiva ao Dia das...

‘Tenho uma responsabilidade coletiva e já não vivo mais só a minha vida’

Em outubro de 2016, durante um ato pela educação...
spot_imgspot_img

CNJ pede explicações a juízas sobre decisões que negaram aborto legal

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu nesta sexta-feira (12) intimar duas magistradas do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) a prestarem esclarecimentos sobre...

Instituto Mãe Hilda anuncia o lançamento do livro sobre a vida de matriarca do Ilê Aiyê

O livro sobre a vida da Ialorixá Hilda Jitolu, matriarca do primeiro bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê, e fundadora do terreiro Acé...

Centenário de Tia Tita é marcado pela ancestralidade e louvado no quilombo

Tenho certeza que muitos aqui não conhecem dona Maria Gregória Ventura, também conhecida por Tia Tita. Não culpo ninguém por isso. Tia Tita é...
-+=