Anistia Internacional grava vídeo comovente com parentes de Marielle Franco. Veja aqui

Enviado por / FonteDa Revista Fórum

Por ocasião dos quatro meses do assassinato de Marielle Franco e do seu motorista, Anderson Silva, a Anistia Internacional divulgou vídeo comovente, neste sábado (14), com depoimentos de Marinete da Silva, mãe de Marielle, sua irmã Anielle Silva e seu pai, Antônio Francisco da Silva.

No vídeo, os parentes de Marielle contam sobre a sua transformação, até se transformar em defensora dos Direitos Humanos. Anielle lembra o dia do assassinato e conta que não teve coragem de se aproximar do corpo da irmã.

“Era muito sangue, aí o anel dela no chão com os óculos e a bolsa que eu tinha dado. Aó eu falei: ‘acho que é verdade’, mas eu não consegui passar daquele ponto.

O crime brutal continua sem respostas. “Essa dor não vai passar. Então, que cada vez mais pessoas levem o nome da Marielle cada vez mais alto”, alerta a mãe de Marielle.

+ sobre o tema

Assim falou Luiza Bairros

Nascida em 1953, a gaúcha de Porto Alegre Luiza...

Mortes de mulheres negras aumentam 54% em dez anos

A violência contra as mulheres brancas diminuiu, mas contra...

“Queremos representatividade para além do comercial de xampu”

A blogueira Rosangela J. Silva é nossa primeira entrevistada...

Por que o ativismo das mulheres negras incomoda tanto?

Seja no mercado de trabalho ou cultura, a luta...

para lembrar

Beyoncé canta Tina Turner em espetáculo futurista da nova turnê ‘Renaissance’

Numa performance brilhante, Beyoncé fez o primeiro de seus cinco shows...

A presença de uma Juíza Negra no STF é uma questão de coerência, reparação histórica e justiça

A Constituição Federal, estabelece como objetivo da República Federativa...

A Lei do Ato Médico é mais proteção para a saúde do povo – Por: Fátima Oliveira

"A Lei do Ato Médico, como outras regulamentações de...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=