Após ataques racistas, garota de 11 anos vira rosto de marca de beleza

Ana Clara Barbosa tem apenas 11 anos, mas já é dona de seu próprio canal no Youtube, em que dá dicas para meninas cuidarem de seus fios e se divertirem com maquiagem.

no Universa

No entanto, um vídeo em que ensinava outras garotas a arrumarem os cabelos para ir para a escola — postado em setembro de 2017 —, foi alvo recentemente de uma enxurrada de comentários racistas e virais.

Youtubers famosos, desde então, se posicionaram em defesa de Ana. Entre eles, Whindersson Nunes, que fez questão de escrever uma mensagem de apoio dizendo que ela era linda, além de se inscrever em seu canal.

E, na última semana, ela deu mais um “tapa” no racismo ao ter mais uma conquista importante em sua trajetória de influenciadora: Ana Clara se tornou rosto de uma marca de beleza nacional, a Salon Line, que divulgou a primeira imagem da pequena no ensaio.

Parceira de Ana Clara no projeto, a influenciadora e modelo Amanda Mendes relatou o encontro com a mini-youtuber:

“Pude conhecer de pertinho o doce de criança que a Ana Clara é. Em um dos nossos bate-papos, falando a respeito do preconceito e racismo que sofreu, ela disse que não lê e muito menos leva em consideração esses comentários maldosos, pois sabe que não há nada de errado em ser quem ela é!”.

“Me arrepiei ao presenciar de perto a força que a Ana tem para enfrentar tanta coisa e seguir sorrindo e gravando os vídeos que tanto gosta!”, concluiu Amanda.

+ sobre o tema

Neymar: qual o problema em ser preto?

A lesão nos olhos roubou o noticiário envolvendo Neymar....

Um debate sobre o Homem Negro Periférico

Essa reflexão é escrita para todos e ninguém. Ninguém...

USP adere cotas, mas racismo ainda é determinante na academia

CONSELHO DA USP (Universidade de São Paulo) aceitou a...

Nunca me sonharam….

“Nunca me sonharam” é o nome do documentário produzido...

para lembrar

“Polícia Militar reproduz métodos da ditadura”

Para Nadine Borges, integrante da Comissão Estadual da...

Shopping Vitória: corpos negros no lugar errado

Por Douglas Belchior Sábado, 30 de novembro, fim...

Advogada preta e a subhumanidade do racismo

Ser advogada negra neste país e se colocar na...

Mulheres negras, moda e racismo

Temos assistido alguma mudança na relação entre mulheres e...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=