Após polêmica, Comitê Olímpico Internacional muda postura e divulga fotos de atletas protestando contra o racismo

Enviado por / FonteDa Revista Glamour

COI havia orientado equipe de mídias sociais a não publicar imagens de atletas de joelhos

O Comitê Olímpico Internacional mudou a sua postura em relação ao boicote às fotos dos atletas ajoelhados nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A decisão aconteceu depois que o The Guardian divulgou com exclusividade um comunicado interno contra a exibição de tais imagens horas antes da primeira partida da competição.

No primeiro dia das Olimpíadas não havia uma única fotos de atletas de joelho no blog oficial ou nas redes sociais. Isso apesar das jogadoras dos Estados Unidos, Suécia e Nova Zelândia o terem feito em protesto contra o racismo. O gesto é uma lembrança à Colin Kaepernick, atleta de futebol americano que em 2017 iniciou uma onda de protestos contra a violência policial contra os negros ao se ajoelhar durante a execução do hino norte-americano.

Uma fonte disse ao veículo que eles acharam a postura do COI estranha, já que a organização sempre celebrou fotos de atletas em algum tipo de protesto.

Após polêmica, Comitê Olímpico Internacional muda postura e divulga fotos de atletas protestando contra o racismo (Foto: Reprodução/Twitter)

No entanto, na manhã desta quinta-feira, a conta das Olimpíadas de Tóquio no Twitter publicou uma foto de Lucy Bronze junto com a legenda: “O esporte começou ontem. Alguns destaques: o Japão começando forte no softball. As equipes estavam ajoelhadas antes da competição”.

O protesto pacífico é permitido desde que não interrompa os jogos e que acontece com respeito pelos outros competidores. No entanto, ainda não são permitidos protestos para nenhuma ação durante a entrega de medalhas ou no pódio.

Leia também:

Tiro com arco: brasileira é a primeira negra da modalidade do país em Olimpíadas

Quem é Naomi Osaka, ativista e estrela do tênis com direito a série e boneca Barbie

Olimpíada: Entenda o ofá de Oxóssi, comemoração de Paulinho no gol sobre a Alemanha

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Em debate, Barack Obama adota tom feminino e faz Romney tropeçar

Diante de pesquisas sugerindo um crescimento de Mitt Romney...

Cai liminar sobre escolha de professor de SP

Governo paulista reverte decisão sobre distribuição de aulas de...

Fica MUF: Museu de Favela está perdendo seu espaço

A ONG Museu de Favela - MUF é uma...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=