“Assistem, marcam pessoas negras e vão dormir”, diz Flávia Oliveira, da Globo, sobre jovem negro de bike abordado por PMs

Enviado por / FonteDCM

Pelo Twitter, a jornalista Flávia Oliveira, da Globo, reclamou de pessoas brancas jogarem nas costas de pessoas negras toda a responsabilidade de lutar contra o racismo.

Ela afirma que foi marcada diversas vezes no vídeo de homem negro que foi algemado por policiais enquanto fazia manobras de bicicleta numa praça e questionou:

“Por que quem identifica e se revolta com o racismo estrutural não pode tomar as próprias providências? Por que não marcam as autoridades policiais de Goiás? Por que não viralizam o racismo institucional entre os amigos e conhecidos brancos?”.

A jornalista, dizendo estar “verdadeiramente cansada”, ainda criticou a militância que se limita as redes sociais:

“Assistem a essas cenas traumáticas, marcam pessoas negras e vão dormir”.

Youtuber é abordado e algemado enquanto andava de bicicleta numa praça. Foto: Reprodução/DCM

Leia a fala na íntegra:

É um vídeo abominável sobre como pessoas negras, sobretudo jovens negros, sofrem abordagens policiais. Eu sou uma mulher negra de 51 anos. Conheço essa história.

E esta noite, preciso perguntar por que tanta gente me marcou nesse vídeo. Por que pessoas negras têm de ser sistematicamente confrontadas com episódios de racismo?

Por que quem identifica e se revolta com o racismo estrutural não pode tomar as próprias providências? Por que não marcam as autoridades policiais de Goiás? Por que não viralizam o racismo institucional entre os amigos e conhecidos brancos?

É madrugada de sábado. E eu estou verdadeiramente cansada.

Meu ponto é que as pessoas assistem a essas cenas traumáticas, marcam pessoas negras e vão dormir. Há muita crueldade em despejar toda a responsabilidade do combate ao racismo aos negros. Sempre aos negros. Antirracismo é atitude.

+ sobre o tema

Bolsonaro faz insinuações contra Dilma na tentativa de liderar o neofascismo no Brasil

por: Wálter Fanganiello Maierovitch O deputado Jair Bolsonaro continua a...

Amiguinho negro de estimação/ Tão racista quanto seu comentário

Amiguinho negro de estimação/ Tão racista quanto seu comentário Estou...

Quem é mesmo a escrava?

A médica cubana Natasha Romero Sanches, que disse...

Instituições do mercado financeiro assinam compromisso com a equidade racial

Instituições ligadas ao mercado financeiro firmaram um compromisso coletivo...

para lembrar

Rio de Janeiro police raid on favela leaves at least 25 dead

At least 25 people have been killed after heavily...

Vítima de racismo antes das finais, LeBron afirma que é “difícil ser negro nos EUA”

Casa do jogador foi pichada com palavras racistas nesta...

Observatório registra 459 casos de discriminação no Carnaval

  O crescimento do número de casos de...
spot_imgspot_img

Fifa apresenta pacote de medidas contra o racismo no esporte

A Federação Internacional de Futebol apresentou um pacote de medidas contra o racismo no esporte. O mundo do futebol está reunido em Bangkok, na Tailândia, onde...

Tragédia no Sul é ambiental, mas sobretudo política

Até onde a vista alcança, o Rio Grande do Sul é dor, destruição. E vontade de recomeçar. A tragédia socioclimática que engolfou o estado, além da...

Para os filhos que ficam

Os seus pais vão morrer. É ainda mais difícil se dar conta disso depois de um Dia das Mães, como foi o último domingo....
-+=