Aulas sobre “masculinidade” diminuem índices de violência contra a mulher

Da Revista Galileu

PESQUISADORES RESSALTAM A IMPORTÂNCIA DE SEREM ENSINADOS OS ASPECTOS POSITIVOS DA MASCULINIDADE (FOTO: PIXABAY)

Aulas sobre os aspectos positivos da “masculinidade” diminuem índices de violência contra a mulher, de acordo com uma análise feita nos Estados Unidos. Pesquisadores chegaram à conclusão após fazerem experimento com alunos do Ensino Fundamental.

Após uma série de atividades envolvendo a questão, os garotos mostraram entender melhor os problemas do uso de coerção e violência nas relações. Além disso, o programa mudou as crenças da turma sobre atitudes violentas, incluindo assédio e violência sexual.

“A maioria das pesquisas sobre violência sexual concentra-se em estudantes do Ensino Médio e Superior, mas pesquisas mostram que essas formas de violência também prevalecem entre estudantes do Ensino Funtamental”, disse Victoria Banyard, principal autora do estudo, em comunicado.

As aulas icluem quatro sessões de uma hora que exploram a normalização, a difusão e a natureza nociva dos pressupostos papeis de gênero. Os meninos envolvidos no programa aprenderam sobre empatia, relacionamentos saudáveis, violência baseada em gênero e receberam treinamento para saber como reagir ao presenciarem agressões físicas.

“Ao se concentrar em expressões positivas de masculinidade, como a capacidade de ser respeitoso nos relacionamentos, este programa ajuda os meninos a encontrar maneiras positivas de prevenir a violência”, contou Banyard.

+ sobre o tema

Hoje na História, 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

Apesar de corresponder a 53% dos brasileiros, a população...

Debora Bloch: “Não sei se minha filha sabia que fiz aborto”.

Debora Bloch resolveu se posicionar sobre… aborto. Recentemente, ela...

Adeus, Winnie Mandela. Por Cidinha da Silva

Em dezembro de 2013, no primeiro dia do velório...

para lembrar

Trabalho doméstico: tempo de mudanças necessárias

Texto de Cecília Santos. Com a promulgação da PEC das...

No Dia dos Namorados, viúva escreve carta para Marielle Franco

A arquiteta Monica Benício fez uma homenagem para Marielle...
spot_imgspot_img

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...
-+=