Avô de irmãs mortas em Belford Roxo desabafa: ‘Dor constante’

“Nós estamos vivendo numa dor constante”. A frase é do avô das irmãs encontradas mortas no Morro Gogó da Ema, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e mostra o sentimento da família. A estudante Ariane Oliveira de Souza, de 19 anos, e a cabeleireira Jéssica Oliveira de Souza, de 22, teriam sido sequestradas no domingo, ao saírem de uma casa de shows Rio Sampa, na Via Dutra, altura de Nova Iguaçu, também na Baixada. Os corpos foram encontrados abraçados, com marcas de tiros e sinais de estupro.

Bernardo Costa

– Não temos mais condições de falar sobre o assunto. Cada vez que repetimos as mesmas coisas é como se revivêssemos todo o sofrimento – disse o avô das jovens, que se identificou apenas como Jurandir.

Abalados, outros parentes pedem privacidade e evitam falar sobre o crime. As irmãs foram sepultadas juntas, na segunda-feira, no Cemitério de Belford Roxo. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). O local onde estavam os corpos de Ariane e Jéssica estavam – uma rua de terra batida – já foi periciado. Os agentes, agora, tentam obter imagens que possam mostrar as irmãs dentro da Rio Sampa e também na saída da casa de shows.

Ariane (de cabelo preto) e Jéssica em foto postada na sexta-feira passada Foto: Reprodução do Facebook
Ariane (de cabelo preto) e Jéssica em foto postada na sexta-feira passada Foto: Reprodução do Facebook

Fonte: Extra

+ sobre o tema

Toda a força da mulher negra

Serena e incisiva, Zaika dos Santos usa sua música,...

Fifa abre processo contra cinco federações por racismo e homofobia

Argentina, Honduras, México, Peru e Uruguai receberam multa de...

PT pode punir Luiz Marinho por ‘ideologia de gênero’

Em um vídeo na internet, prefeito de São Bernardo,...

Mulher é decapitada pelo namorado por causa de troca de mensagens no celular

Uma mulher foi assassinada a facadas pelo namorado, na...

para lembrar

E eu, não sou brasileira?

“Paulista, sério? Caramba, eu jurava que você era de...

Percebi o racismo com porta batendo na minha cara, conta Elza Soares

A cerimônia de abertura da 8ª edição do Festival...

Maior conflito do feminismo tradicional se deu com realidades locais

A constituição do feminismo no Brasil enfrentou dificuldades não...

Piauí é o 2º no número de denúncias de violência contra a mulher no país

Foram registrados pelo menos 44 ligações a cada 100...
spot_imgspot_img

Elogio ao estupro e ódio às mulheres

Nem sempre é fácil dizer o óbvio. Mesmo porque, quando essa necessidade se impõe é fundamental entender as razões que estão por trás dela. Mas...

Angela Davis: “O desafio é manter a esperança quando não vemos sinais”

Angela Davis, filósofa professora americana, é como uma estrela de rock do ativismo pelos direitos humanos e do movimento negro. Sua popularidade atravessa gerações...

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...
-+=