Camila Pitanga fez um dos melhores comentários sobre o racismo no Rio

A atriz Camila Pitanga postou nesta tarde uma mensagem sobre a segregação racial do país em seu Instagram.

Screen Shot 2015-09-25 at 12.03.24no Buzzfeed

Na legenda da imagem Camila comentou os recentes casos de racismo no país. “A divisão do Rio – e a do Brasil – perpetua o modelo escravocrata”, disse.

Screen Shot 2015-09-25 at 12.03.38

“O assassinato de crianças pobres e negras por quem deveria cuida-los (a polícia), o impedimento de ir e vir dos jovens da periferia (principalmente quando o destino final é a zona sul), a redução da maioridade penal. Crimes cometidos pelo Estado e, muitas vezes, com a aprovação ou omissão do resto da sociedade”, disse.

Camila disse que “a segregação, além de ferir os mais básicos direitos humanos, é burra, pois perde a chance de reconhecer a potência econômica, cultural e social da nossa periferia.”

Leia o texto completo que a atriz postou em seu Instagram:

O assassinato de crianças pobres e negras por quem deveria cuida-los (a polícia), o impedimento de ir e vir dos jovens da periferia (principalmente quando o destino final é a zona sul), a redução da maioridade penal… Crimes cometidos pelo Estado e, muitas vezes, com a aprovação ou omissão do resto da sociedade.

A divisão do Rio – e a do Brasil – perpetua o modelo escravocrata: brancos ricos de um lado e negros pobres de outro. Assim, as pessoas são categorizadas e limitadas por sua classe e sua cor. A segregação, além de ferir os mais básicos direitos humanos, é burra, pois perde a chance de reconhecer a potência econômica, cultural e social da nossa periferia.

Não é a primeira vez que a atriz utiliza seu Instagram para abordar temas sensíveis. Na semana passada, Camila falou sobre estupro:

Screen Shot 2015-09-25 at 12.04.05

Camila também falou sobre racismo quando a jornalista do tempo Maju Coutinho sofreu ataques racistas na internet.

“Ninguém tem o direito de dizer ofensas na internet, nem em lugar nenhum… Racismo é crime. #aceita,” disse.

+ sobre o tema

É Carnaval: mais branco do que preto, será?

por Sérgio Martins Bom, estamos ás vésperas do carnaval. Daqui...

Obama toma cerveja com homens envolvidos em polêmica racial nos EUA

Obama toma cerveja com homens envolvidos em polêmica racial...

O racismo e o novo Capitão do Mato

Acompanhado de meu cunhado e sua namorada,...

para lembrar

O clube dos cidadãos de cor

Menos de duas décadas após a Abolição, a cidade...

Indígenas denunciam violência e racismo na ONU

Em Genebra, governo brasileiro tenta ignorar acusações Por Felipe Milanez, da...

Minha Mãe, Minha Heroína?

“Ainda bem que ninguém saiu ferido, ninguém se machucou....
spot_imgspot_img

Caça aos livros

Está aberta a temporada de caça aos livros no Brasil! Mas atenção. A perseguição restringe-se à indicação pedagógica de certas obras capazes de promover o debate e a...

Debate racial ficou sensível, mas menos sofisticado, diz autor de ‘Ficção Americana’

De repente, pessoas brancas começam a ser degoladas brutalmente com arame farpado. O principal suspeito é um homem negro que sempre está na cena...

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...
-+=